Entrevistas – Cuidados que devem ser tomados ao rejeitar uma proposta de emprego

Categoria: Candidatos, Dicas, Empregos, Entrevistas

  

As empresas fazem um verdadeiro “leilão” para poder atrair novos profissionais com talentos.
Com base nesta observação, podemos dizer que um em cada quatro candidatos rejeitam propostas de emprego em processos seletivos. Coordenadores e analistas das áreas de  Finanças, TI e Engenharia, em que os vencimentos variam de R$ 4 mil a R$ 8 mil por mês, são os profissionais que mais atuam neste cenário.

Com a falta de profissionais talentosos no mercado de trabalho, os candidatos estão percebendo que conquistaram um grande poder de negociação. Hoje em dia, os profissionais têm um grande poder de barganha e isso causa impacto nas negociações entre empresas e candidatos. Em muitos casos, há processos onde o candidato desiste na reta final da seleção. Isso acontece por causa das contrapropostas que eles recebem das empresas onde trabalham.

É preciso ter muito cuidado ao desistir de uma proposta em uma seleção, principalmente em etapas finais. É preciso saber como e quando fezê-lo, pois isso pode influenciar diretamente sua carreira profissional, inclusive,  o candidato pode deixar de ser convidado para participar de outros processos seletivos.

Veja mais algumas dicas ao participar de processos seletivos:




Pense bastante antes de procurar uma nova oportunidade de trabalho. Se essa for a sua escolha mude de "ares" profissionais.

Às vezes, trocar de emprego é uma escolha que cabe apenas ao candidato. Se é isso que você quer, então não aceite  qualquer proposta. Caso fizer o contrário, demonstre que não está convicto de sua decisão e não está preparado para aceitar a proposta de uma outra empresa. Há uma ligação de confiança que pode ser quebrada com a empresa atual se você ficar e prejudicar sua imagem profissional com o mercado.

O candidato possui todo o direito de negociar no decorrer da sua participação em um processo seletivo. Mas você também precisa ser claro e objetivo com o seu recrutador. Deve dizer qual é a sua remuneração atual, benefícios e dizer qual a sua pretensão lá na frente. Fazer uma negociação em sua fase final e de maneira exposta pode ser vista e julgada como um “leilão”.

Por Daniela Almeida da Silva


 

Quer se cadastrar grátis no Banco de Talentos do Vaga Emprego? Clique aqui e acesse o formulário.




Deixar um Comentário