Habilidades profissionais requisitadas pelo mercado atual




As mudanças afetaram o mercado de trabalho, e com elas são buscados profissionais que tenham conhecimentos sobre diversos setores da empresa.

Antigamente os profissionais tidos como mais habilidosos e qualificados do mercado eram aqueles que dominavam suas respectivas áreas de atuação, cada qual em suas habilidades específicas, sem interferir em outros setores. Relações interpessoais e inteligência emocional sequer existiam.

Nos dias de hoje, em meio às novas tecnologias, os profissionais adquiriram outras características e o mercado tem suas demandas. Na prática, destaca-se quem possui conhecimento a respeito de vários temas, não apenas questões restritas às suas áreas de atuação profissional. As qualidades mais prezadas são: proatividade, criatividade, boa comunicação verbal, bom humor e inteligência emocional.


Em entrevista à “Revista Exame”, Ricardo Haag, gerente executivo da Page Personnel, afirma que por causa da instabilidade econômica, foi preciso que empresas e profissionais tivessem de lidar “emocionalmente com pressão”. Ele destaca que se trata de uma “questão de sobrevivência”. Haag menciona a importância e necessidade do funcionário em se relacionar bem com a empresa e demais setores, além de buscar motivação no trabalho.

Outro quesito discutido hoje é a chamada inteligência espiritual, o qual tem um aspecto um tanto quanto espiritualista. Na prática, ter inteligência espiritual é captar situações e contextos pouco aparentes, que se manifestam de forma subjetiva num ambiente de trabalho. É como ter certa sensibilidade para identificar determinadas situações.

Repertório e boa formação:


As empresas também procuram por profissionais com formação mais completa, tanto em termos acadêmicos ou cursos/aprimoramentos na área, como em relação ao repertório (conhecimento sobre questões importantes do mundo contemporâneo). Isso significa também ter visão crítica sobre assuntos essenciais e que impactam a vida de todos (cenário econômico, contexto político, questões ambientais, etc.).

Uma das dicas sugeridas por especialistas em Recursos Humanos é manter em dia o hábito de leitura (sites de notícias, artigos específicos de blogs, jornais, etc.). Vale até criar um roteiro de leitura a ser seguido diariamente. Claro que obter conhecimentos amplos sobre a área de atuação é um requisito importante, mas também se informar sobre os outros setores é uma boa iniciativa para ampliar horizontes e se tornar um profissional diferenciado e singular.

Por Letícia Veloso



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *