Café Feito a Grão tem vagas de emprego para Garçom/Garçonete e Auxiliar de Cozinha




Há quase 10 anos no mercado, a rede de restaurantes Café Feito a Grão abriu um processo de contratação com o intuito de selecionar novos profissionais de duas áreas distintas para preencher seu quadro fixo de funcionários e atuar na cidade de Salvador (BA). As oportunidades são direcionadas a homens e mulheres.

As vagas são voltadas para as funções de Garçom/Garçonete e Auxiliar de Cozinha. A jornada de trabalho será cumprida em período integral, das 15h às 22h (incluindo sábados e domingos), com escala de seis dias trabalhados por um de descanso (6X1) e uma folga em um dos domingos do mês.


Para se candidatar às oportunidades de emprego, é necessário que os interessados possuam pelo menos o ensino fundamental completo (1º grau).

A empresa oferece para ambos os cargos regime de contratação com carteira de trabalho assinada (CLT), comissões por produtividade, vale-refeição e vale-transporte. Os selecionados para as chances de Garçom/Garçonete ainda terão direito a outros benefícios, tais como: assistência médica e assistência odontológica.

Os candidatos que forem aprovados para as vagas de Auxiliar de Cozinha atuarão ajudando o cozinheiro a preparar pratos e ainda auxiliarão na limpeza e organização da cozinha. A remuneração proposta para posto pode variar entre R$ 700 e R$ 900.


Já para as oportunidades de Garçom/Garçonete é oferecido um salário inicial entre R$ 800 e R$ 1 mil. Entre as atividades a serem desempenhadas os recém-contratados irão anotar os pedidos dos clientes e atender as mesas do restaurante. Para a função, é fundamental que os profissionais possuam boa comunicação, pois atuarão diretamente com o público.

Os interessados em participar do processo de contratação deverão entrar em contato com a rede de restaurantes Café Feito a Grão através do número de telefone (71) 3025-1200.

Quem desejar obter mais informações também poderá acessar o site da empresa por meio do endereço eletrônico www.feitoagrao.com.br.

Por Ramon Raleandro



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *