Bullying nas empresas – Assédio é feito entre colegas de trabalho





O bullying é um tema muito tratado em escolas, mas hoje ele também precisa ser discutido em empresas, pois muitos profissionais mencionam estar sendo prejudicados devido a algumas atitudes que acontecem dentro de uma equipe de trabalho, e aqui vamos falar um pouco mais sobre o assunto.

Engana-se quem pensa que o bullying acontece apenas de patrão para subordinado, pois foi constatado que uma boa parte se refere a colegas de trabalho, e isso está sendo cada vez mais prejudicial para a vida e bem-estar de quem sofre esse tipo de assédio, e também para a empresa, que muitas vezes tem o seu desempenho de qualidade em baixo nível.




O Instituto de Bullying no Trabalho, dos Estados Unidos, divulgou neste ano de 2014 um resultado de uma pesquisa realizada em que mostra que a maior parte dos profissionais que sofrem com o bullying nas empresas é praticado entre colegas do mesmo nível hierárquico, ou em um nível parecido.

Nos Estados Unidos isso aconteceu em cerca de 72% dos empregados norte-americanos, e 28% dos casos aconteceram entre os colegas de trabalho, como mencionado acima.


E um dos dados mais negativo é que isso acontece muitas vezes porque o profissional de destaca na sua função, porém não é reconhecido pela empresa tendo uma promoção, por exemplo, e isso muitas vezes gera piadas de mau gosto, o que pode deixar o funcionário com indícios de depressão.

Porém, de acordo com essa pesquisa, muitas das pessoas que sofrem com bullying nas empresas possuem um bom jogo de cintura e não deixa que isso chegue até os seus superiores, por isso, a nossa indicação é que se um ato como esse acontecer no local em que trabalha, o ideal é que isso seja tratado o quanto antes, pois já está mais do que claro que o bullying pode deixar uma pessoa depressiva, entre outros malefícios.

Por Josiane Fernandes de Jesus



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *