Empreiteiras abrem mais de 5,1 mil vagas de emprego no ES

Categoria: Empregos, Espírito Santo, Trabalho

  

Empresas oferecem vagas de empregos para a construção de portos e aeroporto no estado do Espírito Santo.

As obras que devem realizar melhorias nos portos do Espírito Santo já estavam sendo muito aguardadas e isso até para quem está em busca de uma nova colocação no mercado de trabalho ou ainda de uma possível troca de emprego. A boa notícia é que a previsão é de que sejam geradas no período previsto para as construções mais de 5.100 vagas. De acordo com as informações divulgadas até o momento, as oportunidades devem abranger diversos níveis de escolaridade. E já fica a dica: existem vagas também para o Aeroporto do estado. Vejamos algumas das principais empresas que estão contratando:

A empreiteira responsável pelas obras que estão sendo realizadas no Aeroporto de Vitória, JL Andrade, informou que se encontra no processo de contratação de mais 50 profissionais. Ainda segundo a empresa a expectativa é que com o avanço das obras mais 400 profissionais sejam contratados. Os currículos podem ser encaminhados para adm@consorciojde.com.br e rh@consorciojde.com.br.

Porto Norte Capixaba:

Aqui a previsão é de que sejam geradas 1,5 mil empregos inicialmente. O projeto contará com duas fases e nas duas a empresa já informou que dará prioridade para mão de obra da localidade. Os currículos nesse caso estão sendo aceitos no site site.vagas.com.br/manabi.

Jurong:

O Sine de Aracruz é a principal fonte de divulgação das vagas que vão sendo abertas por este estaleiro. Mas existem outras maneiras de garantir uma vaga na empresa além da inscrição no próprio Sine. Uma delas é pelo site da Jurong Aracruz. O endereço eletrônico é o seguinte: www.jurong.com.br.



Saiba mais:

– Porto Central:

A informação é de que o porto será construído em Presidente Kennedy, localidade do sul do estado. Porém, até o momento tudo ainda está em fase inicial. De qualquer maneira a previsão é de que durante a realização das obras sejam efetuadas as contratações de no mínimo 2,5 mil trabalhadores.

Seriam cerca de 400 contratações inicialmente. Mas em etapas avançadas, ou seja, quando o porto já estiver em pleno funcionamento (o que demanda anos) cerca de 4 mil contratações devem ser feitas.

Essa é só mais uma dica. Como dito ainda está em fase inicial e esse é o principal motivo por não haver ainda período para inscrições. Mas fica o aviso: existe a especulação de que as obras comecem já em 2016.

Por Denisson Soares



Artigos Relacionados

Deixar um Comentário