Ministério da Saúde abre vagas para bolsas de especialização

Categoria: Ministério da Saúde, Vagas

  

Foi autorizada a liberação de 586 bolsas para especialização em diversas áreas da educação, as bolsas são concedidas pelo Ministério da Saúde. As oportunidades são para profissionais formados em várias graduações. Poderão participar do processo seletivo os profissionais com graduação concluída em Fisioterapia, Enfermagem, Farmácia, Serviço Social, Física Médica, Biomedicina, Educação Física, Ciências Biológicas, Saúde Coletiva, Terapia Ocupacional, Psicologia, Odontologia, Nutrição, Veterinária e Fonoaudiologia. 

O Ministério da Saúde está disponibilizando essas bolsas em todas as regiões do país. Elas estão distribuídas em 46 programas de residência, elas contemplam áreas específicas do Sistema Único da Saúde que estão precisando de mais atendimento especializado (Física Médica, Neonatologia, Saúde Mental, Atenção Básica, Traumatologia Bucomaxilofacial, Cirurgia, Saúde Funcional, Intensivismo, Saúde Bucal, Atenção Clínica Especializada, Saúde Coletiva, entre outras). 

A concessão das bolsas faz parte do Programa Nacional de Bolsas para Residência na área da Saúde. As bolsas contemplam todas essas graduações, exceto Medicina que está atendida pelo Programa Pré- Residência Médica. 




O objetivo deste programa é desenvolver a formação de especialistas em áreas da saúde que estão precisando de profissionais capacitados. A busca do Pró-Residência em Saúde é integrar o ensino ao serviço. As bolsas são oferecidas conforme as necessidades de especialistas de cada região. 

Este ano houve o aumento de 20% no número de vagas comparado com as disponibilizadas no ano passado.  

Ao todo, o Ministério da Saúde possui mais de cinco mil bolsistas realizando as especializações de acordo com as necessidades do SUS. São 5.505 bolsas sendo que 2.044 delas são para o segundo ano de residência e 3.461 para o primeiro ano de residência. De acordo com o Ministro da Saúde, Arthur Chioro, realizar investimentos na área de especialização é muito importante, pois atrai os profissionais para áreas prioritárias da saúde, as quais carecem de profissionais. Acrescenta ainda que as equipes multidisciplinares são de grande importância para o funcionamento do SUS e também para garantir um bom atendimento a toda população abrangida pelo Sistema único da Saúde. 

Por Melina Menezes 


 

Quer se cadastrar grátis no Banco de Talentos do Vaga Emprego? Clique aqui e acesse o formulário.




Deixar um Comentário