Netafim oferece Novas Vagas para Trainee





A empresa Netafim, especializada em soluções de irrigação por gotejamento, está oferecendo oportunidades no mercado em seu Programa de Trainee 2015. O requisito para participar do processo seletivo é ter nível superior de escolaridade nas áreas de engenharia agrícola ou agronomia. É necessário que a pessoa tenha concluído o curso no decorrer de julho de 2013 até no máximo janeiro de 2015. Outro requisito é ter tempo disponível para cursar o treinamento na sede da Netafim.

A sede da companhia está localizada no município de Ribeirão Preto, no estado de São Paulo. De início, os alunos participarão do treinamento na sede da empresa. Futuramente as aulas serão ministradas em outras unidades, como na região Sul da Bahia e no Norte do estado do Espírito Santo. A empresa tem preferência por profissionais que tenham um perfil de liderança, além de habilidade na comunicação, facilidade para realizar atividades em grupo e maturidade na profissão.




O exame seletivo consistirá na avaliação do currículo, prova técnica realizada online, uma entrevista presencial com os gestores da empresa e dinâmica em equipe.

Os candidatos que forem selecionados terão a chance de adquirir mais conhecimentos e exercitar o aprendizado das aulas teóricas, através de atividades práticas na companhia.


As remunerações mensais do Programa de Trainee da Netafim serão conforme o mercado de trabalho. Além do salário, os participantes também terão direito a diversos benefícios.

O objetivo deste programa de trainee é oferecer um treinamento para as pessoas, possibilitando que elas tenham uma formação para atuar no mercado de trabalho.

Os interessados em participar do processo seletivo poderão enviar o currículo através do e-mail rh@netafim.com.br.

A empresa Netafim atua no mercado há 50 anos e neste tempo de existência, já possui 30 filiais em nível mundial. A companhia apresenta recursos e técnicas na área agrícola em mais de 110 países, contando com diversos distribuidores e tendo acima de 4.000 funcionários.

Felipe Couto de Oliveira



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *