Como conseguir morar e trabalhar nos Estados Unidos

Categoria: Dicas, Estados Unidos, Trabalho

  

Para conseguir um visto para morar nos EUA é preciso ter uma oferta de trabalho garantida.

Morar e trabalhar nos Estados Unidos é o sonho de muitas pessoas. Quando se pensa em morar fora do país, o primeiro destino a se cogitar são os EUA. O país, que historicamente, é aberto à entrada de estrangeiros, hoje é o lugar que mais recebe imigrantes no mundo.

Essa preferência pelos Estados Unidos não é à toa, já que o país foi considerado o 3º melhor local para estrangeiros trabalharem. Além de boas condições de trabalho, o país ainda chama atenção pela boa qualidade de vida e um alto grau de desenvolvimento. Todos esses aspectos culminam por uma grande procura de trabalhadores de outras nacionalidades.

O sonho americano existe para muitas pessoas no Brasil, que desejam melhores condições de vida e trabalho. Mas, para conquistar uma vaga no mercado de trabalho americano é necessário caminhar um pouco até conseguir o visto que permite trabalhar legalmente no país.

Confira agora algumas dicas que são fundamentais para conseguir um emprego dos sonhos nos Estados Unidos.

Como todos sabem, apesar de receber muitos imigrantes, não é fácil assim entrar no país, há um longo caminho a se percorrer, por isso, o primeiro passo para quem deseja um emprego nos EUA é conseguir uma oferta de trabalho.

Não é simples como gostaríamos, para morar e trabalhar nos Estados Unidos, é necessário ter uma oferta de emprego em mãos. Isso é para a maioria dos casos, claro que há exceções, como, por exemplo, o visto E-B1, que é concedido a pessoas com capacidades extraordinárias em ciências, negócios e outras modalidades. Mas esse caso, como já mencionado, é uma exceção e mesmo assim, não é fácil de conseguir.



Vamos para o segundo passo: a documentação. Se você já conseguiu um vínculo empregatício com alguma instituição norte-americana, agora é a hora de saber a documentação correta. Geralmente, o tipo de documentação é escolhido entre o empregado e a instituição de acordo com a necessidade de ambos. Vale salientar que há diferença entre visto e green card. O visto é a permissão de entrada no país, mas por um tempo determinado. E o green card é o “passe livre” em solo americano, ou seja, a pessoa pode morar nos EUA para sempre.

A documentação é escolhida baseada no tipo de serviço que a pessoa vai prestar, tendo isso em mãos, então o documento certo é escolhido. Sendo assim, a documentação será pedida pela instituição na qual irá trabalhar, é essa instituição que pede a documentação ao órgão de imigração competente. Existem vários tipos de vistos, dentre eles pode-se destacar: o B-1 para trabalhos temporários, o H1-B são para pessoas com formação superior ou experiência de trabalho equivalente a um bacharel, e o L-1 é o visto de transferência entre funcionários da mesma empresa.

Após a petição do documento, o interessado é convocado a uma entrevista de visto – igual como acontece para visto de turismo. É importante levar todos os documentos necessários para comprovar o visto solicitado. Além da documentação, um bom argumento sobre o pedido é importante.

E por fim, após se estabelecer nos EUA, pode pedir pela mudança de visto. Caso o contrato com a instituição americana mude, ou até mesmo pode conseguir o green card e permanecer no país definitivamente.

É importante estabelecer um vínculo empregatício com alguma instituição norte-americana, para poder assim, morar e trabalhar legalmente nos Estados Unidos.

Por Camilla dos Santos Batista



Artigos Relacionados

Deixar um Comentário