Dicas de como incentivar as ideias dos profissionais



Uma das principais responsabilidades de um líder é ter que estar sempre apto para atender qualquer imprevisto que surgir. Muitas vezes, esse imprevisto parte de um funcionário, e isso acaba exigindo do líder uma tomada de decisão rápida. Um grande exemplo disso seria ter que avaliar uma ideia de um funcionário sem discriminar ou descartar. Desse modo, como dizer "não" às ideias de um funcionário sem ferir sua autoestima ou desmotivá-lo? Atente-se às dicas a seguir:

– Quando algum funcionário falar de uma ideia jamais adie ou esqueça-a, pois ele pode perder as esperanças e ficar desmotivado. Às vezes, essa atitude pode ser pior que dizer um "não".



– Jamais tente rejeitar a ideia para copiá-la depois. Se você fizer isso, provavelmente será visto como aproveitador da história. Seja sincero e evite deixar algo pra resolver depois, para que você não seja mal interpretado.

– Tenha atitudes preventivas. Algumas pessoas podem confundir estímulo com criatividade, por isso, deixe bem claro o que a empresa quer e quais são suas expectativas acerca de ideias novas. Determine os limites logo no processo criativo.



– Jamais avalie a pessoa pela ideia que ela teve, nem mesmo se ela for positiva. Faça isso desvinculando a ideia da pessoa. Por exemplo, ao invés de chamar a pessoa de gênio, diga que a ideia dela é genial.

– Se a ideia não condizer com o que foi proposto no momento, transforme-a acrescentando algo. Quem conhece e vive do processo criativo, sabe que nada se perde, tudo se transforma (termo filosófico adaptado estrategicamente). Aliás, muitas das grandes ideias surgiram do nada, e esse é o sucesso das maiores empresas.

Leia também:  Hospitais São Camilo (SP) - Programa de Trainee para Enfermeiros

– Se a proposta exigir mais criatividade da pessoa, avise-a delicadamente. Tome cuidado com essa parte, pois a pessoa pode se sentir constrangida.

– Nunca rejeite uma ideia porque não a entendeu. Ás vezes, você pode estar desperdiçando uma boa ideia pelo fato de não ter paciência de pedir mais explicações sobre ela. Por isso, peça esclarecimentos ou que a pessoa reescreva novamente com mais detalhes.

Por Daniela Almeida da Silva

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *