Governo Federal vai oferecer 75 mil bolsas de estudo em 2012


  

O fomento à pesquisa científica no Brasil ganhará novo fôlego entre 2012 a 2014. É que o Governo Federal pretende disponibilizar milhares de bolsas durante esse período, como parte do programa denominado Ciência sem Fronteira, que se encontra em fase de implantação.

Para 2012, já está prevista a oferta de 75 mil bolsas, todas destinadas a quem faça parte do ensino médio técnico ou ensino superior (da graduação ao pós-doutorado) e que tenham interesse em estudar no exterior. Além disso, serão priorizados estudantes que cursem algumas das áreas consideradas estratégicas, tais como as engenharias e a tecnologia.




Dos 75 mil auxílios financeiros, mais da metade (45 mil) serão oferecidos pela CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), sendo o restante (30 mil) do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico).

Para se ter uma ideia, o número de bolsas a ser concedido em 2012 está muito acima do que o Governo concedeu em 2010 (5,3 mil). Segundo os cálculos  oficiais, o gasto em quatro anos será em torno de US$ 936 milhões.

Por Alberto Vicente


 

Quer se cadastrar grátis no Banco de Talentos do Vaga Emprego? Clique aqui e acesse o formulário.




3 comentários em “Governo Federal vai oferecer 75 mil bolsas de estudo em 2012

  1. francisco cardoso de borba

    Sou acadêmico da sétima fase de engenharia ambiental,gostaria muito de uma bolsa de estudo no programa denominado Ciência sem Fronteiras.

    Responder
  2. Alberto

    Obrigado por ter gostado da matéria, Paulo.Peço desculpas no atraso na resposta ao seu comentário,mas informo que foi ocasionada por problemas técnicos. Fico feliz em saber que a informação lhe ajudou. É para isso que nos esforçamos sempre.

    Responder
  3. Paulo

    Bom saber! Em 1997/98 o governo lançou algo semelhantes (se não, o mesmo programa). Estou no meu primeiro ano na universidade de Engenharia da Computação, pela UNOPAR, e espero conseguir uma bolsa.
    Excelente postagem, Alberto!

    Responder

Deixar um Comentário