Desculpas criativas que pessoas usam para faltar ao trabalho




Você já precisou faltar ao trabalho? Sabia que existem desculpas comuns usadas por muitas pessoas? As desculpas usadas para justificar as faltas são inacreditáveis e cheias de criatividade. Ou seja, vale tudo para que o chefe não desconte o dia de falta do colaborador da empresa ou mesmo não o mande embora. Que tal ficar por dentro das justificativas mais criativas?

A imaginação do ser humano vai longe. Seja para faltar ao trabalho para curtir um feriado prolongado ou dormir até mais tarde depois de uma festa, os trabalhadores estão cada vez mais criativos com a desculpa para ganhar um dia de folga na empresa.


Entre as mais utilizadas destacam-se:

– Empregado acabou de colocar uma caçarola no forno;

– Ida ao cirurgião plástico para fazer uns ajustes na cirurgia;


– Empregado esteve no cassino todo o fim de semana e ainda tinha dinheiro sobrando para jogar na segunda-feira;

– Empregado teve seu uniforme queimado no momento de passar;

– Empregado pegou acidentalmente um avião;

– Empregado acordou de bom humor e não queria que nada estragasse a sua alegria;

– Empregado tinha uma pedra na vesícula que queria curar de forma holística;

– Empregado estava sentando no banheiro e tanto os pés, quanto as pernas adormeceram. Quando se levantou, caiu e quebrou o tornozelo.

Mas, existem pessoas honestas. Por exemplo, mais da metade dos trabalhadores diz ter ido ao serviço mesmo doente, porque a tarefa não podia ser desempenhada por outra pessoa. Além disso, 2 em cada 5 trabalhadores fizeram o mesmo, porque eles não queriam perder um dia de pagamento.

Essa pesquisa foi realizada entre os meses de agosto e setembro que teve 3.103 trabalhadores e também 2.203 gerentes de contratação e profissionais de recursos humanos. O estudo foi realizado nos Estados Unidos.

O que achou da pesquisa? O ser humano está cada vez mais criativo, não acha? Mas, ainda bem que existem pessoas honestas e íntegras. 

Por Babi

Relacionados



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *