Saiba usar seus pontos fortes no trabalho





Todos possuem pontos fortes e fracos. Analisando alguns fatores é possível tirar o máximo de proveito dos pontos fortes no ambiente de trabalho.

Todos os seres humanos contam com pontos fortes e pontos fracos. Não é nem preciso comentar a respeito da importância que os primeiros têm no mercado de trabalho. Antes mesmo de começar a trabalhar o profissional já precisa ficar atento aos seus pontos fortes. Quem já passou por mais de uma entrevista de emprego já percebeu que esse é um ponto quase que comum a todas elas. 

Considerando todos esses fatores, naturalmente o profissional irá se perguntar: como usar meus pontos fortes no ambiente de trabalho? Existem diversas formas de se fazer isso. Cada profissional agrega características próprias. Porém, existem certos “itens” que podem ser observados por qualquer um tendo em vista um melhor desempenho. Vejamos alguns dos mais comuns e que podem ser aplicados por qualquer pessoa.


– Por onde começar?

Como dito, todas as pessoas apresentam pontos fortes e pontos fracos. Entretanto, há uma grande diferença entre falar sobre os pontos fortes e usá-los. A prática em si é bem mais complicada. O primeiro passo é entender os dois lados da moeda. Como? Faça o que estiver ao alcance. Isso inclui participações em seminários sobre o assunto, orientação com profissionais especializados na área e por aí vai.

– Esteja consciente das limitações.


Apesar de que todos os profissionais têm qualidades que merecem investimento e destaque é muito importante lembrar que nenhum ser humano é perfeito. Admitir e saber lidar com as limitações que muitas vezes se relacionam com os pontos fracos é um bom começo. O profissional precisa estar bem resolvido nesse ponto para que o mesmo não venha a prejudicá-lo em algum momento de sua vida. A linha mais certa a seguir nesse aspecto é reconhecer e buscar melhorar, assim, o que era fraco ontem vira forte hoje. Quem tenta esconder (e não reconhecer) os pontos fracos acaba passando mais tempo nesse “trabalho” e quase não investe nos pontos fortes. Além disso, considere-se o fato de que nem todo mundo é mestre em esconder coisas. Alguns profissionais mostram mais seus pontos fracos exatamente porque vivem preocupados em escondê-los.

– Tirando o melhor do melhor.

A ideia é simples. Quanto às limitações, administre. Quanto aos pontos fortes tire o máximo proveito deles no trabalho. É bom em conversar com as pessoas? Aproveite, exercite isso com os colegas, com os clientes, com o espelho do banheiro! É tudo válido. Quanto mais o profissional trabalhar com seus pontos fortes no trabalho mais segurança ele vai ter. O melhor é que consequentemente irá desenvolvê-los cada vez mais.

– Potencialize o que for melhor.

É comum encontrar profissionais que não fazem a mínima ideia de como melhorar seus pontos fortes e usá-los da melhor maneira possível no ambiente de trabalho. A surpresa maior vem quando a resposta para isso é apenas determinação. Isso mesmo, potencializar os pontos fortes é intimamente ligado à determinação. Sem ela o profissional não irá se disciplinar, treinar ou trabalhar em seus pontos fortes, não irá buscar fazer uso de técnicas para seu próprio aprimoramento.

Os tópicos apontados aqui podem e devem ser considerados por qualquer profissional que está à procura de como usar os pontos fortes no trabalho.

Vale chamar a atenção que na base de tudo isso está o conhecimento próprio. Isso quer dizer que o profissional deve estar bem ciente do que é ou não capaz. Não cabe aqui ilusões, utopias e fingimentos. A sinceridade consigo mesmo é o melhor caminho para quem pretende saber o que faz melhor.

Boa Sorte.

Por Denisson Soares



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *