A mão de obra brasileira é drasticamente criticada pelos próprios empresários. A construção civil, por exemplo, sofre com a falta de profissionais qualificados, não porque eles não existem, mas sim em função do número insuficiente de trabalhadores para suprir o novo cenário do segmento no país.

Apenas como exemplo, a mesma questão pode ser aplicada em outros ramos de atividade. No intuito de desenvolver, na prática, as habilidades nas negociações em cobrança comuns do dia-a-dia, a Associação dos Comerciantes de Materiais de Construção (Acomac) de Porto Alegre promove o 5º módulo do curso ‘Oficina de Cobrança’, com carga horária total de 12 horas.

Das 19h30 às 22h30 dos dias 23 a 26 de maio, os cursandos terão acesso a temas como noções sobre a origem das dívidas, a relação de crédito e cobrança, administração de conflitos, as principais justificativas usadas pelos devedores, análise do cadastro e avaliação do cliente, desenvolvimento de habilidades para geração de caixa, fechamento de negociações, entre outros.

Ministrado na sede da Acomac de Porto Alegre (Avenida Manoel Elias, 2180), o valor da inscrição para os associados é de R$ 75; para não associados sobe para R$ 100. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (51) 3386-1658 ou através do e-mail acomac@acomac.com.br.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção





CONTINUE NAVEGANDO: