Como Pedir Demissão da Empresa e Deixar as Portas Abertas





Confira aqui algumas dicas de como pedir demissão e deixar as portas abertas na empresa.

Você está empregado, mas surgiu uma nova proposta de trabalho? Uma hora ou outra todo profissional passa por essa situação. Nesse caso, é necessário pedir demissão, mas em tempos em que a economia do país é instável e o mercado está cada vez mais dinâmico, é importante que esse processo seja feito da maneira certa, de modo que você mantenha as portas abertas se quiser voltar futuramente.

Com algumas atitudes simples é possível se desligar do seu emprego atual sem causar nenhum tipo de mal-estar que possa comprometer a sua imagem e credibilidade, seja com o chefe ou com os colegas de trabalho.




Quer saber mais? Confira, abaixo, como você pode pedir demissão sem fechar as portas na empresa!

1. Escolha o melhor dia para comunicar a sua demissão

Cada empresa segue uma programação, sendo que existem dias da semana que costuma ser mais tensos no ambiente de trabalho. Por isso, depois de tomar a sua decisão de pedir demissão, é necessário escolher um dia tranquilo para comunicá-la ao seu superior. Assim, há menos riscos de causar problemas que prejudiquem a sua imagem profissional.


2. Fale primeiro com o seu chefe

Ao receber uma nova proposta de emprego, o ideal é evitar comentar isso com os seus colegas de trabalho. Isso porque a notícia pode se espalhar pela empresa e chegar aos ouvidos do seu chefe, que pode se sentir traído e pensar que você está agindo pelas costas deles. Tudo isso compromete a confiança que foi depositada em você anteriormente.

Portanto, procure o seu chefe e agende uma hora para tratar do assunto, de preferência na sala dele. Não deixe para falar de última hora, nem o chame no cantinho do corredor para fazer o comunicado. Tenha em mente que isso é um momento importante e requer atenção.

3. Conte os motivos do seu pedido de demissão

Se você aceitou uma nova proposta é porque ela é mais vantajosa do que o seu emprego atual, não é mesmo? De forma respeitosa, dê esse feedback para a empresa, até mesmo para que ela possa melhorar para não perder os seus talentos. Conte porque a outra proposta é mais vantajosa, se oferece mais oportunidade de crescimento, um salário maior, entre outras coisas.

Seja sincero, mas tome cuidado para não trazer à tona assuntos delicados e que possam gerar desconfortos. Se um dos motivos da sua saída é um desentendimento com um colega de trabalho, tenha a consciência de que essa não é a melhor hora para lavar a roupa suja.

4. Conclua o seu trabalho

Está participando de um projeto importante que depende muito da sua atuação? Não é aconselhável pedir demissão e largar tudo para trás, deixando a empresa na mão. Essa atitude, com certeza, pode minar a sua chance de voltar a trabalhar no mesmo lugar.

Pergunte ao seu chefe o que você precisa fazer para concluir os seus afazeres com integridade. Se possível, permaneça na empresa até a contratação do seu substituto, ajudando no treinamento do novo colaborador. Dessa forma, você demonstra a sua preocupação em não prejudicar o andamento das atividades da organização.

5. Agradeça e se coloque à disposição

Não seja o tipo de funcionário que sai da empresa falando mal de todo mundo. Mostre que você tem uma postura madura e que é grato pela oportunidade que recebeu, bem como pelos aprendizados que deve durante o tempo que permaneceu na companhia.

Ante de sair da empresa, agradeça ao seu chefe de maneira educada e com cordialidade pelas coisas boas que você viveu na organização. Recomenda-se enviar um e-mail de agradecimento tanto para o chefe quanto para os colegas de trabalho.

Com isso, você pode se desligar e ao mesmo tempo deixar uma boa impressão pessoal e profissional, o que contribui para que você continue sendo bem-vindo na empresa.

Texto por Simone Leal



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *