Dicas para não levar trabalho para casa




A falta de organização no ambiente de trabalho é o principal fator dos profissionais levarem trabalho para casa. Algumas dicas ajudam para que isso não aconteça.

Muitos profissionais sentem um verdadeiro orgulho no fato de estarem levando trabalho para casa. Porém, diversos especialistas em saúde, executivos e organizações relacionadas ao mercado de trabalho apontam em outra direção. Levar trabalho da empresa para casa pode ser um mau negócio.

Rubens Pimentel, sócio da Ynner Treinamentos, comentou sobre o assunto alertando que não vê nenhum motivo para dar uma medalha para profissionais que fazem isso. Na entrevista cedida para o site de notícias Exame ele chama a atenção para o fato de que a questão não tem a ver com muito ou pouco trabalho nas empresas. Rubens destaca o aspecto de que existem mesmo muitos profissionais sobrecarregados, mas que isso nunca acontece os 365 dias do ano! Para ele o principal motivo dos profissionais se verem obrigados a levar trabalho para casa é a falta de organização do ambiente de trabalho.


Na mesma matéria Ana Maria Rossi, que ocupa a presidência da ISMA-BR (International Stress Management Association do Brasil), ressalta que o hábito de levar o trabalho para fora da empresa está virando algo cada vez mais constante chegando a ser mesmo um fator crônico. Ana chama a atenção para um ponto muito importante: muitos dos empregadores incentivam esse tipo de hábito e se esquecem que além de ser ruim para o profissional também será para eles. Basta observarmos que o profissional nem sempre vai ter tanta disposição e energia para ficar conectado ao trabalho 24 horas. A produtividade pode cair, a desmotivação pode chegar e a situação só tende a piorar.

A Associação Brasileira de Qualidade Vida também considerou sobre esse assunto e sugere algumas dicas para quem não quer levar trabalho para casa. Confira alguma delas:

Planejar a rotina de trabalho:


Em síntese o que profissional precisa fazer é analisar bem a situação, aprender a antecipar as coisas e evitar prazos apertados que podem não ser cumpridos. Como fazer isso? Registrar as atividades em uma agenda, usar os aplicativos de tempo que são comuns em muitos smartphones dentre outras saídas são um bom começo para quem precisa organizar a rotina. Vale destacar que com o tempo mais organizado o profissional vai ser mais produtivo e até ter mais foco no trabalho.

Dê um tempo:

Algumas pessoas não conseguem de jeito nenhum desacelerar. Mesmo assim é preciso ter o bom senso de parar de vez em quando. Para exemplificar isso basta vermos que durante o período de trabalho o estresse tende a aumentar. As pausas no decorrer do expediente ajudam o profissional a ficar mais concentrado e disposto.

Desligue-se:

Muitas empresas têm uma rotina que obriga os profissionais a checarem seus e-mails em casa, por exemplo. Porém, se essa não é a situação do profissional é bom ficar longe do e-mail. Na realidade a questão às vezes precisa ser mais drástica evitando até mesmo o contato com a internet. É aquela coisa: se abriu o e-mail a pessoa vai querer ler a mensagem como consequência vai querer resolver o problema. Resultado: de volta ao trabalho!

Levar ou não levar trabalho para casa pode ser um questão pessoal ou não. De qualquer forma é bom analisar os aspectos dessa atitude para não ser prejudicado.

Por Denisson Soares



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *