Ranking das piores profissões no Brasil



Hodiernamente não é raro encontrarmos pessoas que não estão satisfeitas com o trabalho. Entretanto, existem mesmo aqueles que não estão satisfeitos com o trabalho devido a problemas no próprio setor e há também aqueles empregados que não querem saber de trabalhar.

Sendo assim, vamos abordar nesta matéria as profissões que são verdadeiramente as mais desgastantes e estressantes segundo pesquisa realizada pelo site de empregos Adzuna.com, em que analisou o potencial financeiro, ambiente de trabalho, competitividade e demanda de mercado.



Entre as piores funções temos o Motorista de Ônibus como a pior profissão para se trabalhar, haja vista que costuma ter prazos apertados, baixo salário e longas jornadas de trabalho. Em seguida, tivemos os Entregadores, independente da área em que trabalhem, seja uma pizzaria, drogaria, pet shop, entre outros. Posteriormente tivemos as Assistentes de Cozinha, considerada uma péssima profissão, uma vez que elas têm que fazer a refeição em um período curto de tempo e quando a comida está pronta e servida tem de lavar vários tachos, o que pode causar dores nas costas pelo fato de serem pesados.

Outra profissão que não tem sido muito agradável é a de Jornalista, haja vista o salário baixo e as situações de perigo quando precisam fazer uma reportagem na rua. Os Policiais também não saíram do quadro das piores profissões, além de ser uma área bem estressante, pois quem é Policial precisa estar atento a tudo o que acontece, ainda que não esteja em horário de trabalho. Os Vendedores e as Empregadas Domésticas são outras funções que estão perdendo espaço no mercado, pois o salário também é baixo e no caso dos primeiros, eles precisam vender bastante para ganhar uma quantia razoável.

Leia também:  Grupo Saint-Gobain oferece Novas Vagas de Emprego pelo Brasil


E, por fim, entraram no ranking das 10 piores profissões no Brasil quem trabalha como Garçom, Assistente Social e Segurança. No último caso, a maioria deles laboram sem registro na carteira e no período noturno, o que é bem desgastante.

Por Luciana Viturino

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *