Empregos temporários para a Páscoa 2012 – Direitos dos colaboradores


  

Depois do Natal, o próximo período de maior contratação temporária é a Páscoa. As empresas já começaram a divulgar suas vagas e os interessados devem ficar atentos aos processos seletivos. Parte das contratações já foi feita desde outubro e outra começa agora.

Segundo a Abicab (Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados), são esperados para esta Páscoa mais de 20 mil novos empregos temporários.

Com toda essa oferta, os empresários precisam ficar atentos aos seus direitos e deveres, assim como os colaboradores.




A legislação que regulamenta a contratação de funcionários temporários é específica e é preciso tomar cuidado para não desrespeitá-la e causar danos para a empresa.

O profissional temporário deve ter jornada de oito horas diárias e 44 horas por semana, podendo ser prorrogada em até duas horas por dia. Este tipo de contratação também inclui vale-transporte, FGTS, descanso semanal remunerado e outros.

Especialistas na área trabalhista explicam que apesar de temporários, os funcionários têm basicamente os mesmos direitos de um funcionário comum, então é preciso ficar atento principalmente com relação à lei 6.019/74, responsável por regulamentar a atividade temporária.

Por Natali Alencar


 

Quer se cadastrar grátis no Banco de Talentos do Vaga Emprego? Clique aqui e acesse o formulário.




Deixar um Comentário