Lista de Profissões Mais Bem Pagas Que Não Exigem Diploma

Categoria: Emprego, Mercado de Trabalho, Vagas

  

Confira aqui uma lista de profissões bem pagas e que não exigem nível superior.

No universo das profissões, algumas são consideradas nobres, como as de médico, professor, engenheiro e físico, seja pelo salário oferecido ou simplesmente pelo status que confere.

No entanto, o que se viu nos últimos tempos foi o surgimento de profissões em nível técnico que, mesmo sem oferecer esse status das profissões de nível superior, vêm atraindo cada vez mais pessoas, inicialmente pela praticidade e rapidez dos cursos, mas agora também devido à remuneração, que muitas vezes supera de longe a de profissões consideradas tradicionais.

Abaixo segue uma lista com as profissões mais bem pagas do momento e que, curiosamente, não exigem a conclusão de um curso superior.

Técnico em Petróleo

Uma profissão que não exige nível superior, mas que é responsável pela operação e condução de maquinários para a produção de petróleo e gás natural, em plataformas e em solo firme.

Oferece um salário de R$ 5.406,00 (em média), após um curso de 2 anos, a pouco mais de R$ 720,00 a mensalidade.

Ferramenteiro de Corte e Repuxo

Ese é o profissional capaz de confeccionar, por exemplo, ferramentas de repuxo. Aquelas que permitem a construção de peças que tornam chapas lisas em um produto específico.

Após cerca de 3 anos de curso o tecnólogo poderar receber em média R$ 4.662,00

Técnico Sucroalcooleiro

Transforma a cana-de-açúcar em álcool ou demais combustíveis, conhecendo técnicas profissionais para a extração do produto, além de pesquisar métodos eficientes para o tratamento dos rejeitos provenientes dessa indústria.

Recebe em média R$ 4.273,00, após um curso de 3 anos, com um investimento mensal entre R$ 495,00 e R$ 690,00.

Técnico em Inspeção de Equipamentos

Em uma das profissões mais bem pagas do momento, o profissional deverá fiscalizar, testar, medir e avaliar as condições de equipamentos industriais, produzindo relatórios sobre as suas condições de uso.

Seu salário gira em torno de R$ 4.127,00, após uma carga horária de 514 horas e um investimento de +/- R$ 4.000 reais em parcelas.

Inspetor de Qualidade de Instrumentos

Já esse profissional incumbe-se do controle de qualidade e da manutenção de instrumentos; além do exame da precisão de equipamentos, como: balanças, instrumentos de medição, entre outros.

Salários em torno de R$ 3.979,00, após um curso que custa em média R$ 1.300,00 parcelados.



Técnico em Obras

Elabora projetos, esquemas, acompanha o andamento de obras, fiscaliza o acabamento e segurança das edificações, etc.

Salários em torno de R$ 3.940,00, após cerca de 18 meses de curso no valor de +/- R$ 1.600,00 parcelados.

É uma das profissões mais bem pagas sem nível superior.

Ferramenteiro de Manutenção

Com um salário em torno de R$ 3.892,00, após uma carga horária de 2300 horas (em média), esse profissional deverá estar apto a executar a manutenção de ferramentas para usinas, estampos de corte, recompor ferramentas; além de realinhar as ferramentas fabricadas por um ferramenteiro-chefe.

Ferramenteiro de Moldes Plásticos

Esse é o profissional apto a operar máquinas que fabricam moldes plásticos; além de operar máquinas para o desgaste e acabamento de materiais para essa função.

Após uma carga horária de cerca de 320 horas e um investimento em torno de R$ 3.240,00 (parcelados), estará apto a receber um salário em torno de R$ 3.886,00.

Técnico de Planejamento

Munir os operadores com informações necessárias para o pleno desenvolvimento das atividades industriais, elaborar projetos que viabilizem e potencializem determinadas funções.

Além de controlar os objetivos dos projetos, para que não se percam em pormenores; tudo isso por um salário em torno de R$ 3.813,00, após 2 anos de curso e um investimento de cerca de R$ 1.600,00.

Projetista Mecânico

Uma das profissões mais bem pagas sem nível superior, capacita profissionais para desenvolver projetos para a fabricação de maquinários e equipamentos de alta performance dentro das normas ténicas exigidas, o planejamento de custos, montagem de máquinas, e, para isso, oferece um salário em torno de R$ 3.810,60, após 30 meses de curso e um investimento de cerca de R$ 1.760,00 parcelados.

Vivaldo Pereira da Silva



Artigos Relacionados

Deixar um Comentário