Dicas para procurar um Emprego em tempos de crise

Categoria: Dicas, Empregos, Profissionais

  

Com algumas dicas é possível se organizar e seguir um cronograma para conseguir um emprego nesta época em que o Brasil passa por sérias dificuldades.

Em tempos de crise, onde a oferta de mão de obra é maior que a oferta de vagas, ser visto em meio à multidão não é tarefa fácil, mas é possível.

O Brasil está passando por um momento onde milhares de postos de trabalhos são extintos todos os dias, milhares de pessoas buscam uma nova oportunidade profissional, por isso comece sua procura pelo seu currículo.

Isso mesmo, analise seu currículo e pense: Você se contrataria? Você ao menos leria seu currículo até o final? Coloque-se no lugar do recrutador com centenas de documentos para serem analisados. É fundamental ser objetivo e focado. A primeira informação que o currículo deve passar é o que ele pretende, longas descrições ou várias páginas podem eliminar o candidato.

Com o currículo pronto, a busca por vagas é o próximo passo. Amigos, conhecidos, ex-empregadores, fale com todos. O famoso QI existe, e se não podemos ir contra ele é melhor unir-se a ele. Porém, todo cuidado é pouco, comunique sua busca por uma nova colocação, mas não implore, não seja insistente, caso contrário o tiro sai pela culatra. Ninguém quer ser importunado toda semana com cobranças de contratação, mas ninguém se importa de receber um pedido rápido, educado e objetivo.

Outro ponto importante é ser visto para ser lembrado, fazê-lo de forma discreta sem invadir os limites de um bom relacionamento profissional é fundamental. Como fazer isso? Redes Sociais podem ajudar bastante. Linkedin, Facebook ou Whatsapp podem ajudar na manutenção desses contatos. Nessas horas o networking conquistado enquanto estava empregado pode seu guia.



Por fim, tenha foco em quais vagas se candidatar. Hoje a internet ajuda muito, mas não panflete seu currículo, valorize-se como profissional. Mande centenas de currículos sim, mas busque vagas que irão te preencher profissionalmente também. Toda semana surgem novas vagas, então crie uma rotina de busca.

Claro que cursos, línguas e experiências são fatores decisivos na contratação, mas essas dicas podem ajudá-lo a entrar no processo seletivo certo.

Esqueça sua idade, embora saibamos que as coisas ficam mais difíceis depois de vários anos de experiência, esses mesmos anos podem ser o que a empresa está procurando. Então deixe que o recrutador decida se sua idade é ou não ideal para o cargo.

São dicas que parecem óbvias, mas olhe para seu currículo e suas atitudes, pense bem e boa sorte.

Por Vivian Schetini



Artigos Relacionados

Deixar um Comentário