Confira aqui algumas dicas de como melhorar e ser um bom chefe.

Liderar uma equipe não é uma tarefa fácil. Um bom chefe deve saber motivar, apoiar e reter os melhores profissionais para o sucesso da Organização. Além disso, uma equipe motivada desenvolve tarefas mais habilidosas e trabalha mais animada, o que reflete nos resultados. Mas como ser um bom chefe?

Um bom líder deve ser justo com sua equipe e tratar todos de forma igual. Desta forma, procurar sempre cobrar o que foi delegado, ou seja, apenas a tarefa que foi executada. A ética também uma característica imprescindível para um bom chefe. O exemplo deve ser dado dentro da empresa e também fora dela. Por exemplo, não adianta ser ético no trabalho e depois estacionar o carro em um lugar proibido. O líder é visto como exemplo pela sua equipe.

O chefe não deve querer carregar o mundo nas costas, ou seja, é fundamental que ele aprenda a delegar tarefas. Além de não sobrecarregar, a delegação faz com que a equipe evolua no ambiente de trabalho. Porém, a tarefa delegada deve ser feita de acordo com a capacidade de cada profissional. Ao passar a atividade, explique-a de forma clara, objetiva e com uma linguagem apropriada. Estabeleça o prazo e a forma de execução da atividade.

Os objetivos da empresa devem estar alinhados com os da equipe. Por isso, o líder deve ter o hábito de motivar os funcionários e tentar aliar ambas as partes. Além disso, o chefe deve fornecer feedback constante aos seus funcionários, para que eles possam conhecer os seus pontos fortes ou fracos, para melhorá-los. Desta forma, a tendência é que a equipe possa crescer e se sentir motivada a encarar novos desafios na empresa.

O chefe deve assumir a responsabilidade da equipe, porque ele a representa. Assim, o líder deve conhecer os seus recursos, ferramentas de trabalho e se motivar a tentar alcançar bons resultados para a Organização.

Por Babi


É essencial ter um bom relacionamento com o chefe, para obter resultados positivos para a empresa e ter um ambiente de trabalho agradável.

Ter uma boa relação com o chefe é fundamental, acontece que muitas vezes fica parecendo que estamos querendo ser puxa-saco. Mas você pode criar um bom relacionamento com o seu chefe, com respeito, admiração e gerando bons resultados, o importante é mostra-se, acima de tudo, umbom profissional.
Quando um chefe determina as metas a serem seguidas, nem sempre ele tem uma visão tão clara do negócio como o funcionário que está envolvido no trabalho, por isso você pode dar sugestões, para auxiliar o seu chefe a determinar metas reais, que não estejam acima da capacidade dos funcionários nem abaixo. Com isso o seu chefe vai perceber que você é uma pessoa "antenada" nos negócios, que conhece bem a empresa e tem visão de mercado.

Outra dica importante é fazer o seu trabalho sempre da melhor forma possível. Não adianta ficar tecendo elogios para o seu chefe e não dar a ele o que mais lhe importa que são os resultados esperados do seu trabalho.
Por isso, não importa qual seja sua função dentro da empresa, faça suas tarefas com responsabilidade, seja pontual sempre e cordial com seus colegas de trabalho, visando sempre o melhor para a empresa como um todo.

No dia a dia da empresa, procure conhecer melhor o perfil do seu chefe, pois cada pessoa é de um jeito. Talvez ele fique de mau humor pela manhã ou após uma reunião não gosta de conversar sobre determinado assunto, enfim, aos poucos vá procurando conhecer o seu chefe, desta forma você poderá estabelecer uma comunicação mais cordial.

E é claro que você vai ter que ser um funcionário fiel a ele, pois como você poderá ter um bom relacionamento com seu chefe se você fica falando mal dele nos grupinhos de funcionários? Isso não significa ser um puxa-saco, mas sim, um funcionário dedicado, afinal o seu chefe está focado nos objetivos da empresa e este objetivo deve ser compartilhado por todos os funcionários.

Você não fará as coisas para agradar o chefe, você estará fazendo, na verdade, o que precisa ser feito para que a empresa atinja suas metas. Seu chefe é o responsável para que a empresa “chegue lá”, então ajude como puder, fazendo seu trabalho de forma correta, responsável, oferecendo-lhe ajuda quando ele precisar e se mostrando sempre pronto para as tarefas que surgirem e novos projetos, assim você estará dando um exemplo para os demais funcionários e fazendo o que, na verdade, deveria ser feito por todos, que é trabalhar para o crescimento da empresa.

Por Russel


Algumas atitudes são necessárias para quem quer impressionar o novo chefe.

Você tem um chefe novo e quer impressioná-lo? Que tal ficar por dentro de algumas dicas, para ajudar você a se destacar não só para o seu chefe, mas, também, no seu ambiente de trabalho? Quando há um chefe novo na repartição, os trabalhadores tentam ser mais produtivos, gostam de chegar cedo, cuidam da aparência, entre outros. Desta forma, mudanças são notáveis no local de trabalho. Porém, muitos profissionais mudam por um tempo, apenas para chamar a atenção, o que é um erro comum e vai ser percebido pelo chefe. Confira algumas dicas de como impressionar!

– Faça as atividades como ele propôs!

Quando o seu chefe te pedir para executar alguma tarefa, faça-a como ele propôs a você, com todos os detalhes. Assim, ele vai se sentir satisfeito e notar o quanto se esforçou  para realizar a atividade. Essa atitude significa que você sabe respeitar a opinião dele e entende a informação que foi passada. Além disso, procure fazer todas as tarefas com capricho e muita atenção. Cada detalhe faz a diferença e pode chamar a atenção do seu chefe novo.

– O que você pensa?

Não esconda as suas opiniões, ou seja, fale as coisas que deseja para o seu chefe novo. Além disso, aprenda a ouvir os outros profissionais. Assim, o seu superior vai saber que você contribui para o funcionamento da Organização e tem opinião própria. Porém, converse sempre com calma e tranquilidade, sabendo expor com fundamento o que deseja.

– Que tal pedir um feedback?

Peça um feedback sobre você para o seu chefe novo. Uma atitude assim demonstra maturidade profissional e indica o quanto você deseja crescer. Conhecendo seus pontos fortes e fracos, vai saber em que precisa mudar ou melhorar. Além disso, demonstra que você sabe respeitar e ouvir opinião de outras pessoas, para trabalhar e desenvolver o seu potencial.

Gostou das dicas? Boa sorte e sucesso!

Por Babi


De uma maneira geral os dicionários definem um líder como um chefe ou um guia. Tomando como base esses termos podemos concluir que liderar é algo bem mais simples do que se supõe. Entretanto, esse pensamento vai completamente ao contrário ao que um líder realmente tem que fazer. Aliás, quando se trata de liderança a jornada de um líder começa bem mais atrás. Para se formar ou se tornar um líder de sucesso é preciso passar por diversas etapas. E isso não é tudo já que ao se alcançar a posição de líder uma nova fase tem início.

Vejamos alguns aspectos que contribuem para que uma pessoa seja um líder de sucesso:

– Conhecimento do grupo:

Algumas pessoas podem até achar que ser um líder é algo que já vem com a pessoa desde o seu nascimento. De fato, alguns até fazem parecer que é assim. Entretanto, deve-se considerar que a liderança não é algo exclusivo de certas pessoas. Ela chega como consequência de um processo de aprendizagem. Isso quer dizer que se torna líder aprendendo. Um profissional que se destaca por superar as expectativas do grupo em que atua muito provavelmente se tornará o líder dele. Já aquele profissional que não manifesta interesse em conhecer seu próprio grupo dificilmente chegará a ser um líder; e pior, pode até contribuir para que o grupo não se destaque.

– Relacionamentos:

Relacionamentos também fazem parte de uma boa liderança. Para entender melhor  veja da seguinte maneira: ninguém consegue chegar à liderança com a porta de sua sala trancada e sem contato com seus colegas de trabalho.

– Definição de rumos:

Um profissional geralmente se destaca quando tem a capacidade de solucionar problemas. Isso também ajuda e muito aquele que almeja chegar a ser líder. Entretanto, ao chegar a esse “posto” o agora líder, precisa voltar seus olhos para outras coisas. Ou seja, o momento de apenas solucionar problemas já passou. É preciso ir bem mais a fundo e saber definir que rumos que a empresa deverá seguir. Para isso alguns aspectos fundamentais precisam ser considerados tais como saber quais são as reais necessidades da empresa e, claro, contar com muita disciplina para conduzir os funcionários nessa linha de trabalho.

– A inspiração está ao lado:

Quem nunca ouviu falar de Jesus ou Buda dentre tantos outros ícones mundiais. Essas pessoas podem ser vistas como bons exemplos para a humanidade que ultrapassaram os tempos. Entretanto, não é possível fazer o que eles fizeram e ter o mesmo resultado. O motivo para isso é que eles trabalharam e fizeram suas bases com o auxílio daquilo que dispunham no momento. Ou seja, um líder não deve procurar outros ícones de sua época e tentar fazer o mesmo que eles. Um líder que quer ter uma boa base busca sua inspiração nas pessoas que estão ao seu redor. Como fez Cristo, por exemplo.

Como é possível perceber somente por meio desses poucos pontos a questão de ser líder e da liderança está bem longe do que os dicionários definem. Então, é bom começar a se preparar e mudar o que precisa já.

Por Denisson Soares


Chefesconsiderados como exigentes fazem parte de um negócio bem-sucedido, por isso, eles exigem também produtividade da parte de seus funcionários. É por esse e outros motivos que ninguém suporta conviver com eles, pois acreditam que representam a imagem de uma pessoa insegura, confusa e agressiva.

Não é à toa que pessoas que são lideradas por um chefe com essas características se tornam desmotivadas, depressivas, podendo até adoecer de verdade. Mas, o que fazer se, nesse caso, a culpa pode ser de uma gestão totalmente sem eficácia?

Veja a seguir algumas das orientações do sócio da Ynner Treinamentos, Rubens Pimentel, na Revista EXAME:

“Meu chefe está sempre mudando de ideia e por isso não consigo concluir meu projeto”.

Ajude-o a desenvolver em vez de ficar lutando contra ele. Foque em lembrá-lo sempre sobre os objetivos originais de sua área.

Se o problema for mesmo de cunho emocional, seja paciente e lembre-se que a situação pode ser temporária. Mais cedo ou mais tarde ele acabará cedendo ou você encontrará uma oportunidade melhor.

“Nunca recebo nenhuma orientação para realizar o meu trabalho”.

Organize e gerencie suas tarefas a uma ideia inovadora sempre, caso não houver nenhuma orientação da parte de sua liderança.

Se o silêncio ainda persistir, busque o diálogo, mesmo que seu chefe não o tenha, afinal você precisa saber quais são as diretrizes certas.

“Nossa equipe nunca tem o apoio necessário da liderança para resolver alguns conflitos”.

Se seu gestor não ajuda a resolver problemas de relacionamentos entre os funcionários, tente evitá-los o máximo possível, menos se a causa tiver algo a ver com o seu trabalho.

“Meu chefe me interrompe todo o tempo”.

Nesse caso, o ideal é buscar o autogerenciamento, ou seja, sabendo quais são os seus objetivos e tarefas fica mais fácil lidar com um chefe inseguro, afirma o especialista.

Por fim, saiba estabelecer metas e prazos definidos para entregar projetos, dessa forma você estará gerenciando o relacionamento entre vocês.

Por Daniela Almeida da Silva





CONTINUE NAVEGANDO: