Ganhar bem ou trabalhar com o que gosta?




Pessoas estão preferindo trabalhar com o que realmente gostam, mesmo ganhando menos.

Esta é a maior dúvida dos profissionais, de todas as idades e de todas as áreas: trabalhar com o que gosta ou ganhar bem? Todos nós queremos trabalhar com aquilo que gostamos, pois assim nos realizamos de forma pessoa e profissional também. Acontece que poucos são aqueles que conseguem garantir uma boa remuneração trabalhando com o que realmente gosta. Esta seria uma pergunta relativamente simples de ser respondida, se não envolvesse tantas questões.

Se formos analisar o mercado atual veremos que as gerações mais antigas não se preocupavam tanto com a satisfação pessoal em um emprego, o que prevalecia realmente eram os interesses financeiros e conseguir um emprego que garantisse melhor remuneração era a prioridade de todo profissional. As gerações mais recentes já são mais preocupadas com a questão da satisfação pessoal e procuram investir mais em conseguir realizar o sonho de trabalho no que realmente gostam.


Mas aos poucos os anseios destas gerações vão se misturando e encontramos profissionais com anos de experiência abrindo mão de um emprego bem remunerado para ir buscar o sonho adiado por tantos anos, como também nos deparamos com jovens que abrem mão do emprego dos sonhos, para ir atrás do emprego que oferece melhor salário.

As pesquisas mais recentes têm apontado que é crescente o número de pessoas que estão preferindo trabalhar com o que realmente gostam, mesmo que isso implique em ganhar menos, mas à medida que a crise econômica vai avançando, o sonho de trabalhar com o que se gosta só tem se tornado compensador se a renda não cair tanto em relação a um trabalho que paga melhor, mas não é exatamente o emprego que a pessoa gostaria.

Mas se a diferença na renda ficar muito alta, o que temos encontrado são pessoas que acabam por adiar para mais adiante, o sonho de deixar o antigo emprego que paga mais, para trabalhar com o que gostam e receber menos.


O tema envolve vários fatores, mas o que os profissionais precisam entender é que escolher um emprego pelo fato da remuneração ser mais alta não é errado e isso não significa que ele está abrindo mão de seus sonhos, até pelo contrário, muitos profissionais passam anos em um emprego apenas pela questão financeira e durante este período vão se estruturando, fazendo uma economia e se preparando para quando finalmente poderão deixar este emprego e passarem a fazer o que realmente gostam, só que agora, com uma infraestrutura melhor e uma remuneração mais alta do que se tivesse começado há alguns anos atrás.

Então, analise bem todas as possibilidades, porque você pode sim, trabalhar com o que gosta, porém, pode ser preciso que por um período você tenha que trabalhar em um emprego onde o salário é melhor e assim poderá, ao longo de um determinado período, se preparar para, finalmente, realizar o seu sonho.

Por Russel



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *