Como fazer os frutos do seu trabalho se tornarem parte do dia a dia?





Cada um de nós tem o direito de aproveitar de forma honesta, os frutos de nosso trabalho. Porém, infelizmente, não aprendemos o melhor desse direito: fazer do fruto do nosso trabalho parte do nosso dia a dia.

Se pararmos para observar algumas pessoas bem sucedidas, elas baseiam seus bens em alguns princípios de vida. Mas, por mais que tenham princípios, algumas não seguem nenhum. Para a maioria, eles só servem nas dificuldades. Reflita sobre alguns dos princípios abaixo e aprenda você também a fazer do fruto do seu trabalho parte do seu dia a dia:


– Deixe que os ganhos do seu trabalho seja a consequência de grandes esforços:

Se você trabalha com amor, então seu trabalho é bem feito e cheio de grandes esforços. Nada é mais prazeroso do que receber uma consequência digna de seus esforços, portanto, aproprie-se desse princípio e realize o que você tem de melhor.

– Faça com que seus ganhos sejam parte de sua vida:


Para fazer com que seus ganhos sejam parte de sua vida, você precisa vivê-los e usufruí-los com muito amor e dignidade. Se está tudo bem, então é sinal de que você está progredindo. Portanto, saia do batente um pouco e vai curtir uns dias com a família. Só não esqueça de conciliar com suas obrigações.

– Procure ganhar mais do que você pretende gastar e invista sempre o que sobrar:

Quando colocar as mãos sobre os seus ganhos, a primeira coisa que você precisa ter em mente na hora é guardar 10% para investir, seja na poupança ou em qualquer outro negócio, só por precaução. Se não der pra fazer isso todos os meses, faça pelo menos no seu 13° salário, do dinheiro das horas extras ou das suas férias. Se suas despesas costumam ser altas, o ideal então é multiplicar sua renda de alguma forma. Prefira investir sempre. Depois que fizer isso, não esqueça também de monitorar seus investimentos cada mês. Preserve essa atitude que você estará fazendo seu dinheiro trabalhar para você.

Por Daniela Almeida da Silva



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *