É possível ser bem sucedido sem ser chefe?

Categoria: Carreira, Carreira profissional


Segundo o professor de gestão e sócio diretor da Ynner, Yuri Trafani, um profissional pode ser bem sucedido na carreira sem precisar virar chefe. Alguns podem assustar e não entender a afirmação, mas Trafani confirma que existem empresas que proporcionam promoções sem a necessidade de liderar.

Nem sempre o crescimento profissional está ligado à cargos de chefia e liderança. Até mesmo há uma pesquisa mercadológica que mostra que muitos profissionais aceitam cargos de direção não porque almejam liderar, mas sim por causa da remuneração.

E muitas outras pessoas não veem o sucesso profissional com a posição de chefia e sim com a realização profissional. Outras carreiras estão surgindo sem a necessidade de chefiar pessoas, como é o caso do consultor técnico, que vende seus serviços especializados para as organizações, sem precisar ter um vínculo empregatício com elas.

Muitos profissionais passam por momentos decisivos na vida que precisam escolher a carreira. Segundo Trafani o empregado precisar pensar duas vezes antes de aceitar um cargo de direção. Ele deve avaliar se tem paixão por aquilo, afinal, receber um cargo de chefia, não se adaptar e tentar voltar para o cargo anterior pode ser arriscado.

Uma das soluções é a empresa aplicar um teste prático ao profissional para ver se ele se adapta e se encaixa ao cargo ou não. Uma escolha errada da empresa acarreta problemas pessoais para o empregado e resultados ruins para a empresa.




Contudo, muitas vezes a coisa não é tão simples como na teoria. Quando uma empresa oferece um cargo de direção para um de seus funcionários, a empresa acredita nas habilidades técnicas daquele profissional e credita confiança nele.

Não aceitar o convite da promoção pode demonstrar uma falta de compromisso com a empresa, como se a estivesse deixando “na mão”. Isso pode acarretar uma quebra de confiança.

A busca de uma solução é o profissional manter diálogos e tentar alternativas para não demonstrar que aquela nova função não é interessante para ele naquele momento.

Por Carolina Miranda


 

Quer se cadastrar grátis no Banco de Talentos do Vaga Emprego? Clique aqui e acesse o formulário.




Deixar um Comentário