Fatores que levam à rotatividade na empresa

Categoria: Dicas

  

Salário, falta de reconhecimento profissional, não identificação com os valores da companhia e desmotivação são os principais fatores que influenciam na rotatividade na empresa.

Mesmo com muita coisa sendo feita a respeito, a rotatividade de profissionais ainda tem alcançado taxas relativamente altas nas empresas. Isso preocupa não apenas os profissionais em si, mas também as empresas e as organizações que se veem nessa situação.

São vários os motivos que têm levado cada vez mais a essa rotatividade. Porém, alguns são tão recorrentes que não há forma de fugir deles quando o assunto é esse. De qualquer maneira vale sempre chamar a atenção para o fato de que a empresa para ter um bom funcionamento e até mesmo garantir o seu futuro precisa saber lidar com a entrada e saída de funcionários. Mas este não vai ser o nosso assunto principal, vamos tentar entender alguns dos pontos que levam à rotatividade.

Diversas pesquisas feitas, tanto por especialistas isolados quanto por organizações, têm apontado que o salário quase sempre ocupa a primeira posição. Além de um salário em desacordo com os valores praticados pelo mercado (que nem sempre já são bons), a falta de reconhecimento profissional por parte da empresa, a não identificação com os valores da companhia e a desmotivação também estão na lista dos principais motivos que causam a rotatividade nas empresas.

Gisele Andriotti, consultora de Recrutamento e Seleção da Ricardo Xavier Recursos Humanos, em uma entrevista cedida para o site especializado no setor, Infomoney, comentou sobre o assunto. Vejamos alguns aspectos que foram abordados por ela:

– Quando a rotativa é tida como alta.




Gisele aponta como alta a rotatividade quando, por exemplo, a média de renovação de uma equipe é de cinco anos. Isso em números representaria 20% de desligamentos de profissionais por ano.

Ela ainda chama a atenção para o fato de que isso é algo estressante para todo mundo. Então, ninguém sai livre. O líder encontra problemas e o restante da equipe também, já que quanto mais profissionais vão embora mais trabalho sobra.

– Como lidar com essa situação da melhor maneira possível?

Gisele recomenda fazer uso do humor e a “esportividade”. Ela não descarta o fato de que a situação é extremamente difícil, mas lidar com ela de uma forma menos pesada é melhor para todo mundo. Outro ponto que ela chama a atenção é para o fato de que em nenhuma hipótese se deve descontar nos colegas a raiva por causa da rotatividade. Provavelmente, isso somente vai aumentar a gravidade da situação.

Por Denisson Soares


 

Quer se cadastrar grátis no Banco de Talentos do Vaga Emprego? Clique aqui e acesse o formulário.




Deixar um Comentário