Mais de 86 mil vagas formais foram fechadas em agosto

Categoria: Desemprego, Empregos, Empregos Formais

  

Em agosto foram fechadas 86.543 vagas formais de emprego em todo o Brasil. Este foi o pior resultado para o mês desde 1995.

A taxa de desemprego vem crescendo bastante no Brasil, haja vista o grande número de demissões em 2015. No mês de agosto não foi diferente, pois foi registrado o fechamento de 86.543 vagas formais de emprego em todo o país. Com isso, estamos falando da quinta queda mensal consecutiva em 2015. Esse é um dado oficial do Ministério do Trabalho e Emprego. O número de vagas fechadas em agosto é o pior para este mês desde 1995 quando tivemos o fechamento de 116.856 vagas.

A grande preocupação surge quando comparamos os resultados de agosto de 2015 com o mesmo mês em 2014. O resultado de 2014 foi extremamente superior, haja vista a criação de 101.425 vagas de emprego na ocasião. Porém, o resultado de 2015 é ainda pior quando analisamos o acumulado dos últimos oito meses: foram fechados 572.792 postos de emprego. Já em relação aos últimos doze meses, o fechamento de postos de emprego já chega a 985.669.

Além disso, é importante destacar que Manoel Dias, ministro do Trabalho e Emprego, já anunciou que é esperado que sejam fechadas mais de um milhão de vagas de emprego ainda em 2015. Além disso, o ministro também destacou que acredita na total capacidade do governo se recuperar do sucessivo aumento de desempregados em todo o país.



Quando o assunto são os números por setores, temos que destacar que aquele que mais sentiu o golpe do fechamento de postos de empregos foi o da indústria de transformação. Apenas em agosto o setor aqui destacado conseguiu atingir um saldo negativo de 47.944 postos de emprego.

Além disso, o setor da construção civil, um dos mais importantes do país, também registrou um grande número de fechamento de empregos, haja vista o saldo negativo de 25.069 em agosto de 2015. Logo em seguida temos o comércio com fechamento de 12.954 postos. O setor da agricultura registrou a queda de 4.448 vagas formais de trabalho em agosto de 2015.

Por Bruno Henrique



Artigos Relacionados

Deixar um Comentário