Quanto ganha um redator freelancer?

Categoria: Dicas, Freelancer, Redator, Redator Web

  

Redatores freelancer podem chegar a faturar R$ 5 mil mensais. Aprenda o que torna isso possível.

Redator freelancer é uma ótima profissão. Trabalha-se em casa, no conforto do lar, e livre de trânsito e custos de deslocamento, tornando o rendimento muito mais interessante. Além disso, basta uma conexão à internet para o redator poder trabalhar para empresas localizadas nos grandes centros urbanos, o que proporciona maior remuneração e melhor qualidade de vida. Basta saber escrever bem.

E o melhor de tudo. Desde que você escreva bem, há vagas especialmente para redatores especializados, com grande conhecimento de sua árae de atuação. Não é só para jornalista ou publicitário. Mas claro que, como toda profissão, há a necessidade de se construir um sólido histórico antes que se comece a ganhar bem e se conquiste melhores contratos. É o que vamos ver neste artigo.

Considerações iniciais

O rendimento de um redator freelancer não é homogêneo. Depende de vários fatores, como:

  • Experiência
  • Capacidade de pesquisar e escrever rapidamente
  • Qualidade do texto
  • Tamanho do texto que escreve
  • Área de atuação
  • Retorno que seu trabalho gera ao contratante

Algo com que o redator freelancer precisa ficar muito atento é quanto ao último item: retorno ao contratante. É isso que mais determinará o quanto ganha. Neste sentido, quando o contratante especifica determinadas pautas, há um potencial maior de ganho, pois a perspectiva de retorno é maior. Por outro lado, se você é bom em descobrir assuntos e gerar audiência, provavelmente será recompensado por isso.

Para grandes contratantes, quem escreve bem, consegue fazê-lo rápido e com qualidade. Um texto de 500 palavras é algo que não deve demorar mais que meia hora, incluindo a pesquisa, quando você domina bem o assunto. No geral, 3.000 palavras por dia é algo normalmente esperado de um bom redator trabalhando em período integral.

Outro fator que determina é quanto de trabalho realmente será feito. As melhores empresas têm tudo dividido: equipe de SEO, SEM e redes sociais para determinar pautas e o que deve constar no texto; equipe de designers para imagens; editores que fazem revisão do português (ou da língua em que for escrito o texto); e revisores técnicos, que verificam se há informação importante faltando ou erro. Portanto, é preciso entender que, embora o texto seja a base do trabalho, há uma grande equipe de profissionais envolvida, fazendo com que o valor pago ao redator seja uma parcela do que a empresa realmente gastou com a peça toda. Se você tiver a capacidade de realizar, também, algum desses trabalhos, a remuneração pode ser consideravelmente maior.

Por fim, experiência e resultados comprovados determinam decisivamente quanto um redator pode ganhar. Se você escreve bem, mas ainda não tem muitos textos publicados e aparecendo bem na internet, dificilmente vai ganhar bem.

Mas afinal, quanto ganha?



Além dos aspectos acima citados, a remuneração também pode variar de acordo com a contratação. Algumas empresas fecham um pacote de textos por mês por valor fixo, enquanto outras pagam por texto.

No geral, pode-se esperar ganhos na faixa de R$ 1,5 mil a R$ 2 mil para redatores sem histórico. Mas não é raro encontrar redatores experientes que chegam a ganhar R$ 5 mil por mês. Os melhores chegam a faturar R$ 10 mil.

O tipo de contratação também varia. Quando há demanda contínua, os valores por texto e número de palavras costumam ser menores. Mas a vantagem desse tipo de contrato é que o redator não precisa ficar o tempo todo prospectando novos clientes, além de ter mais material para escrever, o que, no fim das contas, acaba representando maiores ganhos.

Assim, os valores podem variar muito conforme a demanda. Há empresas de todos os tipos, desde aquelas que pagam R$ 1,00 a cada 100 palavras, mas que têm demanda para textos simples, em número de dez ou mais por dia, para redator inexperiente; até aquelas que pagam R$ 60,00 por texto de 500 palavras, mas que requerem texto tecnicamente profundo e português absolutamente impecável.

Portanto, é necessário pesar prós e contras de cada oferta para chegar a um valor que compense no final do mês. O ideal é estabelecer uma meta diária de ganhos, que pode ir de R$ 30,00, para um redator iniciante que só pode dedicar meio período à atividade, a R$ 100-200,00 para um experiente e especializado trabalhando integralmente como redator freelancer. O importante é escrever bem e em quantidade razoável.

Quer começar, mas não tem histórico? A Blogolandia, empresa proprietária do blog Vagaemprego.com.br, atua como reveladora de talentos, contratando redatores sem histórico por valores de entrada, mas com a possibilidade de colocar seu nome nos artigos, o que aumenta a chance de trabalhar em outros veículos. Para aqueles que se destacam, a empresa pode oferecer valores diferenciados e indicação para parceiros, com pagamento mais alto. Portanto, se você escreve bem, entre em contato conosco para começar no mercado. Ajudar a construir seu histórico é o nosso negócio.

Uma última nota

Vivemos em um tempo em que ferramentas que praticamente escrevem sozinhas já não são novidade. Em resposta, buscadores, as ferramentas que mais podem gerar tráfego textual para um site, preferem mostrar resultados que tenham um ângulo único, inovador, mais completo que o que já existe na web. O trabalho, portanto, precisa ser melhor que o de um robô.

Não é algo difícil. Basta usar sua capacidade crítica e de análise, para produzir algo diferenciado. Ficar repetindo informações é algo que não funciona.

Interessado? Então leia também um post que mostra como se tornar um bom redator freelancer. E entre em contato conosco (rh@blogolandialtda.com.br) para trabalhar com a gente.



Artigos Relacionados

Deixar um Comentário