Seguir uma carreira internacional é o sonho de muitas pessoas. Para ajudar, foi elaborado um estudo que lista as cidades e os países mais desejados pelos profissionais para trabalhar.

Já pensou em fazer carreira internacional? Já imaginou trocar o seu emprego atual por um em Londres, Madrid ou quem sabe até Berlim? Muitas pessoas, certamente, já investiram nessa ideia, sendo necessário muita determinação e coragem. Mudar de País significa começar uma vida totalmente nova em outro lugar que tem, muitas vezes, culturas e valores distintos.

A Boston Consulting Group (BCG) em parceria com um site de recrutamento denominado The Network, realizou uma pesquisa que envolveu 200 mil pessoas em 189 países diferentes. A ideia do estudo foi listar as 10 cidades mais desejadas para quem quer trabalhar no exterior. Que tal ficar por dentro dos resultados?

Em primeiro lugar foi Londres (16%) seguido por: Nova York (12.2%), Paris (8.9%), Sydney (5.2%), Madrid (5%), Berlim (4.6%), Barcelona (4.4%), Toronto (4.2%), Singapura (3.9%) e, por último, Roma (3.5%).

Além das cidades, também foi realizada uma pesquisa com os países em que os brasileiros gostariam de trabalhar. Liderando o primeiro lugar Estados Unidos (42%) seguido por Reino Unido (37%), Canadá (35%), Alemanha (33%), Suíça (29%), França (29%), Austrália (28%), Espanha (26%), Itália (25%) e, por último, Suécia (23%).

Além disso, atualmente, no Brasil muitas multinacionais têm aumentado e melhorado as ofertas de emprego para profissionais que desejam trabalhar no exterior, para aprimorar os seus conhecimentos, habilidades e desenvolver competências na área. Além do ramo profissional, há também vários programas voltados para estudantes de graduação para que possam estudar em outros países e desta forma ter uma experiência multicultural, que pode fazer a diferença na carreira.

Profissionais ou estudantes que mudam do País têm a chance de desenvolver um aprendizado novo, mas, também, precisam aprender a conviver com a saudade da família e dos amigos que ficaram no Brasil.

Você teria coragem de arrumar as malas e mudar do País? Qual a sua opinião? Conte para a gente! 

Por Babi


É preciso muito planejamento e dedicação para trabalhar em outro país. Vários detalhes devem ser considerados para que a tentativa dê certo.

Trabalhar fora do país é a vontade de muitos brasileiros. São diferentes motivos que tornam os outros países atrativos, uma vez que os salários parecem mais interessantes e também a forma como eles vivem. Quem quer morar fora tem que se planejar, conhecer um pouco mais sobre a cultura e principalmente as leis trabalhistas e para imigrantes. Para auxiliar nessa tarefa, continue lendo o texto que traz dicas valiosas.

Aprenda mais sobre o país que deseja ir. Sua cultura, hábitos, políticas de emprego, geografia, hábitos da população, locais que irá morar e que deseja conhecer, entre outros aspectos. Além de ajudar na adaptação, conhecer mais sobre o lugar vai ajudar a se integrar mais facilmente e ainda vai fazer você causar uma boa impressão aos naturais do país. Procure saber sobre as políticas com estrangeiros, como os moradores tratam seus imigrantes e onde fica o consulado, caso ocorra algum problema.  

Tenha amplos conhecimentos sobre o idioma nativo do lugar e caso seja um país que fale a língua portuguesa, aprenda as diferenças em relação a como falamos aqui no Brasil. Dominar o idioma local é importante para adequar a comunicação com os demais, principalmente com o superior, colegas de trabalho e clientes. Também será importante para sua evolução profissional e para se posicionar frente a outros funcionários.

Lembre-se que nem sempre é fácil conseguir o primeiro emprego na função que deseja. Se isso acontecer, tenha calma, trabalhe com empenho e estabeleça objetivos para subir dentro da empresa. Para isso é importante se adequar as suas normas, chegar cedo, mostrar-se um bom profissional e demonstrar interesse no emprego.

De acordo com a sua área de atuação, monte um site, blog ou portfólio online para ajudar no Networking. Nessas horas até um perfil no Linkedin (rede social voltada para a busca de emprego) pode ajudar. Os empregadores podem conhecer um pouco mais sobre você e sua experiência mesmo que seja a distância. 

Por Ana Rosa Martins Rocha





CONTINUE NAVEGANDO: