O campo do turismo cresce no Brasil de forma principal por causa dos grandes eventos que o país vai sediar, como a Copa do Mundo e as Olimpíadas, por exemplo. Para atender a frequente demanda, desde 2011 o Pronatec oferece cursos ao setor.

Em termos práticos os cursos do gênero trazem processos que ensinam os principais ramos dos setores turísticos solicitados por turistas visitantes de diferentes regiões do Brasil. Alunos aprendem a organizar diferentes tipos de viagens, desde lazer até negócios.

Interessante notar que as pessoas formadas nos cursos Pronatec, do setor hoteleiro, ficam preparadas para organizar eventos e estruturas para diferentes demandas, como recepção para clientes ou promover festas de empresas. Interação e entretenimento são dois aspectos presentes nas rotinas de estudo.

Avaliar, operar, planejar e organizar diferentes pontos que englobam os serviços que se relacionam com o turismo consistem em pontos que abrangem os processos de ensino no sentido de evoluir o espírito de lazer e hospitalidade.  

Lazer representa setor importante para o campo de turismo, visto que grande parte dos eventos turísticos se relaciona com a área. Alunos compreendem como manter as relações sociais no nível de qualidade alta em termos de gastronomia, sabendo integrar diferentes pratos que alegram a maioria dos participantes do almoço ou jantar.    

Diferentes setores do turismo se integram em contextos que se direcionam para as relações humanas nos diferentes tipos de espaços geográficos. Dimensões em termos de ambiente, economia e cultura devem entrar em convergência para profissionais obterem desempenho de qualidade nos serviços que prestam no mercado de trabalho.

Durante os cursos, alunos compreendem a importância de falar diferentes tipos de línguas e satisfazer demandas distintas em nível mercadológico. Também há prospecção mercadológica e de técnicas para aprimorar o marketing de modo positivo, além das lições para administrar equipes de pequeno, médio ou grande porte.

Por Renato Duarte Plantier


O Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego), foi criado em 2011 pelo Governo Federal para ampliar as ofertas de cursos de educação profissional e tecnológica. O programa te como base expandir e democratizar a oferta de cursos profissionais. Para a concretização desse programa, é realizado um investimento na infraestrutura das escolas que oferecerem os cursos. As instituições passam por reformas e obras de ampliação. 

São diversos cursos que estão dentro do programa e estes podem ser feitos por pessoas que concluíram o ensino médio e por pessoas que ainda estão cursando o ensino médio. O curso também está presente como forma de uma formação inicial ou continuada para trabalhadores, estudantes do ensino médio e beneficiários de programas federais de transferência de renda (o curso tem duração mínima de dois meses).

Para se inscrever no projeto deve-se procurar as vagas nas escolas públicas estaduais, nos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia e nos Serviços Nacionais de Aprendizagem, como por exemplo, o Senac e o Senai. Cada uma dessas instituições terá seus próprios critérios para a seleção dos participantes do Pronatec. Para saber se você foi selecionado, é só entrar em contato com a instituição em que se inscreveu. 

Para saber os cursos e as instituições que tem o programa, basta acessar aqui.

O programa ainda não é muito divulgado, mas já é uma boa iniciativa para estimular aqueles que querem ter "especializações" em uma determinada área e não tem muito tempo disponível ou dinheiro para pagar os cursos particulares (que são um tanto quanto caros). 

Para mais informações é só acessar ao site http://pronatec.mec.gov.br/.

Por Mariana Caetano. 


Atualização 2015

Depois de muitas delongas, foi anunciado o calendário do Pronatec 2015. Neste ano, as inscrições se darão de 22 a 26 de junho.

Como resultado do corte de despesas governamental, este ano serão abertas um milhão de vagas, contra três milhões em 2014.

Em 2015, as matrículas para aqueles que foram aprovados em primeira chamada serão realizadas entre os dias 1 e 3 de julho. O resultado da segunda chamada sai no dia 7 do mesmo mês, com matrículas entre 7 e 8 de julho.

Ainda não foram divulgadas as instituições que ofertarão cursos do programa.

Informações de 2014

No dia 7 de abril interessados em inscrever-se para cursos técnicos gratuitos devem ficar atentos, pois foram iniciadas as inscrições para o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), nos mais variados cursos, horários de aulas e em centenas de cidade do Brasil. A única exigência é ter concluído o ensino médio.

Neste período, não é necessário que o candidato tenha participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A inscrição não tem custo, e pode ser feita até o dia 13 de abril através do site www.sisutec.mec.gov.br. Os selecionados terão as mensalidades dos cursos subsidiadas integralmente, inclusive em instituições privadas de ensino. As aulas têm previsão de início para 14 de abril, com duração de 12 a 18 meses.  

No site pronatec.mec.gov.br/inscricao é possível realizar busca por estado e cidade para saber quais cursos estão sendo ofertados.

Confira, nas capitais, algumas das instituições com vagas abertas:

– Fucapi (Manaus/AM) – Automação Industrial (vespertino), Eletrônica (vespertino), Eletrotécnica (vespertino), Logística (vespertino), Telecomunicações (matutino e vespertino – período integral) e Segurança do Trabalho – (matutino e vespertino – período integral);

– Fiap (São Paulo/SP) – Informática (matutino), Manutenção de Suporte em Informática (matutino), Redes de Computadores (matutino), Programação de Jogos Digitais (matutino) e Informática para Internet (matutino);

– Senai (Florianópolis/SC) – Programador Web (matutino), Ilustrador (vespertino), Eletricista Industrial (vespertino), Programador Web (Vespertino), Roteirista de Animação (noturno), Programador de Sistemas (matutino);

– Senai (Rio de Janeiro/RJ) – Operador de Telemarketing (noturno), Alomoxerife (noturno), Serígrafo (noturno);

– Senai e Senac (Belo Horizonte/MG) – Costureiro Industrial (noturno), Garçom (noturno);

– Unidade de Educação Profissional (Curitiba/PR) – Monitor de Sistemas Eletrônico de Segurança (noturno), Garçom (vespertino);

– Escola de Educação Profissional (Porto Alegre/RS) – Técnico em Enfermagem (matutino), Técnico em Segurança do Trabalho (matutino e vespertino), Técnico em Manutenção Automotiva (vespertino);

– Senai (Cuiabá/MT) – Camareira em Meios de Hospedagem (noturno) e Língua Brasileira de Sinais (noturno);

– Senac  e Escola Senai (Goiânia/GO) – Recepcionista de Eventos (matutino) e Técnico em Edificações (vespertino e noturno).

Por Rafaela Fusieger





CONTINUE NAVEGANDO: