Saiba o que faz de alguém um bom profissional. Confira as dicas.

Independente da área de atuação existem características que devem ser comuns a todos os profissionais. A preparação para desenvolver trabalhos de qualquer cunho é totalmente necessária, pois somente um trabalhador apto pode lidar com todas as possíveis situações e sinistros que podem ocorrer, pois o ambiente corporativo nem sempre é um lugar tranquilo e se conflitos.

Quando se pensa em carreira, é importante presumir que ela será espelho de sua vida pessoal, refletindo seus princípios e forma de lidar com as situações. Se você costuma ser uma pessoa centrada, focada e determinada, sem dúvida, essas qualidades irão refletir em seu trabalho, te destacando de alguma forma, por ser natural.

Existem alguns pontos que são dignos de destaque, quando o assunto é ser competente na sua área profissional. Nós preparamos uma lista, dos 5 pontos chaves para demonstrar habilidades no ambiente corporativo:

1 – Esqueça as competições

O seu trabalho deve ser pautado apenas na sua habilidade de desenvolvê-lo. Você será reconhecido se a sua função for desempenhada com maestria. Não faça comentários que diminuam a habilidade dos seus colegas de trabalho. Diminuir alguém para parecer maior não é uma atitude profissional.

2 – Faça investimentos em reciclagem

Para dominar a área de seu conhecimento, é necessário que você esteja sempre se atualizando, aprendendo constantemente e aperfeiçoando suas técnicas. Faça investimentos no intuito de ser cada vez mais habilidoso e expandir seus conhecimentos.

3 – Saiba onde você quer chegar

Quem anda a esmo não chega a lugar algum. É de suma importância que você trace metas para sua vida profissional: onde você quer chegar, em quanto tempo e quais passos tem que tomar, em quanto tempo, para alcançar seu objetivo.

4 – Fique atento às oportunidades

Não se feche em meia dúzia de funções. Expanda seus horizontes. Fique de olho em oportunidades e desafios, pois um bom profissional deve ter a capacidade de reinventar-se sempre. Fora que um funcionário que tem habilidades em diversas áreas agrega valor à empresa.

5 – Trabalhe em equipe

Ter um bom relacionamento interpessoal é fundamental. A capacidade de socializar abre a sua experiência profissional para influências positivas.

Por Carolina B.


Saiba quais são as atitudes que devem ser tomadas para potencializar a sua carreira profissional.

Qualquer um de nós, inserido no mercado de trabalho, gostaria de poder potencializar sua carreira profissional. Entretanto, boa parte das pessoas não sabe como fazer isso ou por onde começar. Por sorte, pode ser bem mais simples do que parece. Acompanhe o texto e descubra 4 dicas eficazes para potencializar sua carreira!

Gerencie as emoções

Ao pensar em carreira e trabalho logo nos vem à mente palavras como desempenho, êxito, credibilidade, sucesso. Porém, as emoções possuem um papel fundamental em nossa relação com a carreira. Muitas pessoas perdem vagas de emprego devido ao nervosismo e outras tantas não conseguem realizar suas tarefas devido ao excesso de estresse e angustia. Saber gerenciar as emoções é uma estratégia certeira para realizar bem aquilo que antes era dificultoso. Na internet, é possível encontrar uma série de páginas com exercícios que ajudam no controle das emoções. É só procurar e botar em prática. Com certeza os resultados obtidos serão benéficos.

Acredite em si mesmo

É natural, ainda mais em um cenário de crise como a que Brasil está vivendo, que o clima de insegurança predomine no ar. Claro que isto nos afeta como sociedade, mas também a cada um de nós como indivíduos. Especialmente em épocas como essas, sentimentos como o medo de perder o emprego, ou a falta de esperança em conseguir um novo cargo, são muito comuns. Entretanto, é extremamente necessário acreditar em si mesmo, para poder valorizar e tornar chamativo aquilo que você sabe. Lembre-se de quanto tempo de estudo, preparo, experiência e dedicação você empregou até aqui e use isso a seu favor, mostre para as pessoas. Dessa forma, com certeza você seja um ponto luminoso em um cenário de crise.

Dedique-se

Um bom profissional é sempre dedicado. Independente da posição ou cargo que ocupa, qualquer função exige empenho, trabalho e esforço. Entretanto, é comum que nós direcionemos um pouco mais de atenção para alguns aspectos do nosso trabalho em detrimento de outros. De uma forma muito simples, através de uma lista, procure anotar resumidamente todas as tarefas que você realiza em seu dia. Depois, pense sobre cada uma delas atentamente e procure observar quais delas estão recebendo menos atenção e cuidado de sua parte. Localizado o problema, é só ficar atento e direcionar um pouco mais da sua atenção e emprenho para elas!

Seja persistente

Nenhuma grande conquista vem sem esforço. Da mesma forma, nenhuma conquista sólida, que ofereça segurança, vem sem esforço também. Entenda que você não é a única pessoa do mundo a receber um “não” e nem tampouco a única pessoa do mundo a cometer erros. Em relação ao mercado de trabalho, ser persistente é uma característica muito importante. Muitas vezes é comum que profissionais super capacitados e competentes não tenham oportunidades e sintam dificuldades em impulsionar suas carreiras. Mas isso não acontece necessariamente por uma falha no trabalho que vem sendo feito, e sim, à grande competividade que existe. Portanto, persista. Talvez seja só uma questão de tempo até você conseguir sua oportunidade.

Por Carolina Costa


Confira aqui mais informações sobre a carreira na área de Enfermagem, os salários ofertados e onde estudar.

A enfermagem é uma das áreas da saúde com mais vagas abertas e mercado sempre crescente. Trabalhando em diferentes locais com as mais diversas tarefas, o profissional de enfermagem tem um amplo campo de atuação.

Podendo trabalhar em hospitais, na rede pública de saúde, em clínicas ou mesmo em atendimentos domiciliares, o profissional é cada vez mais valorizado. Do nível técnico ao nível superior, os salários variam de acordo com as especializações.

Trabalhando sempre em conjunto com outros profissionais como médicos, nutricionistas e psicólogos, por exemplo, vem ganhando ainda mais espaço no atendimento domiciliar a idosos, garantindo altos salários.

No Brasil todo há vagas sempre em aberto. No entanto, a região sudeste do país é a que concentra o maior número de profissionais. Nos estados do Norte e Nordeste, a procura por enfermeiros é crescente.

É o profissional responsável por cumprir os horários determinados para os medicamentos, cuidados com alimentação, higiene, monitoramento de sinais e realização de curativos.

Cursos técnicos podem ser realizados para se iniciar a carreira. A média de salários nesses casos é de cerca de dois mil reais.

Já quando possui nível superior, os salários variam de acordo com o nível de especialização do profissional. Para enfermeiros de UTI em hospitais, por exemplo, os salários são de, em média, de 3 mil reais.

Há também a possibilidade da realização de concursos públicos, que garantem vagas em hospitais e postos de saúde. Dentro das Forças Armadas também há uma área dos profissionais dessa área, que realiza concursos constantemente.

As instituições de ensino estão espalhadas por todo o país. Na região sudeste, cursos técnicos podem ser realizados em instituições como o SENAC- Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial. Os estágios são obrigatórios no final do curso. São oferecidos mais de vinte cursos que vão desde a ênfase para atuação como cuidador de idosos a interpretação dos exames de sangue.

Para se conseguir o título de bacharel, o profissional deve fazer a faculdade que dura em média quatro anos. Ao final poderá fazer outros cursos que poderão direcionar a área de atuação.

Após a faculdade, a área de pesquisa também pode ser uma oportunidade para o profissional de enfermagem.

Ana Carolina Haddad


Saiba aqui mais sobre a carreira na área de Arquitetura. Qual o salário médio pago aos profissionais e as principais faculdades.

Uma das mais artísticas profissões, a Arquitetura é responsável pelo design de edificações e construções. Trabalhando em conjunto com profissionais como os engenheiros civis e os decoradores, o arquiteto está envolvido na obra em todas as suas fases – do planejamento à execução.

O arquiteto define quais as funcionalidades da construção e, hoje em dia, leva muito em conta fatores como a iluminação dos ambientes. A busca por uma maior e melhor qualidade de vida é constante nos projetos que realiza.

Para poder atuar profissionalmente, o arquiteto precisa cursar uma instituição de ensino superior por, em média, cinco anos.

A busca pelo profissional mudou de perfil durante os últimos anos. Empresas que não têm tradição em contratar estes profissionais como AMBEV e Lojas Americanas, possuem vagas para estes profissionais em seus programas de treinamento.

Com o mercado habitacional em expansão em todo o país, as vagas continuam crescendo. A maior quantidade de oportunidades está nas regiões Sul e Sudeste. Mas o Norte começa a ser um mercado promissor. Com campanhas habitacionais crescentes na região, a demanda por arquitetos é crescente.

O arquiteto também pode exercer a sua profissão como Urbanista, sendo então responsável pelos projetos de mobilidade urbana e mais ligados à melhoria da locomoção e da qualidade de vida da população como um todo.

As áreas de atuação do profissional variam muito. O arquiteto pode trabalhar por conta própria o ser contratado por uma empresa, como uma construtora. Trabalhar por conta própria ajuda a consolidar o nome no mercado – e a ganhar mais por seus trabalhos.

O salário médio nacional é de 4 mil reais. Esse valor varia de acordo com as especializações do profissional e da área em que ele trabalha. Existem cerca de noventa mil profissionais formados no país, o que aumenta a necessidade de uma especialização.

Não há a possibilidade da realização de cursos técnicos, apenas de ensino superior. O estágio é obrigatório para a conclusão do curso.

Ao terminar a faculdade, para ter permissão para trabalhar, o arquiteto e urbanista precisa necessariamente ter a licença do órgão que regulamenta a profissão, o CREA – Conselho Regional de Engenharia e Agronomia.

Ana Carolina Haddad


Saiba aqui mais informações sobre a carreira na área de Biomedicina ou Ciências Biomédicas.

A Biomedicina, ou Ciências Biomédicas, é uma profissão que atua na área de pesquisa e diagnóstico de doenças, causas de enfermidades e desenvolvimento de tratamentos para cura de patologias diversas. Nos últimos anos, cresceu a procura pela Biomedicina, assim como as oportunidades de emprego na área. Saiba quais são as faculdades no país que ministram o curso e os salários médios da profissão.

O profissional biomédico pode exercer diversas funções nos mais diferentes locais de trabalho. O biomédico pode realizar exames clínicos e assinar laudos diagnósticos, pesquisar organismos para desenvolvimento de medicamentos e vacinas, fazer análises microbiológicas e físico-quimicas, atuar como docente ou pesquisador em instituições de ensino, entre outras funções.

As oportunidades no mercado de trabalho para profissionais biomédicos são muitas: eles podem atuar em clínicas públicas e particulares, hospitais, universidades, faculdades, laboratórios de análise e institutos de pesquisa, em órgãos públicos de saúde e de vigilância sanitária, entre outras opções.

A graduação em Biomedicina é ministrada em 4 anos, com aulas de bioquímica, fisiologia, metodologia científica, administração laborial, Inglês e outras matérias diversas. O objetivo do curso de Biomedicina é formar profissionais que tenham aptidão para identificar, estudar e classificar microorganismos causadores de enfermidades, pesquisar medicamentos e vacinas e auxiliar na produção e melhoria destes.

Entre as principais faculdades e universidades que oferecem o curso de Biomedicina ou Ciências Biomédicas em todo o país estão a Universidade Estadual Paulista (Unesp), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Universidade Federal Fluminense (UFF), Universidade Federal de Uberlândia (UFM), Universidade Paulista (UNIP), Universidade Nove de Julho (Uninove), Universidade Metodista de São Paulo, entre outras.

O salário de um Biomédico no Brasil varia entre R$ 1,5 mil e R$ 2,6 mil, de acordo com uma recente pesquisa salarial realizada pelo site de empregos Catho. A média salarial nacional para a categoria é de R$ 1,9 mil e a média salarial de um estagiário em ciências biomédicas é de cerca de R$ 620. Os valores, no entanto, variam em cada estado brasileiro e de acordo com as convenções coletivas de trabalho firmadas entre empresas e instituições e os sindicatos que representam a categoria.

Por Luana Neves


Confira aqui uma lista de testes vocacionais online gratuitos para fazer pela Internet.

Quem está se formando ou busca se inscrever em um vestibular no próximo ano, pode estar encontrando uma grande dificuldade em decidir que rumo tomar e que carreira seguir. Se este é o seu caso ou de algum conhecido seu, nós temos uma excelente dica para você.

Hoje em dia existem inúmeros testes vocacionais que são realizados na modalidade online. E para participar, é muito simples. Basta responder algumas perguntas que o resultado sairá automaticamente.

Pensando nisso, nós te indicamos cinco portais que trabalham combinando o seu perfil com as carreiras existentes no mercado. E o melhor é que tudo isso é oferecido de forma gratuita.

Sendo assim, além de concretizar um maior conhecimento sobre cada pessoa, com o delineamento de um perfil psicológico, o teste proporciona mais chances de sucesso na sua futura carreira profissional. Portanto, vamos conhecer um pouco mais sobre esses sites para ajudar você na escolha de qual utilizar.

1. Ecaderno (http://materialdidatico.ecaderno.com/teste-vocacional)

Funciona de uma maneira muito simples. O Ecaderno solicita somente o preenchimento de um formulário com perguntas como nome, e-mail, Estado, cidade e escolaridade. Feito isso, basta clicar no local “Descobrir minha Profissão” que, automaticamente, você começará a responder poucas perguntas que te nortearão no ofício a seguir.

2. Mundo Vestibular (http://www.mundovestibular.com.br/pages/teste_vocacional.html)

Elaborado principalmente para descobrir que carreiras mais combinam com cada pessoa, o teste vocacional do Mundo Vestibular é composto, no total, por 17 perguntas muito objetivas que levará ao resultado sobre que profissão escolher.

3. Giro de Profissões (http://www.girodeprofissoes.com.br/teste-vocacional)

Um teste um pouco mais extenso que os dois anteriores, o Giro de Profissões vem com 40 questões sobre a sua personalidade, apontando as carreiras nas quais você tem um futuro promissor.

4. Guia da Carreira (http://www.guiadacarreira.com.br/teste-vocacional/)

No total, são 15 questões criadas pela profissional Thais Helena Lima, baseadas na Teoria das Escolhas Vocacionais. Basta escolher uma opção para cada pergunta, baseado na sua maior identificação.

5. Sou Vestibulando (http://souvestibulando.com/teste_vocacional.php)

Leva apenas 2 minutos para ser finalizado. Basta escolher a opção que mais combina com você e, logo no final do teste, o resultado irá mostrar a descrição do seu perfil, bem como as sugestões para a sua carreira.

É importante, ao fim dessas dicas, ressaltar que as mesmas não substituem a procura por um profissional da área, especializado nesse tipo de assunto. Porém, temos a certeza de que elas te ajudarão, nem que um pouco, na difícil decisão de planejar o seu futuro. Sendo assim, não deixe para amanhã e comece hoje a sua caminhada rumo ao sucesso profissional.

Kellen Kunz


Confira aqui algumas dicas para ser um bom profissional em seu trabalho.

Como ser um bom funcionário? Ser um profissional de sucesso é preciso ser confiável, proativo, seguro, um líder e discípulo. Porém, para ser indispensável é preciso um pouco mais.

As empresas recebem inúmeros currículos diariamente, pessoas interessadas em um bom emprego, estabilidade e um salário diferenciado. O estilo do funcionário contratado acaba se destacando nos primeiros dias, uns mais rápidos, outros nem tanto, uns finalizam as tarefas enquanto outros largam pela metade com a desculpa do esquecimento. Mais para aqueles que querem ser reconhecidos, ganhar respeito e ser indispensável, seguem umas dicas para chegar lá.

· Adquira Habilidades Profissionais: Seja ético e educado, é essencial conviver bem em equipe, criar laços, falar a verdade, honestidade é muito importante para a boa convivência. Procure não perder tempo com brincadeiras, ter uma personalidade divertida é válido, porém tudo tem certo limite, ainda mais no ambiente de trabalho, o que é exagerado acaba perdendo a graça e atrapalhando. A habilidade social é muito importante. Trabalhar em equipe, saber ouvir e se comunicar. É essencial que você aprenda a lidar com diferentes tipos de pessoas.

· Tenha Iniciativa e Seja Proativo: Desenvolva as suas habilidades de analisar e pensar criticamente. De sempre o seu melhor, melhorando o que precisa ser melhorado. Se vir algo errado não espere alguém comentar, corrija. Aceite criticas graciosamente. Isso te ajudará a saber o que os outros esperam de você, sabendo assim o que precisa mudar. Se alguém te criticar de forma rude de uma maneira que te magoe, esfrie a cabeça, se acalme e pergunte a pessoa se pode falar com ela. Diga o que sente com respeito, que você quer corrigir o problema e precisa saber o que deve ser mudado.

· Seja Organizado: Mantenha uma ordem em suas coisas de trabalho. Respeite o tempo de entrega de projetos. Cumpra suas tarefas no tempo determinado. Organize seus horários para produzir mais e melhor. Faça lista de tarefas. Se não souber como fazer algo, descubra. Não arrume desculpas para não faze lo. Tudo o que for fazer faça bem feito.

· Entenda a Missão da Empresa e Seja Pontual: Entenda os objetivos da empresa e traga para o seu dia a dia. Pergunte sempre quais as expectativas de produtividade. Seja interessado. Seja pontual, cheguem antes, não custa chegar 15 minutos antes todos os dias. Nunca deixe ninguém esperando por você, é antiprofissional e deselegante. Tenha um bom relacionamento com os colegas de trabalho, não ande com colegas que desrespeitam ou falam mal dos outros.

· Seja Exemplo, Seja um Líder: Seja voluntário para liderar projetos. Faça seu serviço com alta qualidade. Tenha atitude positiva. Quando levar um problema a seu superior, já leve pelo menos uma solução em mente. Seja um solucionador de problemas. Não traga sua vida pessoal para o trabalho. Não arraste os pés. Levante seu pé e caminhe com orgulho. Ganhe reputação por ser mais pontual e organizado que os outros. Não fofoque no trabalho. Você não é pago para ser um instigador ou conspirador. Se vista tão bem, ou melhor, que seu superior: Sapado fechado, calça social, camisa que não mostre o colo, saia ou vestidos no joelho. Seja seguro e confiante. Se precisar fique até mais tarde. Tire uns minutos para limpar sua mesa de trabalho.

Seja Grato, Sempre Diga Obrigado: Isso fará com que os outros façam mais por você. Ser um bom profissional trata-se de uma posição que irá beneficiar somente a você, se for um bom funcionário esta reputação andara sempre contigo e te fará indispensável.

Dany Bueno


Algumas questões como falta de interesse, faltas no trabalho, excesso de ego, atrasos e a falta de criatividade são os pontos destacados na matéria que podem prejudicar.

O sonho de todo mundo é ter uma vida profissional de sucesso, ser um funcionário eficaz e empregável. Mas como conseguir isso? O segredo é estar sempre atualizado e preparado para o mercado de trabalho. É importante que o profissional tenha o anseio de procurar pela formação ideal, obter frequentemente novos conhecimentos, atualizar os conhecimentos já obtidos, realizar novos cursos, aprimorar as habilidades, ser determinado, motivado e objetivo.

Além disso, para conquistar uma ótima posição no mercado de trabalho é importante que o profissional evite algumas atitudes que atrapalham a evolução da carreira. Entre essas atitudes encontramos:

Falta de interesse

O profissional deve estar atento nos interesses da empresa em que trabalha, isso é importante para a evolução dos dois lados. Um profissional que não é comprometido com as suas tarefas, acaba com a sua imagem prejudicada.

O mercado de trabalho procura por profissionais que são comprometidos, dedicados, objetivos, responsáveis e busquem se desenvolver cada dia mais.

Faltas

No momento que o profissional começa a faltar muito no trabalho, ele passa a imagem de descaso. Faltar por qualquer razão dá a impressão que ele não precisa da empresa, com isso a empresa começa a não precisar dele.

Quando um funcionário falta, é necessário que ele explique o motivo da sua falta e se possível entregue um atestado médico. Excesso de faltas pode ocasionar demissão, ele pode ser demitido até por justa causa.

Excesso de ego

Para conseguir uma carreira de sucesso, o profissional deve ser humilde. Ter excesso de ego e nunca admitir os erros pode prejudicar o crescimento da vida profissional. Todos erram, por isso existem os níveis hierárquicos na empresa.  

Ninguém iniciou a carreira como pleno, sênior, gerente ou diretor.  Quem está no topo da carreira iniciou como estagiário, trainee ou júnior. Chegou no topo conforme foi obtendo novos conhecimentos e reconhecendo os erros.

Atrasos

O profissional deve ser pontual e cumprir com o seu horário de trabalho. Chegar atrasado passa a impressão que o profissional não é responsável com as suas atividades, com os clientes e com a empresa.

Falta de criatividade

O profissional deve ser criativo e proativo, deve resolver os problemas e os desafios surgidos na empresa com soluções inovadoras e eficientes.

Trabalhando com criatividade, o profissional oferece mais do que o cliente e a empresa necessitam. 

Aline Aparecida Feitosa Dias


Confira aqui algumas dicas do que fazer para se tornar um profissional altamente empregável.

A questão que não sai da cabeça dos profissionais é sobre a empregabilidade. Para ser um profissional altamente empregável é necessário ter uma série de qualidades que diferenciam dos concorrentes. É importante ter uma formação, realizado cursos adicionais na área em que é formado, experiência, facilidade com computador, internet e conhecimento em outros idiomas. Outro fator importante é estar atualizado sobre assuntos como: economia, negócios, internet e política.  

Devido à crise econômica que o Brasil está sofrendo, a procura por um profissional empregável ficou mais difícil. As empresas estão mais exigentes, pois tem muitos profissionais bons e desempregados.

As empresas exigem diversos fatores para um profissional conseguir a oportunidade desejada:

Capacitação

Se o candidato não tiver conhecimentos específicos sobre a área da vaga, dificilmente passará no processo seletivo da empresa.

Entregar além do que é pedido

Com o mercado de trabalho tão concorrido como está atualmente, é importante que o profissional entregue além do que é pedido nas suas atividades.

Tenha um Perfil Cosmopolita

O profissional deve saber interagir com diversas pessoas, integrar em várias áreas, estar aberto para obter uma cultura maior, obter novos conhecimentos e ter uma mentalidade que abranja tudo.

Estar sempre Atualizado

As empresas estão à procura de profissionais que as pesquisas e os estudos vão além do conhecimento técnico. Por este motivo, O profissional deve estar sempre atualizado e realizando cursos que envolvem a sua profissão.

Conhecer Outros Idiomas

No Brasil estão instaladas várias empresas multinacionais, por esse motivo os profissionais que conhecem outros idiomas, como inglês e espanhol, se destacam entre os profissionais que não tem conhecimento desses idiomas.

Facilidade com Tecnologia

A tecnologia está tomando conta do mundo, cada dia que passa mais as tecnologias são inovadas ou surgem tecnologias novas. Com isso, os profissionais devem ter facilidade para trabalhar com elas.

Redes Sociais

O profissional que sabe utilizar de maneira correta as redes sociais distribuídas pela internet, sai na frente dos seus concorrentes. As empresas utilizam as redes sociais para analisar o perfil do profissional.

Porém, obter essas qualidades não é tão difícil como pensamos. O profissional pode desenvolver suas habilidades, investir em um ótimo curso de graduação, cursos técnicos, curso de idiomas (inglês e espanhol) e cursos de capacitação. Além disso, existem diversos cursos ou apostilas acessíveis na internet, na maioria das vezes são gratuitos e o profissional pode estudar nas horas livres. 

Aline Aparecida Feitosa Dias


Estudo realizado pela CarrerBuilder identifica as 7 áreas que mais fazem os profissionais engordar.

Sentimos diariamente os efeitos positivos ou negativos trazidos pelas carreiras profissionais. Passamos a maior parte do dia no ambiente de trabalho e isso pode nos trazer diversos problemas de saúde: dores musculares, estresse e aumento de peso.

De acordo com uma pesquisa realizada pelo “CarrerBuilder”, as 7 carreiras que mais engordam são: Saúde, Varejo, Transporte, Vendas, Manufatura, Serviços Financeiros e Tecnologia da Informação.

Foram entrevistados mais de 3 mil trabalhadores que atuam no EUA, entre eles 55% estão acima do peso ideal e apenas 17% dos entrevistados emagreceram após terem começado a trabalhar. Entre as pessoas que engordaram, as mulheres foram mais afetadas do que os homens, representando 49%.

Além da carreira e do sexo mais afetado, o cargo em que o profissional atua também ajuda para obter peso, entre os entrevistados 49% dos profissionais que engordaram ocupam o cargo de gestão, os outros ocupam níveis hierárquicos inferiores.

Entre os profissionais que engordaram depois de terem começado a trabalhar, 49% atuam na área de transporte, 48% na área de saúde, 46% na área de serviços financeiros, outros 46% na área de vendas, 39% na área de manufatura e 38% na área de tecnologia da informação.

Isso ocorre porque os profissionais ficam muitas horas sentados na frente do computador, não se alimentam bem, os horários das refeições não são regulares, costumam “beliscar” o dia inteiro, participam de festinhas realizadas pela empresa, comem muito lanches, participam de happy hour com os colegas de trabalho e falta tempo para realizar algum exercício físico.

Caso você atue em alguma dessas áreas e também aumentou o peso, é bom ficar ligado com relação a sua saúde. Procure não ficar muito estressado, pois o estresse é um dos fatores que mais contribuem para o aumento de peso. Por isso, é importante saber conciliar a vida profissional com a vida pessoal, procure sair, se divertir, viajar e praticar exercícios fisicos. Quem fica muito focado na vida profissional e passa a maior parte da vida só trabalhando, tende a ficar mais estressado do que aquela pessoa que tem responsabilidade com a vida profissional, mas também procura aproveitar a vida pessoal.

Além disso, procure trabalhar com o que você realmente gosta. Quando trabalhamos com algo que não gostamos, o estresse acostuma aumentar.

Aline Aparecida Feitosa Dias


Sucesso na carreira está intimamente ligado com o planejamento. Confira aqui como ter sucesso em sua carreira profissional.

Caro leitor, não quero aqui lhe dar a fórmula do sucesso, até porque eu não acredito que isto exista. Mas eu acredito que tudo parte das nossas escolhas. Tem determinadas escolhas que fazemos que afetam nossa vida profundamente. E uma dessas escolhas cruciais é a nossa profissão. O que vou fazer para da minha vida, carreira e ou até mesmo sobrevivência? Muitos dizem que devemos fazer o que gostamos, outros que devemos fazer o que dá dinheiro. Nesse processo muitos tentam fazer o que gostam, mas não tem sucesso em suas vidas e acabam fazendo o que nunca imaginaram e muitas vezes queriam fazer. Outros tentam apenas ganhar dinheiro e não tem o preparo necessário para alcançar o mesmo. De todas essas tentativas, uma coisa posso lhe garantir, em todas a necessidade de planejamento é fundamental.

A realidade hoje é que para se ter sucesso profissional é preciso trabalhar, mas estamos diante de um geração que nasceu no que chamo de 'Sociedade Fast-food', o que seria isso? Esta geração é acostumada a tudo rápido, prático e na mão. Não entendem muito bem o esforço para conseguirem o que precisam. Acreditam que somente os outros devem servir. Quando pegamos grandes empresários e até mesmo os pequenos que tem sucesso em suas carreiras. Vemos que os principais elementos de seu sucesso é o esforço, o trabalho, o planejamento, o sonho e outros elementos que precisam de uma ação humana. Eu digo sair de sua zona de conforto e dar um passo para o sucesso.

Outro problema que temos também é nossa realidade brasileira. Estamos diante de uma crise política, financeira e social. Parece que nada está como antes, e realmente não está. A necessidade de um esforço agora é ainda maior. E escolher uma carreira, uma profissão ou até mesmo mudar de uma profissão para outra é um desafio ainda maior. Então, onde começar?

Algo que vários especialistas da área de recursos humanos (RH) falam é sobre um profissional empreendedor. Está palavra, empreendedor, está cada dia mais presente no nosso mundo. Todas empresas hoje buscam não mais o colaborador que sirva em uma função, mas aquele que é versátil, visionário e capaz de criar soluções implementáveis para a organização. O problema é que este profissional é caro e quase nunca as empresas pagam um salário justo aos seus profissionais. Principalmente os iniciantes. Então como ter sucesso na carreira? Uma boa dica é dada pelo juíz Willian Douglas. Ele fala sobre os concursos públicos. Aliás, algo que tem sido perseguido por muitos brasileiros. Mas qual a realidade do funcionalismos público que tantos querem buscar esta solução?

Bem, o que é o trabalho público? Como ingressar? Tenho um plano de carreira? Quais as vantagens e desvantagens do funcionalismo público? Aqui chegamos a algumas perguntas que muitos concurseiros tem, mas que deixam para depois que passam para responder. Como disse o Deputado Federal Tiririca: "Quando eu chegar lá eu vejo o que faz um Deputado!". E aí está um grande problema dos concurseiro. Muitos caem na enganação talvez que o concurso público é muito bom, pois dá estabilidade. Como eu disse, é preciso ter um planejamento na sua carreira. O concurso público tem suas vantagens e desvantagens. Uma talvez e mais atraente vantagem é a estabilidade. Salários também costumam atrair muito, mas temos que ser cautelosos. Primeiramente para qual cargo vou prestar concurso? Muitos fazem concursos que estão na moda ou que tem um bom salário. Isso é válido desde que seja para alcançar o que se planejou anteriormente para a sua carreira. Exemplo, eu quero trabalhar como promotor de justiça, mas preciso de dinheiro para pagar a faculdade e continuar meus estudos. Então eu faço um concurso 'escada', presto para uma área que não é diretamente a que eu quero, mas que pode me auxiliar durante um tempo para alcançar minha meta. O problema quando isso torna-se o plano A e deixamos de seguir nossos sonhos (Não queremos mais esforçar). O que ocorre e de chegarmos em repartições públicas e sermos mal atendidos, por pessoas frustradas que não estão no posto que queriam e não tem mais motivação para seguir seus sonhos. E quem paga é o cidadão.

Esse pequeno texto é para fazer cada um refletir sobre onde começar minha vida profissional? E sempre o seu comerço será atravez de um planejamento. Analise suas capacidades, seus conhecimentos, seus sonhos, suas vontades. Tudo isso irá lhe ajudar a planejar onde começar, onde você quer chegar e aí como irá fazer isso. Pesquise sempre sobre as profissões que você escolher e principalmente não desanime. Muitas vezes você pode estar em uma situação difícil que parece não ter saída. Neste momento é a hora de parar e refletir. Rever seus planos e muitas vezes procurar ajuda. Sempre tem pessoas dispostas a ajudar. Mas o principal, não pare. Continue buscando seu ideal até conseguir, pois o sucesso é trabalhoso, mas ele chega para os que o perseguem. Assim é a vida de um vencedor, sempre buscando a cada dia mais o sucesso. E cada dia você dará um passa rumo ao seu sonho.

Helinton Alves Coelho


Confira aqui algumas dicas e conselhos para você que está pensando em mudar de carreira profissional.

Você sabe o que quer na vida? Está satisfeito com o seu emprego ou quer mudar? Toda mudança implica coragem, ousadia e força de vontade. Há pessoas que se acomodam no mesmo emprego por muitos anos e passam a vida sem existir, ou seja, abrindo mão dos seus sonhos por medo ou aflita de confiança em si mesmo.

Entretanto, há àquelas pessoas que saem da zona de conforto e encaram a situação. Tornam-se donas da sua vida e vivem pelos seus sonhos. Ou seja, vivem a sua vida conforme desejam, mesmo se as pessoas ao redor discordarem.

Para mudar, é preciso ousar, saber o que quer, planejar e acreditar na sua capacidade. Além disso, é necessário vencer a inércia e a resistência, uma vez que o comodismo é um hábito comum. Mudar de emprego provoca insegurança, tensão e pode ser considerada uma atitude radical para muitas pessoas. Mas, por outro lado, também é ruim passar muito tempo trabalhando com algo que não gosta, certo?

A sociedade impõe valores, culturas, privilegia algumas atividades e despreza outras. Portanto, as pessoas que almejam mudar de carreira devem saber confiar na sua intuição, mesmo que a vida imponha diferentes tipos de circunstâncias. Por exemplo, você é professor, mas quer ser engenheiro? Por que não começar uma faculdade? Programe-se financeiramente, junte dinheiro e comece o seu curso.

Desta forma, não crie dificuldades na sua cabeça, muito menos limitações. Concentre-se no que quer e ouse mudar. Lembre-se de que a vida é feita de erros, tentativas, medos e fracassos, além de vitórias, sucesso e coragem. Que tipo de vida você quer? Seja um exemplo para as outras pessoas e inspire-se no melhor que puder ser, para a sua mudança. Comece um dia de cada vez, mas comece. A sua carreira é construída aos poucos e com a sua força de vontade. Que tal começar? Sucesso e boa sorte!

Por Babi


Confira aqui algumas dicas de como escolher a profissão certa para sua carreira.

Escolher a profissão certa é um dos maiores desafios do estudante. Como encontrar a carreira ideal? Na época do vestibular, por exemplo, muitos candidatos indecisos podem escolher uma profissão pela influência da família, amigos e acabar se desviando do seu próprio caminho. Neste período, a pessoa deve buscar ter controle da ansiedade e pesquisar sobre as áreas que têm mais afinidade.

Na sociedade contemporânea, os estudantes têm concluído o ensino médio mais cedo, o que pode prejudicar na opção da profissão, principalmente se eles sofrem pressão das pessoas ao redor. A escolha da carreira adequada exige tempo e dedicação, ou seja, a pessoa deve procurar reunir o maior número de informações possíveis sobre a área que pretende atuar. Neste sentido, o estudante pode conversar com outros profissionais e conhecer a história de vida, visitar feiras específicas sobre as carreiras (que são organizadas pelas faculdades), ir a Workshops, saber sobre o salário, áreas de atuação e local de trabalho, entre outras.

Além disso, o autoconhecimento é primordial para a tomada de decisão sobre a trajetória profissional. Desta forma, a pessoa pode procurar conhecer as suas ambições, limitações, prioridades, pontos fortes e fracos, por exemplo. Fazer uma análise de si mesmo e sobre as suas pretensões para o futuro.

Com várias possibilidades reunidas é preciso filtrar as profissões de interesse para que a confiança seja desenvolvida. Por exemplo, muitas pessoas acabam tomando decisões precipitadas pela pressa em resolver o conflito, o que pode ser muito prejudicial para a trajetória profissional. O estudante deve conversar com os seus familiares sobre as profissões que têm interesse, mas deve se conhecer para saber sobre as suas limitações.

Os testes vocacionais profissionais também são recomendados e podem ser utilizados para o auxílio durante este período. Portanto, é necessário ter calma e cautela para descobrir o que se quer realmente, sobretudo quando existem muitas opções pelo caminho. Boa sorte!

Por Babi


Confira aqui algumas atitudes que podem prejudicar e até mesmo atrasar a sua carreira profissional.

O ambiente profissional é repleto de desafios e competividade nos setores. Mas existem posturas que podem simplesmente prejudicar a sua carreira profissional, sabia? Crescer de forma profissional implica ter postura e saber estabelecer limites. Que tal ficar por dentro de algumas posturas prejudiciais e que devem ser evitadas?

profissional que fala “sim” para tudo e aceita executar todos os diferentes tipos de atividades. No ambiente corporativo, a pessoa deve saber falar “não” para não perder o foco das atividades principais. Além disso, a pessoa que fala “sim” pode assumir uma carga de compromisso maior do que pode cumprir e, assim, não entregar a tarefa dentro do prazo ou não cumpri-la, por exemplo. Por isso, aprenda a dizer “não” e só assuma atividades que possam ser cumpridas.

Muitos profissionais trabalham para pagar as contas apenas. Desta forma, não estabelecem um objetivo ou uma prioridade na vida. Qual a razão do seu trabalho? Por que você levanta da cama todos os dias? Que tal refletir um pouco sobre as suas principais realizações e vontades?

A falta de proatividade é um dos principais fatores prejudicais na carreira. As pessoas tendem a atrasar as suas tarefas ou deixar para executar uma atividade de última hora. Atualmente, o profissional deve ser proativo e não ficar esperando as coisas acontecerem, é necessário lutar pelos sonhos. Você é proativo ou tem medo de ser porque se sente inseguro? Faça uma autoavaliação para encontrar as respostas e estabelecer as mudanças necessárias na sua vida profissional e pessoal.

Outra postura inadequada é a falta de autoconhecimento. O profissional deve se conhecer, saber os seus pontos fortes e fracos, para tentar suprir ou corrigir lacunas. Por meio do autoconhecimento, várias habilidades podem ser desenvolvidas no mundo corporativo, por exemplo. Por isso, é fundamental que as pessoas tenham motivações, saibam os seus valores e princípios, para promover as mudanças adequadas.

Gostou das dicas? Não deixe de compartilhar com os seus amigos!

Por Babi


Quem conhece bem os seus próprios talentos tem mais chances de aplicar corretamente a energia necessária para buscar o sucesso profissional.

Quem deseja chegar ao sucesso, seja na vida profissional ou no pessoal, deve gastar um bom tempo buscando o autoconhecimento. De acordo com os especialistas, quem conhece bem os seus próprios talentos tem mais oportunidade de investir corretamente para aprimorar suas qualidades.

Quando temos real noção de nossos pontos fortes podemos aplicar corretamente a energia necessária para a busca do sucesso. Assim, podemos ir além do senso comum e obter facilmente destaque em nosso meio.

Todas as pessoas têm pontos fortes, mas o que diferencia um vencedor é o autoconhecimento que possui, que possibilita um esforço muito menor na hora de investir corretamente energia, tempo ou dinheiro. Todos nós nascemos com algum tipo de talento, basta saber exatamente qual é, para que possa ser lapidado.

Buscando o autoconhecimento:

Algumas pessoas podem se perguntar como identificar seus pontos fortes. Algumas características devem ser observadas, por exemplo, o prazer em executar determinadas tarefas pode ser um indicador do que você faz com mais facilidade, a área em que tem maior aptidão.

Outra forma de identificar seus pontos fortes é avaliar suas atividades corriqueiras ao longo do dia, ao invés de buscar algum fato que se sobressaia.

Se você não conseguir sozinho descobrir suas potencialidades, vale conversar com outras pessoas próximas, e que tenham a oportunidade de conviver diariamente com você. Elas podem ajudar você a encontrar o caminho de suas maiores qualidades.

É importante mudar:

Mesmo que você passe a conhecer bem suas qualidades, considere o fato de que as coisas mudam. De acordo com o desenvolvimento de suas habilidades outras podem surgir.

O peso que cada novo interesse terá na sua vida no futuro é escolha sua. O importante é estar sempre buscando o aperfeiçoamento, em todas as áreas. Uma pessoa que busca a perfeição é sempre bem vista no ambiente de trabalho e nas relações interpessoais, e ter bons relacionamentos com certeza é um bom caminho para o sucesso.

Por Patrícia Generoso


Algumas profissões não sofrem nenhum impacto com a crise econômica pela qual o Brasil está passando.

Em plena crise econômica no país é normal a preocupação dos profissionais com os possíveis rumos da carreira. Algumas profissões são mais vulneráveis às oscilações financeiras, o que deixa seus empregados em estado de alerta a qualquer alteração no cenário financeiro brasileiro.

Mas não é o que acontece com algumas profissões em especial. Mesmo na crise, algumas profissões não sofrem tanto com os efeitos da retração na economia. Segundo o sócio da consultoria Search, Marcelo Braga, o mercado financeiro, o agronegócio e o mercado farmacêutico são os segmentos que menos foram afetados pela atual crise brasileira.

Confira alguns setores que sofreram pouco com a crise econômica brasileira:

Compras e suprimentos: Sua capacidade de renegociar contratos antigos, buscar novos fornecedores e também sua capacidade de avaliação de prioridades e necessidade de compra faz com que seja uma figura-chave na redução de despesas para as empresas. Uma verdadeira peça chave, que não pode ser dispensada.

Gestor de projetos e processos: Esses profissionais ajudam a empresa a reorganizar procedimentos e melhorar a gestão de seus projetos. Fazem isso com o lançamento de novos produtos ou mudança de sistemas integrados. Seu objetivo é tudo o que a empresa mais quer: economizar o máximo de tempo e dinheiro possível.

Desenvolvedor de software: Um dos setores que mesmo com a crise continua crescendo é o de tecnologia, portanto os profissionais dessa área pouco tem com o que se preocupar.

Engenheiro de energia renovável: A falta de profissionais experientes no setor faz com que a mão de obra desse profissional seja visada e valorizada. Como o setor é relativamente novo no Brasil, consegue ter uma maior resistência à crise.

Analista ou supervisor de custos: Como o tempo é de cortar gastos e de apertar os cintos na área financeira, esse profissional é muito valorizado nas empresas e nenhum empregador vai abrir mão de um funcionário que ajuda a manter as contas sob controle. 

Por Patrícia Generoso


É preciso ter muito cuidado e analisar se realmente está em uma carreira profissional que não está lhe agradando.

Tomamos todos os cuidados na hora de escolher a carreira que iremos seguir, mesmo assim corremos o risco de descobrir mais adiante que escolhemos a carreira errada ou então, depois de um certo tempo atuando naquela área, percebermos que aquela carreira não era exatamente o que imaginávamos. Se você encontra-se nesta situação, saiba a seguir o que fazer.

A primeira atitude é fazer uma relação, descrevendo tudo que você considera negativo no seu novo trabalho. Esta atitude é extremamente importante porque pode acontecer de você estar seguindo a carreira certa, mas tem alguma outra coisa lhe incomodando. Vamos supor que você faça esta relação e descubra que, o que está lhe deixando chateado é o baixo salário recebido, ou seja, não há motivos para trocar de carreira, você deve é procurar um emprego que lhe pague mais.

Como vemos, é preciso ter uma noção exata do problema, para aí sim, tentar resolvê-lo. Se, ao fazer a relação, você realmente constatar que a solução é trocar de carreira, aí sim, é hora de passar para o próximo passo!

Mesmo estando definido que você realmente não está na carreira certa, será preciso analisar um último ponto, antes de jogar tudo  para o alto: as vantagens da carreira atual. Tomar a decisão de mudar para outra carreira é algo muito sério em nossa vida. Se você tem certeza que está na carreira errada, antes de abandoná-la para buscar um outro caminho, avalie os pontos positivos de sua carreira atual. Pode ser que, mesmo estando na carreira errada, você acabe considerando continuar nela, então o jeito é adiar a mudança profissional, pelo menos por enquanto.

Mas não há nada errado em descobrirmos que estamos na carreira errada. Errado pode ser se continuarmos nela, pois não trabalharemos motivamos, não seremos felizes profissionalmente e se você quer outra carreira, independente da idade em que se faz esta descoberta, volte para a faculdade, recomece, busque novamente o aprendizado. Para muitos profissionais, principalmente aqueles que estão em posição de liderança, é difícil voltar para a sala de aula, ter que voltar a "aprender", mas é preciso.
As empresas estão muito exigentes e se você dedicou-se tanto à carreira errada, agora é hora de dedicar-se à carreira certa, pense bem nisso.

Devemos levar em consideração que cada caso é um caso. Para alguns profissionais é hora de voltar para a faculdade, para outros é hora de voltar para um curso profissionalizante, ensino técnico, enfim, avalie qual é realmente a carreira que gostaria de seguir e o que o mercado atual está exigindo destes profissionais para que aí sim, você possa traçar suas metas.

Se for possível, não abandone a antiga carreira sem antes estar bem qualificado para a nova, inclusive a antiga carreira poderá ser de fundamental importância para que você consiga, definitivamente, seguir a carreira que tanto deseja.

Por Russel


Tradutor e Especialista em Aparelhos de Medicina são as carreiras que prometem estar em alta até 2019.

Atualmente, encontrar um emprego não é tarefa nada fácil. A cada dia que se passa é necessário especializar-se mais e mais. Além disso, o curso de graduação, já se tornou algo simples e contumaz. Ser graduado em alguma faculdade, hoje, não garante um bom salário e nem oferece um ar de estabilidade na procura de um emprego. Atualmente, a especialização em áreas das mais variadas que existem é o “plus” que o mercado empregatício busca. Porém, na hora de escolher sua profissão, muitos fatores contam.

Em um passado recente, as profissões que dominavam o mercado de trabalho eram as Engenharias, Medicina e Direito. Qualquer curso fora dessas graduações não era bem visto por alguns familiares desinformados e empregadores preconceituosos que insistiam em ter fixa essa ideia. No cenário atual, por incrível que pareça, uma das profissões que mais promete crescer e empregar pessoas em todo o mundo no ano de 2019 é Tradutor. Sim! Com esse monte de livros, artigos e textos que são lançados, diariamente, em todo  mundo, não faltará textos a se traduzir e, consequentemente, muitos tradutores serão requisitados pelo mercado de trabalho.

Outra profissão que promete “bombar” até o ano de 2019 é o Especialista em Aparelhos de Medicina. Hoje, devido à grande expectativa de vida da população, aparelhos e equipamentos hospitalares são muito requisitados, porém, ainda, faltam profissionais no mercado.

O atual texto se baseou em uma pesquisa de mercado dos Estados Unidos da América, porém há de se entender que os efeitos dessas novas modalidades de profissão irão atingir todo o mundo, haja vista os efeitos da globalização que são vividos por nosso planeta desde o final dos anos de 1970.

Uma coisa é certa. Antes de pensar em executar alguma profissão, esqueça as vaidades e anseios de seus familiares e busque fazer estudos de mercado antecipadamente a fim de não se tornar mais um dos milhares de desempregados em todo o mundo.

Por Daniel Alves


Desenvolver algumas habilidades profissionais é necessário para construir uma boa carreira.

O mercado de trabalho está cada vez mais exigente em relação às habilidades dos profissionais. Sendo assim, aqueles que conseguem acumular habilidades durante sua vida têm muito mais oportunidades.

Hoje em dia, não basta ter apenas uma boa formação acadêmica, é preciso desenvolver habilidades que irão lhe ajudar a conseguir colocar tudo o que você aprendeu em prática de uma forma que agrade a empresa e os profissionais que trabalham em sua volta.   

Muitas vezes não é fácil desenvolver qualidades para se tornar um profissional competitivo. Diagnosticar possíveis pontos de melhora irá ajudar a conseguir melhorar sua carreira. Veja abaixo cinco habilidades que todo profissional bem-sucedido precisa desenvolver:   

– Tenha inteligência social:

Trabalhar e conviver em equipe com certeza não é algo fácil. Todos somos diferentes em ideias, ponto de vista e formações. Mas ter um ambiente agradável de trabalho é possível e isso depende basicamente de como os profissionais utilizam sua inteligência social. Demonstrar empatia por colegas de trabalho e ajudá-los a conseguirem objetivos coletivos é importante para o bom andamento da empresa.   

– Tenha habilidade com ferramentas digitais:

A tecnologia chegou em todos os campos de sua vida. Não há mais como deixá-la de lado. Para conseguir ser um profissional bem-sucedido é preciso que você domine ferramentas digitais, principalmente as que estiverem intimamente ligadas ao seu trabalho. Elas certamente ajudarão você em seu trabalho, aumentando a produtividade e oferecendo resultados mais eficientes.   

– Saiba como se posicionar:

Muitos profissionais quando não concordam com algo ligado ao seu trabalho tendem a ser rudes ou agressivos. Isso é um erro que só os prejudica. É preciso saber o momento certo para colocar seu posicionamento. Se você participou de uma reunião acalorada e não concordou com algumas das questões debatidas, talvez seja necessário que você converse com o líder do projeto em particular. Reporte-se para o profissional que realmente lidera o projeto. Opinar para pessoas erradas é uma das primeiras práticas para criar um ambiente instável.   

– Saiba se adaptar rapidamente:

As empresas atuais podem até tolerar erros, mas não toleram profissionais que não sabem utilizar suas experiências para melhorarem. Adaptar-se de maneira rápida é uma das habilidades mais requisitadas nos profissionais atuais. Ainda é comum encontramos pessoas que relutam em fazer mudanças necessárias, principalmente quando elas estão ligadas a tecnologia.   

– Saiba elogiar:

O ambiente corporativo muitas vezes é exigente e ingrato, mas você não precisa ser assim. Os profissionais que sabem o momento certo de elogiar seus colegas são bem vistos pela empresa e pelos outros profissionais que estão em sua rotina de trabalho. Reconhecer um bom desempenho é sinal que você está atento às práticas realizadas em sua equipe e certamente motivará outros a melhorarem.

Por William Nascimento


MBTI é um método que define diversos perfis de personalidades auxiliando na escolha da profissão.

A dúvida sobre qual profissão escolher é muito comum e hoje existem vários métodos que ajudam os futuros profissionais a tomarem esta difícil decisão e um destes métodos é o que auxilia na escolha da carreira através da personalidade de cada pessoa.

O MBTI – Myers-Briggs Type Indicator – é um destes métodos e ele define diversos perfis de personalidades para que assim fique mais fácil a escolha da profissão.

Primeiramente, há 5 grupos com os quais as pessoas mais se identificam com uma das duas alternativas:

– Mente: Introvertidos e Extrovertidos;

– Energia: Intuitivos e Observadores;

– Natureza: Pensantes e Sentimentais;

– Táticas: Julgadores e Exploradores;

– Identidade: Assertivos e Cautelosos – este é um grupo considerado atualmente por muitos estudiosos, que o apontam como uma forma de saber sobre as habilidades e capacidade de decisão das pessoas.

Estes grupos têm como parâmetro definir como a pessoa interage com o mundo, como as informações são processadas e como as decisões são tomadas. Avalia ainda como a pessoa lida com suas emoções e, por fim, como a pessoa lida com a questão do trabalho, fazendo planejamentos e tomando decisões.

As combinações dos 4 primeiros grupos nos levam a 16 principais tipos psicológicos, que identificam qual a melhor carreira a ser seguida baseando-se na personalidade de cada pessoa.

As pessoas "Analistas", por exemplo, são as que têm um tipo raro de personalidade, são estratégicos e não chegam nem a 2% da população. Seria este o Grupo INTJ. Para este Grupo, as carreiras mais indicadas são: Direito, Pesquisa, Consultoria e Engenharia.

O Grupo INTP, que representa cerca de 3% da população, são Filósofos, Arquitetos, pessoas que sonham. Na história da humanidade as grandes descobertas foram feitas por pessoas deste grupo. Fazem sucesso nas áreas de Engenharia, Arquitetura, Urbanismo, TI e Ciências da Computação.

O Grupo INFJ são o oposto, não são pessoas sonhadoras. São mais objetivas e têm como característica, ajudar as outras pessoas. Para estes, as carreiras mais indicadas são as de Terapia, Psicologia, Educação, Assessoria de Imprensa e a área da educação.

Vale ressaltar, que este não é um método definitivo, justamente por se tratar da personalidade de cada um e nós sabemos que até as pessoas de um mesmo grupo não possuem personalidade idêntica, sendo que algumas pessoas possuem determinadas características, outras pessoas já possuem outras características. Em um mesmo Grupo podemos ter pessoas que se dão melhor em uma carreira indicada para um outro Grupo.

Por isso este método, ou qualquer outro que tente descobrir a carreira indicada para alguém, levando em conta sua personalidade, deve ter o acompanhamento de um Psicólogo, pois este sim, irá avaliar as características individuais do indivíduo e não de um grupo de pessoas, com isso, a chance de uma indicação mais precisa para determinada carreira será maior.

Por Russel


Você está feliz no seu trabalho?  Se não está satisfeito, então chegou a hora de recomeçar. Que tal dar uma nova chance a si mesmo para encarar outras oportunidades? Não é fácil sair da zona de conforto, mas é preciso buscar outras chances para ser feliz na carreira. A vida profissional assim como a pessoal, precisa de cuidados. Portanto, se não esta feliz na empresa, é preciso mudar.

Para recomeçar, muitas vezes, será preciso uma mudança radical. Ou seja, entrar em uma área diferente e investir em novos caminhos. Você sempre teve a vontade de fazer um curso, mas acabou escolhendo outro? Que tal recomeçar e ir atrás do seu sonho? Você vai precisar de muita coragem, porque não é fácil encarar um caminho novo. Por isso, busque por resultados que te farão feliz.

Desta forma, siga a sua intuição e não tenha medo de encarar mudanças ou desafios. Recomeçar exige esforço, empenho e convicção, mas no final, você vai colher todos os frutos que está plantando.

Se não está satisfeito na sua empresa, que tal procurar outro local para trabalhar?

Você, por exemplo, tem vontade de abrir um negócio? Por que não começar a juntar dinheiro e correr atrás do seu objetivo? Estude o negócio que deseja abrir, veja as possibilidades no mercado e invista no seu sonho.

Se você está estagnado, cansado e desanimado, então chegou o momento de concentrar as forças em si mesmo e recomeçar de uma maneira nova e objetiva. Muitas pessoas não vão te apoiar ou simplesmente irão criticar a sua ideia, mas se é a sua vontade, siga em frente. Tenha coragem de recomeçar onde parou e não perca tempo com pensamentos pessimistas e energias negativas. Pensamentos bons atraem coisas boas, por isso, invista e acredite no seu potencial para alcançar qualquer coisa que, realmente, desejar.

Então, concentre-se e tenha a coragem necessária para recomeçar e seguir em frente.

Boa sorte e sucesso! 

Por Babi


Quer tornar-se o líder de si mesmo? Seja o líder da sua carreira. Não deixem que tomem decisões por você ou escolham o caminho que vai seguir. Saiba o que deseja para a sua vida, foque no que almeja para si.

Independente do caminho que escolher, algumas pessoas irão te apoiar e outras não, mas é preciso que você tenha convicção e saiba enfrentar todos os desafios, para chegar aonde deseja. Seja líder de si e do seu destino, ou seja, não tenha medo ir pelo caminho, que sua intuição esta te guiando, confie nela e em si mesmo.

Ao tornar líder da sua carreira, as portas aos poucos vão se abrindo e você saberá que fez a escolha certa, mesmo que outras pessoas não fiquem ao seu lado. Portanto, viva a sua vida, dando o seu melhor.

Você quer largar o emprego e investir em uma outra carreira, que será mais feliz? Então, faça isso! Não está satisfeito com o seu curso de faculdade e quer mudar? A todo o momento você tem a capacidade de escolher o que é melhor para si, mas é preciso ter coragem para enfrentar as mudanças e as suas consequências, principalmente, quando as pessoas não vão te apoiar.

Faça uma análise da sua vida e reflita se está realmente feliz. Tornar-se líder de si mesmo é desenvolver autoconfiança e sabedoria, para que as coisas aconteçam da maneira correta. É saber o que quer e para onde está indo e, principalmente, lutar por aquilo que acredita e almeja.

Depois da reflexão, se achar conveniente mude e escolha ser feliz. Você pode e tem um grande poder dentro de si mesmo: o da mudança. Por isso, basta querer e ter atitudes para isso. Assim, você vai achar os melhores e os mais eficazes resultados para a sua felicidade.

Que tal tornar-se líder do seu caminho e da sua carreira?

Por Babi


Hoje em dia ficou fácil entrar em uma faculdade, mas nem todos têm certeza do curso que quer fazer. Muitos ainda, sob pressão da família ou da mídia, acabam escolhendo qualquer curso, só para enfeitar o currículo ou para chamar a atenção com o status que a profissão oferece. Para não ter que passar por isso, veja o que você precisa saber antes de escolher um curso na faculdade:

1. Conheça seu perfil

Primeiramente, é importante que você conheça o seu perfil. Para isso, perceba do que mais gosta, para o quê tem mais aptidão, e a área que te dá mais prazer. Não adianta escolher medicina porque todos os amigos do colégio vão se inscrever no vestibular ou porque é uma posição com status de grande visibilidade no mercado e na sociedade em geral. Esqueça tudo isso e pense apenas em você mesmo.

Como quer estar daqui pra frente e daqui a 5 ou 10 anos depois. Faça planos para o seu futuro e se apegue à eles. Lembre-se sempre de que você não é igual a todos, por isso que tem que se conhecer melhor, pois só assim saberá qual caminho é ideal para você. Nessa hora, reserve-se para pensar nisso sozinho, não fique falando para as outras pessoas senão elas darão palpites, e nesses momentos, palpites e opiniões alheias tendem a atrapalhar.

2. Frequente cursinhos para vestibular

Enquanto você vai pensando em qual curso para escolher, aproveite para entrar em um cursinho para vestibular, pois desta forma, você estará exercitando o seu cérebro e assim ficará até mais fácil de decidir, já que também você estará rodeado de pessoas com a mesma intenção. Enfim, não tenha medo de esperar ou de gastar tempo decidindo qual curso você quer, pois nunca é tarde demais para estudar e obter o conhecimento. Caso houver necessidade, fale com profissionais da área de consultoria.

Por Daniela Almeida da Silva


Formar uma carreira pode ser um caminho difícil para muitos, pois requer muita disciplina e determinação. Por isso, se a sua intenção for construir uma carreira nesse momento, veja o que você precisa saber:

1. Esteja sempre aberto à novos aprendizados

Nunca pare de estudar, mesmo que você seja um profissional muito experiente, pois a educação recicla aprendizados e favorece os novos. Por isso, esteja sempre aberto à novas oportunidades e novos conhecimentos quando eles aparecerem nessa fase. Nunca ninguém é cem por cento ou está cem por cento satisfeito com tudo, e quando está, não há necessidade de mudança. Sempre é bom fazer um segundo idioma, uma pós-graduação, um curso técnico ou profissionalizante, conhecer uma área nova, etc.

2. Saiba ouvir e questionar

Quem se prontifica a ouvir os outros no trabalho sempre terá uma oportunidade de aprender mais. Nesse caso, é necessário ouvir mais e falar menos. Ouça tudo o que os outros têm a dizer sobre você também, mesmo que seja uma crítica, uma sugestão, elogios, etc. Ouvir mais fará de você um grande líder entre os demais.

3. Faça uma rede de contatos profissionais

Torne-se um profissional bem relacionado e estabeleça sua rede de profissionais, pois a maioria das empresas hoje em dia contratam mais por indicação. Portanto, crie novas redes para seus contatos pessoais e estabeleça contato com aqueles que você já possui. Procure manter sempre um contato regular, mesmo que seja através de uma rede social ou por qualquer outro meio de comunicação.

4. Faça uma autoavaliação

Avalie periodicamente seus desempenhos e sua satisfação com o trabalho. Isso facilitará mais a sua percepção com a sua carreira, se ela está progredindo ou não. Pergunte também à pessoas próximas sobre como elas enxergam seu trabalho e o seu desempenho. Peca informações e feedbacks para sua futura carreira. Mas não se esqueça de usar todas as opiniões de forma construtiva em sua vida.

 Por Daniela Almeida da Silva


Você deseja buscar uma nova vaga de emprego no começo do ano? Quer refazer seus planos a respeito de carreira e profissão em 2015? Veja então algumas dicas para levantar sua carreira em 2015:

1. Seja objetivo com suas questões: Primeiro de tudo, você precisa se tornar um profissional mais objetivo com seus negócios em geral (isso implica em ser pontual em tudo, além de estar por dentro de tudo o que acontece no mundo dos negócios e incorporar ao seu modelo de atuação), ter foco e ser persistente.

2. Saiba onde quer chegar: Se você sabe onde quer chegar, então dificilmente terá dúvidas referente à sua atuação. Se você é um profissional exemplar, cumpre com seus deveres e obrigações, então suas metas serão atingidas com facilidade.

3. Dê o melhor de si mesmo: Não basta ser um profissional exemplar e ter uma boa atuação, pois isso será visto somente no campo profissional. É preciso estabelecer um sentido de vida e colocar um pouco de você mesmo como ser humano em suas ações, não importa se você esteja em seu âmbito profissional ou pessoal, o importante é ser uma pessoa de bom caráter, acima de tudo.

4. Divida seus sonhos: Muitas vezes, quando estamos no rumo para conquistar algo muito importante em nossas vidas, esquecemos das outras pessoas, as quais serão tão importantes para nós quanto nossos próprios sonhos ou metas. Essas pessoas podem ser de qualquer área de sua vida e pode representar para você algo insubstituível, por isso, dê valor a elas e saiba compartilhar seus sonhos juntamente com elas.

5. Não desista: Não importa o quanto você almeja algo neste ano que se inicia, o importante é como você acredita e de como você luta para alcançá-lo. Tenha em mente que coisas boas sempre acontecem para quem intercede de forma otimista o tempo todo, por isso, policie suas ações e não desista nunca de seus sonhos.

Por Daniela Almeida da Silva


Ter uma carreira feliz é, com certeza, o sonho de todo profissional, principalmente quando ele está no começo dela.

Ter uma carreira feliz pode significar abrir mão de algumas coisas para viver da forma que se quer viver, e isso muitas vezes envolve bons ganhos, reconhecimento, trabalho próximo da residência, autonomia, estratégias claras, entre outros aspectos. Portanto, se ser feliz em sua carreira é o seu sonho, então siga algumas dicas básicas:

1. Saiba ter autonomia:

Profissionais que têm autonomia não precisa viver em função das escolhas e nem das oscilações do mercado, por exemplo, pois ele se prepara preventivamente contra qualquer ação que possa vir a interferir em seus planos. É aquele profissional que faz de cada dia uma rotina diferente, que não espera dos outros e que sabe o que tem que fazer para resolver seus problemas.

2. Administre seu tempo e seu dinheiro:

Para muitos profissionais, ou pelo menos para a maioria deles, tempo é dinheiro, e vice versa. Quando a maré está alta, ele investe no tempo, e quando ela está baixa, investe no dinheiro, e, consequentemente o resultado alcançado é sempre o equilíbrio entre os dois lados. Partindo desse princípio, ele saberá administrar corretamente tanto o seu tempo como o seu dinheiro.

3. Viva as suas escolhas:

Um profissional que sonha ser bem sucedido e feliz com certeza vai saber viver e aproveitar o máximo possível suas escolhas, por mais que elas não tenham gerado resultados significativos. O que vale mesmo dessa experiência seria o valor que cada uma delas acrescentaria à sua carreira. O importante é dar o melhor de si, mesmo que o resultado não saia como esperado. Exigir menos dos outros também é exigir menos de você mesmo.

Enfim, tenha sempre em mente que ser feliz na carreira que você escolheu vai depender muito da sua atitude e do modo de como você lida com consequências de cada situação, sendo elas boas ou ruins.

Por Daniela Almeida da Silva


Ao terminar a graduação, muitos profissionais começam a atirar para todos os lados. Inscrevem-se em vários programas de estágio, trainee, ou seja, não têm foco e não sabem o que querem. Seguem a conhecida teoria: vou tentar de tudo, e o que der certo, eu pego! Mas, será que é o melhor caminho? E se ao longo do tempo, bater uma frustração profissional? E se você descobrir que não é o que você quer? Vai ter coragem de mudar?

É preciso saber escolher, focar e ter convicção do que deseja. Antes de inscrever em qualquer processo seletivo, procure conhecer a empresa que quer trabalhar, veja se você é compatível com os seus valores e culturas. Você possui um grande poder em sua vida: escolher!

Em situação adversa, muitos profissionais optam pelo imediatismo e agarram qualquer oportunidade sem avaliar outras hipóteses. Porém, existem outros que sabem que essa fase ruim vai passar, e analisam se vale a pena ou não aceitar a oferta.

É preciso avaliar com cautela cada escolha, e se você não tiver esse poder de decisão – que é seu – as outras pessoas escolherão o seu caminho por você. É isso que quer para si mesmo? Por exemplo, você pode escolher entre aprender um idioma novo e depois aproveitar uma oportunidade nova em uma empresa. Porém, também, pode ter sucesso profissional se não souber falar um idioma novo.

Cada oportunidade pode abrir portas diferentes para a sua vida. Mas é preciso saber escolher e ter convicção. Além disso, ter dinheiro guardado pode te ajudar muito, principalmente, se resolver investir em uma nova formação, um novo curso ou fazer uma viagem para aprimorar um idioma. Assim, você tem o poder de decidir a sua vida e escolher seu caminho. Portanto, saiba escolher ou então as pessoas escolherão por você.

O que você quer para si?

Boa sorte e sucesso nas suas escolhas!

Por Babi


O profissional que sabe gerenciar a sua carreira faz toda a diferença, porque é uma pessoa que tem confiança em si mesmo, sabe o momento de agir e tem iniciativa para buscar e lutar pelas coisas que acredita. O mercado de trabalho muda a cada instante e o profissional deve saber lidar com esses fatores. Que tal ficar por dentro de algumas dicas para realizar o gerenciamento da sua carreira profissional?

– Defina um objetivo:

Tenha um objetivo pelo qual lutar e acredite nele. Um profissional precisa ter foco, por isso, tenha uma meta que precisa ser atingida. Assim, ele vai estar sempre motivado a progredir na sua área.

– Conheça a si mesmo:

O autoconhecimento é fundamental para conseguir traçar metas de maneira eficiente e com bons resultados. Desta forma, o profissional precisa saber o que escolher para que não se sinta prejudicado. Além disso, por meio do conhecimento de si mesmo você vai saber quais as melhores decisões ao longo do caminho.

– Mantenha-se atualizado:

Lembre-se de que as coisas estão mudando durante todo o tempo, por isso, o profissional precisa estar atualizado. Invista em cursos, graduações, entre outros que aumentam o conhecimento e fazem a diferença na sua carreira.

– Seja otimista:

O otimismo é importante para que tenha confiança em si mesmo e assim possa alcançar o sucesso na sua carreira. Pensamentos negativos e destrutivos podem fazer com que suas metas e objetivos não sejam alcançados. Portanto, mantenha a confiança em si, sempre.

– Tenha flexibilidade:

Seja uma pessoa flexível no seu ambiente de trabalho. Saiba trabalhar em equipe, que está disposto a encarar mudanças e sabe realizar diferentes atividades dentro da empresa.

– Cuide do seu marketing pessoal:

Cuide do seu relacionamento com os colegas de trabalho. Saiba cuidar do seu marketing pessoal e mantenha sempre um bom relacionamento com os seus colegas de trabalho. Saiba conversar, agradecer e ser gentil quando precisar.

Gostou das dicas para gerenciar a sua carreira?

Por Babi


O que você quer para o próximo ano? Já parou para fazer uma reflexão sobre a sua carreira? Não é preciso esperar até 2015 para começar a mudança que deseja em sua vida, ou seja, inicie-a agora. Reveja os velhos hábitos e descubra em que precisa mudar e tenha atitude para isso, principalmente. Não basta saber o que quer, mas é preciso planejar e colocar metas. Que tal começar agora?

A principal mudança, não só para a sua carreira, mas, também, para a sua vida começa em você. Por isso, mude as suas atitudes a partir de agora. Quer um novo emprego? Um novo cargo? Uma promoção? Então, empenhe-se para isso. A vida é uma só, por isso, se não correr atrás dos seus sonhos, ninguém vai fazê-lo por você.

Não tenha medo de arriscar e tentar algo novo para a sua carreira. Quer fazer uma viagem para o exterior? Comece economizando uma quantia mensal. Tenha metas e lute pelos desejos que gritam o seu coração. Não espere o ano novo para mudar, comece hoje, agora!

Reveja o seu passado e verifique que atitudes deve mudar para conquistar o que almeja. Faça uma autoavaliação de si mesmo. Todavia, seja sincero. Anote as considerações e veja em que precisa mudar e, simplesmente, mude. No início, pode não ser fácil, mas comece dando o primeiro passo. Aos poucos as suas novas atitudes vão refletir na sua vida e você vai poder alcançar o que tanto almeja.

Mas, não comece e pare. Continue, persista e siga em frente. Desânimo, ansiedade e medo, são comuns, mas prossiga em frente. Aproveite esse último mês para fazer uma reflexão de toda a sua vida, anote e depois comece as mudanças que precisam ser feitas. Inicie 2015 de uma forma diferente. Mude a si mesmo e conquiste os objetivos que deseja.

Boa sorte e sucesso em todas as áreas!

Por Babi


Se você pretende se tornar um grande negociador, saiba que criar um perfil profissional é algo de extrema importância no mercado. Desenvolver um perfil profissional nada mais é do que criar um tipo de desenvoltura ou habilidade para trabalhar com uma certa área, ou mesmo em um determinado setor de uma empresa.

Hoje em dia, o mercado já não aceita mais aquele profissional com aquela velha postura de "homem de negócios" criado pelo consenso da sociedade. É preciso ter algo mais e lançar mão de soluções que não fiquem só no papel.

A construção de um perfil profissional adequado e acirrado às exigências do mercado pode parecer difícil para quem não tem um caminho a seguir, e fácil para quem já possui suas próprias estratégias de negócios.

Veja o que você pode fazer para criar um perfil profissional:

– Limite uma área a ser seguida:

Assim como quando se escolhe uma profissão, o profissional que deseja traçar seu perfil deverá delimitar uma área de sua profissão ou de sua experiência profissional para ser seguida fielmente. Esqueça aquela velha história de que para se dar bem na carreira basta aceitar qualquer coisa ou qualquer oportunidade. Tenha em mente que ninguém vai a lugar algum quando não se sabe o caminho. As pessoas fazem bem aquilo que gostam e por êxito.

– Fazer um plano de negócios:

Fazer um plano de negócios nada mais é do que fazer por escrito estruturalmente, suas estratégias de negócios, marketing, vendas, etc, explicando o que você faz para conseguir resultados, atingir metas e de que forma você torna isso proporcional à sua carreira. Tudo isso varia conforme a profissão de cada um. Você pode colocar esse diferencial em seu portfólio ou mesmo no seu próprio currículo, mas claro, se você já tiver colocado essas estratégias em prática antes. Coloque as empresas que já atuou usando essas estratégias, as atividades que exerceu, o que aprendeu e quais foram seus resultados, em números, preferencialmente. Evite equívocos e omissões.

Por Daniela Almeida da Silva


A escolha da profissão ocorre numa idade onde o jovem dificilmente tem o verdadeiro entendimento de que esta decisão poderá mudar completamente o rumo da sua vida. Em meio a tantas opções, o adolescente precisa avaliar inclusive as oportunidades e desafios que a carreira escolhida trará para sua vida. Muitas vezes o jovem acaba optando por uma profissão sem saber ao certo quais são as suas atribuições, rotinas e quais habilidades precisará desenvolver para ser bem sucedido nessa escolha.  

Algo que precisa ser considerado é que o futuro profissional está diretamente ligado com a personalidade da pessoa, isto é, nunca escolher uma carreira antes de constatar, seja por entrevistas com pessoas formadas na área, seja por meio de pesquisas na internet, que a área de conhecimento escolhida vai de encontro ao perfil do adolescente e da visão de futuro que este possui. 

Logo de escolher o caminho a seguir, o próximo passo é encontrar um emprego, um trabalho em que você possa treinar o seu conhecimento teórico desenvolvendo assim habilidades práticas.  

Logo de você estar formado e trabalhando numa empresa, possivelmente o fantasma da insegurança volte a pairar sobre você. Agora a questão é mais abrangente.  

Muitos profissionais se queixam que se bem no momento da escolha da profissão estavam certos do que queriam para os seus futuros, agora no meio do trajeto profissional começaram a questionar sobre a sua escolha. Esta situação não é privilégio de alguns, isso é muito comum que aconteça na vida das pessoas já que conforme foi dito anteriormente, o momento em que se decide a formação acadêmica é muito complicado. 

Alguns dos principais sinais que indicam que o profissional está na profissão errada são: desânimo ao acordar, sensação de tristeza, ter o salário e os rendimentos como única motivação, não sentir prazer em ir trabalhar, ter baixo desempenho, passar horas e horas em busca de outro emprego e adoecer com frequência. 

Se você reconheceu um ou mais sinais em você, reconsidere a sua escolha, faça um plano de ação que o ajude a sair desta situação. Pense em voltar à sala de aula e quem sabe finalmente achar o seu lugar no mercado de trabalho. 

Por Melina Menezes


Em época de férias os jovens só querem descansar e curtir as férias, isso é normal considerando que durante o ano a correria é grande. Se você se inclui nesse perfil, saiba que poderá estar perdendo a chance de aumentar as possibilidades de encontrar um bom trabalho posteriormente. 

Atualmente, a procura por um bom emprego que pague bem e que seja compatível com o grau de expectativa do jovem está sendo cada vez maior. Saiba que você pode aumentar as chances de conseguir o trabalho que você sempre quis se dedicar as suas férias para o desenvolvimento da sua carreira. Investir na carreira nessa época do ano pode ser algo de difícil compreensão já que nesta época a oferta de estágios, programas de trainee e opções de cursos diminui bastante, contudo a visão de que para investir na carreira devem-se buscar atividades que estejam relacionadas com a área de conhecimento deverá ser revista. O crescimento profissional está estritamente alinhado com o desenvolvimento pessoal, tendo em vista isso, você pode perfeitamente investir na sua carreira fazendo atividades que não tenham nada a ver com a sua área de atuação. Uma recomendação válida e que é muito bem vista pelos empregadores é a realização de trabalho voluntário.  

O trabalho voluntário estimula o desenvolvimento de várias habilidades como se colocar no lugar do outro, saber ouvir, ser flexível, estimular o desenvolvimento das pessoas, ou seja, fazer trabalho voluntário é muito importante para desenvolver características muito requeridas pelas empresas. 

Se você está convencido de que trabalhar como voluntário pode ser um excelente meio para alavancar a sua carreira, procure uma igreja, ONGs, hospitais, instituições que atendam necessitados.  

Outra opção para quem quer turbinar a carreira no período das férias é realizar cursos tanto no exterior quanto no território brasileiro. As empresas enxergam com bons olhos quem abre mão de seu tempo livre para adquirir mais conhecimento, elas entendem que o jovem está sempre querendo aprender. 

Para que estas atividades sejam consideradas pelas organizações, elas devem ser informadas no currículo. Inclua cursos, voluntariado e viagens no campo de "atividades complementares", coloque qual atividade realizou, por quanto tempo, o lugar de realização, carga horária, entre outros detalhes que possam ser importantes. 

Por Melina Menezes


Sabia que existem atitudes simples, que podem alavancar a sua carreira profissional? Que tal repensar um pouco sobre o assunto, principalmente, para o ano novo? Em 2015 faça um estudo e uma análise da sua vida profissional, veja em que precisa mudar ou reforçar para alcançar os seus sonhos e objetivos.

– Planeje o que deseja:

Faça um planejamento das suas atividades. Separe alguns minutos no dia para focar na sua vida profissional e organize os seus compromissos pessoais e de trabalho. Coloque tudo anotado na sua agenda e faça uma atualização das suas rotinas diárias. Comprometa-se com os seus compromissos.

– Faça uma reavaliação:

Que tal fazer uma análise da sua vida profissional? Faça uma reavaliação da sua carreira. Você está feliz na empresa e no cargo que almeja? Gostaria de mudar? Anote os passos importantes e veja em que precisa aperfeiçoar para chegar aonde almeja. Faça uma reavaliação da sua carreira e vá anotando todos os seus progressos e conquistas.

– Dedicação e esforço:

Dedique-se um pouco para conhecer a sua empresa ou o seu negócio. Tenha tempo para estudar, aprender e investir em conhecimento. É preciso estar atento para as atualidades do negócio para encontrar novas oportunidades.

– Cuide da sua rede de relacionamento:

Cuide da sua rede profissional de relacionamento. Converse com os colegas próximos e estabeleça uma quantidade de contatos que devem ser feitas durante a semana. Faça tudo da maneira que planejou.

– Como está a sua saúde?

Faça atividades físicas, alimente-se da maneira correta, faça exames e cuide da sua saúde, que é o mais importante. Muitos profissionais estão perdendo a saúde devido ao excesso de trabalho, por exemplo. Separe no dia a dia um tempo para fazer uma caminhada, corrida ou qualquer outro tipo de modalidade esportiva que goste.

Para 2015, faça um planejamento de metas, esforce-se e lute para conseguir realizar os seus sonhos. Você consegue! Acredite no seu potencial. 

Por Babi


Aonde você quer chegar? Na carreira profissional é preciso saber responder a essa pergunta com convicção. O que deseja para a sua carreira? O que está fazendo para chegar lá? É preciso estabelecer prioridades e metas para alcançar o sucesso. Dependendo do que deseja para si, será preciso pagar um preço alto. Está disposto a isso?

Nada na vida é fácil, é preciso esforço, luta e dedicação. É necessário sair da zona de conforto, acreditar em si e saber o que deseja. A quantidade de tempo é igual para todos, mas é preciso saber usá-la a nosso favor. Não gaste tempo com coisas desnecessárias ou que saia do seu foco. Invista em você, no que deseja para a sua carreira.

Mas, dependendo da escolha será preciso perder um happy hour com os amigos ou uma balada com a turma. Será necessário aproveitar o sábado à tarde para estudar, enquanto as pessoas estarão se divertindo na praia ou no clube, ou seja, você terá que ter força de vontade e abdicar de coisas para conseguir conquistar um objetivo maior.

Tudo o que você deseja realmente do fundo do seu coração, vale a pena. Acredite em si! Muitas pessoas poderão duvidar da sua capacidade ou não acreditarem em você, todavia, p imprescindível é que você acredite em si mesmo. Não perca a fé em si e lute, mesmo que os obstáculos sejam maiores.

Você sabe aonde quer chegar? Pense positivo, faça um quadro dos sonhos com o que deseja para sua vida, faça metas e conquiste o que deseja. Acredite na sua capacidade e potencial, para ser feliz. Pense alto, sonhe grande e o Universo vai conspirar a seu favor. Vale a pena lutar por seus objetivos e planos. Responda para si mesmo com sinceridade: aonde quer chegar? 

Por Babi


Você está disposto a investir na sua carreira profissional? Há alguns anos, bastava ter curso superior para garantir um bom emprego, porém, essa realidade mudou. As empresas estão exigindo cursos, certificados, fluência em idiomas, entre outros. O profissional precisa se adaptar a essa nova realidade do mercado. Por isso, é preciso investir, crescer e se aprimorar de forma contínua, ou seja, quem ficar estagnado vai ficar para trás.

Já pensou em fazer uma pós-graduação?

Para conseguir bons projetos dentro de uma pós-graduação é preciso ter contato com professores da área. Desta forma, aproveite a sua graduação para conhecer os professores que podem te ajudar a elaborar um projeto. Além disso, existem várias pós-graduações que são especificadas para uma determinada área, e que podem te auxiliar a conseguir uma boa colocação no mercado de trabalho. Que tal pesquisar? Mas, lembre-se de investir em uma Instituição boa e que seja reconhecida.

Que tal um mestrado ou doutorado?

Para quem quer seguir carreira acadêmica, essas são excelentes opções. É preciso ter dedicação e também disponibilidade de tempo para as pesquisas e estudos. Assim, o profissional pode entrar no campo de pesquisa ou dar aulas na faculdade, escola, entre outros. Muitas faculdades Federais oferecem mestrado ou doutorado em muitas áreas, vale a pena pesquisar se quiser investir neste caminho.

Já pensou em um MBA?

O MBA é  um curso mais intenso e puxado, todavia, para conseguir alguns cargos na área gerencial é importante ter um curso de MBA no currículo. Os bons cursos na área, por exemplo, fazem uma seleção rigorosa, que é o chamado GMAT (Graduate Management Admission Test), que visa avaliar a capacidade de raciocínio do candidato.

Desta forma, há vários caminhos para você investir na sua carreira. Estude, lute e aprimore o seu aprendizado. O sucesso é conquistado com esforço e dedicação. Não fique parado no tempo e procure se desenvolver profissionalmente no caminho que escolheu. 

Por Babi


O estágio é imprescindível para uma boa formação. Além de garantir experiência, é através da prática que vai ter certeza sobre a carreira que escolheu. Você escolheu o seu curso com cuidado e carinho, certo? Da mesma forma, precisa ser a escolha do estágio: opte por empresas que tenham boa reputação não somente nos serviços prestados, mas, também, pela qualidade que trata os seus funcionários.

Por meio do estágio, o estudante vai poder conciliar a teoria com a prática. A Universidade oferece o aprendizado teórico, mas é a prática profissional que vai complementar a sua formação como profissional. Cada área tem seus pontos fortes e fracos, através da experiência é que será possível descobrir se acertou ou não na escolha.

No início da carreira, por exemplo, você conhece poucas pessoas, ou seja, o seu universo é limitado. Durante o estágio, será fácil fazer amizades e estabelecer novos contatos profissionais, que poderão ser úteis no futuro. Aproveite o estágio para ir fazendo o seu networking na área.

Além disso, por meio do estágio você adquire experiência, que poderá ser muito útil para alguma empresa no futuro. Assim, é possível conquistar uma vaga em uma área específica, por exemplo. Durante a prática, você vai montando a sua identidade profissional e entender a dinâmica de relacionamento com o superior, seus colegas de trabalho, entre outros. Vai desenvolvendo habilidades de trabalhar em equipe, também.

Muitas empresas efetivam estagiários, por isso, você pode ser contratado pela Organização. Muitas Companhias preferem contratar um profissional que já conhece e sabe como é o trabalho e o que deve ser feito. Já imaginou se formar tendo um emprego? Por isso, se estiver fazendo estágio aproveite a oportunidade para aprender e dar o melhor de si.

Se você não está fazendo estágio, que tal buscar por uma oportunidade? Na internet, é possível encontrar muitas opções de vagas. Aprimore o conhecimento na sua área de formação e ingresse no mercado de trabalho!

Por Babi


Não deixe os seus propósitos para amanhã ou depois, construa no agora o que você quer para a sua vida. No fim do ano, é comum as pessoas pararem para refletir o que podiam ter feito de melhor ou que deixaram de fazer e se arrependeram. Mas, não adianta nada apenas pensar, é preciso mudar e construir o que se quer, realmente, no terreno presente. Os propósitos da sua vida são importantes, por isso, seja egoísta com eles, sim.

Não é fácil trabalhar em uma área que não gosta e não tem afinidade, não é fácil ficar em uma empresa que não compartilhe com os seus valores, mas muitas vezes é preciso passar por estes tipos de provas. Nem sempre, podemos fazer aquilo que queremos, mas é possível mudar a sua situação, sabia? Sim, é possível.

Existe um filme muito bom que retrata um drama de um casal, que ficavam se questionando se a vida tinha algum sentido: Foi apenas um sonho. Que tal tirar um dia para assistir? O que vai fazer no próximo domingo? Que tal ficar debaixo da coberta assistindo a um filme? Faça uma pipoca e curta uma sessão cinema na sua casa.

Repense os seus propósitos: o que você quer? Como está trabalhando para atingir as suas metas e objetivos? Qual é a sua vontade? Seja egoísta com a sua felicidade, que não depende de ninguém a não ser de você mesmo. Lute pelo que você quer e não abra mão disso de forma alguma. Lembre-se de que todo sonho pode ser realizado, só depende de você. Viva a sua vida construindo o que almeja, para que no futuro você possa se orgulhar disso, e não pensar que foi apenas um sonho que ficou para trás.

Qual o seu propósito? Além de refletir, lute por ele e não desista do que quer para si mesmo.

Sucesso! 

Por Babi


Já pensou em turbinar a sua carreira com idiomas? Atualmente, para se conseguir bons cargos nas empresas de trabalho, é imprescindível que o profissional saiba falar inglês. Em muitas empresas, por exemplo, como as multinacionais, existem reuniões que são feitas em inglês. Ou seja, tudo é realizado normalmente, por isso, o candidato deve conhecer e ter fluência no idioma, uma vez que é um diferencial para a carreira.

Como está o seu inglês? Você sabe apenas o básico ou intermediário? A preocupação fundamental é que você conheça o idioma de forma fluente. Por isso, é imprescindível que você treine até que fique bom.

Você já sabe falar inglês? Então, que tal investir em outra língua? O espanhol pode ser uma boa opção. Muitas empresas nos processos seletivos de trainee solicitam como pré-requisito que o candidato tenha nível avançado em inglês e desejável conhecimento em espanhol.

Outra dica para aumentar o conhecimento no idioma é viajar. Que tal juntar uma grana e ir para o exterior? Faça isso nas suas próximas férias! Pode ser uma boa ideia, não acha?

Se você gosta de estudar língua e tem facilidade para aprender idiomas, então aproveite! Quanto mais você souber, melhor. Mas, saiba investir no tempo certo. Coloque no currículo qual nível do idioma você sabe, é importante que o recrutador conheça. Porém, não coloque dados falsos: você sabe o básico, mas coloca que conhece o avançado.

Muitas entrevistas de emprego, o recrutador pede testes em inglês ou mesmo pode realizar uma conversa informal em outro idioma. Por isso, coloque apenas informações verdadeiras no seu currículo.

Se você já sabe inglês e espanhol fluente, outra dica é investir em uma pós-graduação, que pode turbinar a sua carreira.

Sabia que é possível aprender inglês pela internet, também? Que tal ficar craque no idioma treinando sem sair de casa? Gosta de estudar línguas? Qual a sua favorita? O inglês é importante ou foi para a sua carreira? 

Por Babi


Durante a faculdade é comum ter dúvidas sobre a escolha do curso. Muitas vezes, entramos em uma área inseguro do que queremos e almejamos para nós mesmo. Geralmente, a partir do terceiro ano de graduação, quando os estudantes entram na parte específica do curso, muitos desistem, porque percebem que não é aquilo que querem para eles. 

Desistir de uma graduação não é uma tarefa simples, porque, na maioria das vezes, aparecem as cobranças dos familiares: “mas eu paguei a sua faculdade, para você desistir?”, “não vou pagar um segundo curso para você”, entre outros. Assim, o estudante fica perdido e sem saber o que fazer. Se persiste no caminho cheio de insegurança ou se, realmente, joga tudo para o alto.

Atualmente, muitos cursinhos ajudam os estudantes a descobrir as suas carreiras vocacionais: contratam palestrantes de várias áreas do mercado, organizam feiras profissionais de diferentes áreas do mercado, entre outras.

Mas, você está nessa situação? Primeiramente, é necessário entender o porquê da sua insegurança. Você, realmente, não sente afinidade com o curso que escolheu? Não gosta das matérias específicas? Enfim, é preciso procurar respostas e fazer uma avaliação de si mesmo.

Como saber se estou no caminho, certo?

  • Quais matérias você mais gosta no cursinho? Elas devem ser a base para a escolha da sua profissão, porque indica que tem mais afinidade;
  • Conheça a remuneração oferecida para a profissão que deseja seguir na sua vida profissional;
  • Entreviste profissionais da área para saber se você gosta;
  • Conheça a grade de horário do curso que pretende atuar;
  • Se estiver em dúvida se deve ou não fazer, nem precisa perder o seu tempo;
  • Enfim, você precisa pensar com carinho sobre a carreira que deseja. Se sentir que precisa mudar converse e busque o apoio dos seus familiares. Fale o que sente e porque quer mudar.

Se precisar de ajuda, procure um profissional para te ajudar na escolha.

Boa sorte e sucesso! 

Por Babi


Já parou para pensar quais os seus planos para 2015? Que tal recomeçar de uma maneira diferente? Aproveite o fim de ano para pensar na sua carreira profissional, área que quer atuar e o que vai fazer para chegar lá. Escreva o que deseja para si, estipule metas e corra atrás dos seus objetivos.

Em que você vai investir? Que tal um Programa de Trainee? Muitas empresas estão com oportunidades em aberto, por isso, vale a pena pesquisar. O trainee é uma das principais portas de entradas das principais empresas do mercado. Além de oferecer um excelente salário, muitos programas não exigem experiência prévia.

Que tal seguir carreira acadêmica? O recém-formado pode investir em um mestrado e depois doutorado. Se você gosta de pesquisa, é uma excelente opção. Ou, pode realizar uma pós-graduação específica em alguma área que deseja atuar no mercado de trabalho, para adquirir mais conhecimento e habilidade técnica.

Mas, muitos estudantes acabam investindo em uma segunda graduação, também. Assim, eles acabam optando por um curso complementar. Porém, você pode sentir que formou no curso errado e não quer atuar na área de trabalho. Neste caso, recomece investido em algo que gosta e tenha coragem para seguir em frente e descobrir o seu caminho profissional.

Outra opção é investir em concurso público. Verifique quais concursos existem na sua área. A carreira pública é muito valorizada, também. Recomece o ano de uma maneira nova, criativa e ousada. Busque não apenas mudanças externas, mas, principalmente, internas. Enfrente o mundo pelos seus sonhos e não tenha medo. Dúvidas fazem parte do caminho, mas elas são essenciais para que você possa encontrar a sua trajetória profissional.

Aproveite o final do ano ao lado da sua família e dos seus amigos. Curta o período para pensar e que o início de 2015 possam render bons frutos e vitórias.

Como você pretende recomeçar no próximo ano?  

Por Babi


O que você espera quando sair da faculdade? Começar a sua carreira em uma grande empresa multinacional? Essa é uma das opções preferidas do mercado, mas a visão está mudando entre os jovens profissionais. Já pensou em iniciar em uma startup? O foco está mudando no mercado profissional.

Uma startup, por exemplo, é voltada para pessoas que têm o espírito empreendedor e elas podem contribuir muito para o seu sucesso profissional, porque proporciona inúmeras vantagens. Quais?

Você coloca as suas ideias em prática e todos podem te ouvir, aconselhar e seguir sugestões. Ou seja, o profissional desenvolve autonomia para expor as suas vontades e opiniões. Assim, você vê a sua ideia crescer, ganhar forma e realizar, principalmente. Os resultados são acompanhados de uma forma rápida no dia a dia.

Em uma startup não existe rotina, porque tudo está em expansão. Os desafios existem de forma constante, por isso, os profissionais precisam ter raciocínio rápido e ser muito criativos. Além disso, você assume responsabilidade no trabalho e colabora nos processos críticos da empresa. Como as companhias são pequenas, o profissional amplia as suas oportunidades porque pode trabalhar em muitas áreas diferentes.

Em uma startup você consegue entregar resultados de forma rápida e pode subir na carreira e conquistar cargos como gerente ou diretor, por exemplo. O clima de trabalho também é um grande diferencial, porque é descontraído, animado e motivador. Além disso, a pessoa aprende a trabalhar em equipe, assumir riscos, fazer apostas e tomar diferentes tipos de decisões. Ou seja, ela precisa inovar e assim consegue se desenvolver dentro da empresa.

Se você acha que tem o perfil para trabalhar em uma startup, por que não tentar? Você pode se surpreender e alcançar o sucesso na carreira mais cedo do que imagina. Já pensou nesta possibilidade? Que tal mudar o foco e arriscar? Coragem, porque o seu sucesso só depende de você. 

Por Babi


Muitos profissionais imaginam que para ter um melhor salário é preciso de experiência, qualificação e perfil profissional para conseguir ocupar um cargo tão almejado. Esse pensamento é o da maioria da população, mas, um estudo feito pela equipe da London Business School e divulgado pelo Financial Times mostra que o profissional precisa ter mais do que essas qualidades.

O estudo mostrou que para o empregado conseguir chegar ao topo hierárquico de uma empresa ele precisa ter “qualidades” inusitadas ou até mesmo bizarras. O primeiro deles é a altura. Parece estranho, mas não é. A altura de um executivo é proporcional ao seu salário. Os presidentes de empresa são, em média, mais alto que 90% da população e possuem mais habilidades que os outros também.

A pesquisa foi feita com 1,3 milhão de homens que serviram o exército durante 1952 e 1978, por esse motivo as mulheres não entraram no estudo da altura. Dentre o total, 41 mil são executivos que estão nos melhores cargos das empresas.

Outro diferencial para conseguir chegar ao topo da vida profissional é ser bonito. Homens e mulheres que são considerados mais belos ganham mais do que os que não são. A conclusão foi feita pelo economista Daniel Hamermes.

Os mais bonitos também são considerados mais seguros de si e por isso conseguem chegar mais perto do sucesso do que os não tão bonitos assim. E, segundo Hamermes, a autoconfiança e autoestima são uns dos principais estímulos para se chegar ao topo da vida hierárquica da empresa.

Outro resultado inusitado e que causa bastante estranheza é o feito pelo site de recrutamento TheLadders que chegou a conclusão que até mesmo o tamanho do nome do profissional faz a diferença no seu salário.

Quem tem o nome mais curto, que eles consideram ser de até cinco letras, tem mais chances de ganhar mais, de acordo com o site. A conclusão foi em base na análise dos salários de seis milhões de usuários e o nome de cada um deles. Nomes como Tom, Bob, Dale são os que possuem os salários mais “gordos”.

Por Carolina Miranda


Segundo o professor de gestão e sócio diretor da Ynner, Yuri Trafani, um profissional pode ser bem sucedido na carreira sem precisar virar chefe. Alguns podem assustar e não entender a afirmação, mas Trafani confirma que existem empresas que proporcionam promoções sem a necessidade de liderar.

Nem sempre o crescimento profissional está ligado à cargos de chefia e liderança. Até mesmo há uma pesquisa mercadológica que mostra que muitos profissionais aceitam cargos de direção não porque almejam liderar, mas sim por causa da remuneração.

E muitas outras pessoas não veem o sucesso profissional com a posição de chefia e sim com a realização profissional. Outras carreiras estão surgindo sem a necessidade de chefiar pessoas, como é o caso do consultor técnico, que vende seus serviços especializados para as organizações, sem precisar ter um vínculo empregatício com elas.

Muitos profissionais passam por momentos decisivos na vida que precisam escolher a carreira. Segundo Trafani o empregado precisar pensar duas vezes antes de aceitar um cargo de direção. Ele deve avaliar se tem paixão por aquilo, afinal, receber um cargo de chefia, não se adaptar e tentar voltar para o cargo anterior pode ser arriscado.

Uma das soluções é a empresa aplicar um teste prático ao profissional para ver se ele se adapta e se encaixa ao cargo ou não. Uma escolha errada da empresa acarreta problemas pessoais para o empregado e resultados ruins para a empresa.

Contudo, muitas vezes a coisa não é tão simples como na teoria. Quando uma empresa oferece um cargo de direção para um de seus funcionários, a empresa acredita nas habilidades técnicas daquele profissional e credita confiança nele.

Não aceitar o convite da promoção pode demonstrar uma falta de compromisso com a empresa, como se a estivesse deixando “na mão”. Isso pode acarretar uma quebra de confiança.

A busca de uma solução é o profissional manter diálogos e tentar alternativas para não demonstrar que aquela nova função não é interessante para ele naquele momento.

Por Carolina Miranda


Muitas pessoas, por causa da insatisfação no trabalho, acabam querendo começar tudo de novo na vida profissional. Mas, nem sempre é fácil dar um novo início na carreira. A maioria acaba largando tudo para começar uma segunda carreira, contudo não consegue se dar bem, porque não está preparado tecnicamente, financeiramente e emocionalmente.

Especialistas aconselham que o melhor a se fazer é criar uma carreira paralela para depois mudar definitivamente de trabalho. O ideal é criar novas oportunidades em horários vagos pelo menos um ano antes, para depois mudar de vez.

A professora da Fundação Dom Cabral e consultora especializada em carreira, Maria Candida Baumer de Azevedo, coordenou uma pesquisa sobre carreiras paralelas e para saber mais sobre como está funcionando o mercado nessa área. O resultado mostrou, com 401 pós-graduados, que 25% têm mais de uma área de atuação profissional. Desses 25%, 21% preferiram começar a segunda carreira como paralela, ao invés de largar a primeira e ficar apenas com a segunda opção profissional.

E para começar uma carreira paralela não é fácil. O profissional precisa de dedicação e, como já é difícil dar atenção a uma carreira, imagine duas? Para que a carreira paralela dê certo, a pessoa precisa de no mínimo 30% de dedicação a mais para conseguir dar início a segunda área profissional.

Existe outro problema. Uma pesquisa realizada pela Pactive Consultoria concluiu que, dentre as mil pessoas entrevistadas, 58% já pensaram em mudar de área profissional, contudo 31% não mudaram por medo de arriscar e 16% por incerteza se a outra carreira é a que a pessoa realmente gosta. Ou seja, quase todo mundo que quer mudar não muda. E desses 58%, 16% não saber o que gosta, é muita gente. E os especialistas alertam: mudar sem ter certeza é a pior opção, caso a pessoa mude, é quase certo que ela vai continuar insatisfeita.

Os especialistas também dão quatro orientações para o profissional começar uma carreira paralela. A primeira é identificar se aquilo desperta paixão; encontre pessoas que possam avaliar criticamente seu trabalho e avaliar se o que você está realizando é mesmo a sua praia; experimentar a carreira na prática é a melhor opção para ver se aquilo é o que a pessoa realmente gosta, afinal teoria é uma coisa, prática é outra; e por último pesquisar o mercado de trabalho. Não adianta se dedicar em algo que não vai te trazer o retorno esperado.

Por Carolina Miranda


Primeiros dias de trabalho: Novas expectativas, novos desafios. Como lidar com a ansiedade e se adaptar ao novo ambiente.

Esse é um processo que requer reflexão porque enquanto indivíduos, temos personalidade própria e nossa personalidade reflete nossos valores. Deveras com as organizações formadas por indivíduos acontece o mesmo.Portanto para uma rápida adaptação faz-se necessário conhecer a cultura da organização que distingue o que é aceitável ou intolerável por parte de seus membros.

" A cultura envolve a comunicação, de normas, valores, linguagem, cerimônias que transmitem valores, crenças, ideologias, cujo principal objetivo é reforçar padrões de comportamento desejáveis e esperados pela organização" (ULBRA – 2008).

Certamente, esse primeiro contato com a organização será mais para observação e a interação com outras pessoas se dará lentamente ao passo que a cada dia proporcionará novos aprendizados. Mas, vale ressaltar a importância dessa interação, que deve ser prescindida com respeito ás normas estabelecidas pela empresa e as pessoas que detém melhor conhecimento a cerca de funções, missão, vissão, objetivos e responsabilidades.

Para que assim, haja reciprocidade entre você e organização (Pessoas da organização), que direta ou indiretamente, convivem e interferem uma nas atividades das outras.

Nesse sentido vale salientar as dicas dos especialista: Irene Azevedo (Diretora de Negócios da Consultoria LHH/DBM), Roberto Recinella(Coach), Fernando Montero da Costa( Diretor de Operações da Consultoria RH Humam Brasil), que sugerem a quem quer iniciar bem no novo:

1- Escute, Observe e aprenda;

2- Fuja de fofocas e panelinhas;

3- Não puxe o saco;

4- Atenção á linguagem verbal e do corpo;

5- Não faça comparações;

6- Seja humilde;

7- Atenção ao horário;

8- Cuidado com a roupa;

9- Cautela na aproximação de colegas;

10- Feedback

fonte: http://g1.globo.com

É importante lembrar que na empresa você é um membro que veio para somar, mostrar resultados. Alguém com quem poderão contar na hora de resolver conflitos, propor melhorias, estabelecer estratégias. Portanto, a proatividade também é considerável para que você conquiste o seu espaço dentro da organização, estabeleça parcerias, adquira respeito e admiração de seus colegas.  


Todo mundo quer ter uma carreira de sucesso, mas sabemos que essas coisas não ocorrem assim, do dia para noite. É preciso muito esforço, dedicação e competência, além de saber alguns passos que possam impulsionar sua carreira no mercado de trabalho que, nos dias de hoje, é cada vez mais competitivo e exigente. Assim, para não ficar para trás, falaremos de algumas atitudes que você deve ter para ter seu sucesso profissional garantido.

Pois bem, ame o que você faz. Quando trabalhamos com algo que gostamos, os resultados são mais rápidos e prazerosos. Seja claro em seus objetivos, tenha foco e metas. Seja uma pessoa informada, alguém que está por dentro das novidades e tendências do mundo atual, isso abre muitas portas e alavanca a carreira. Não desista, essa é outra dica de suma relevância, afinal muitos são os desafios do mundo de trabalho e você deve sempre perseverar. Tenha contatos: uma rede profissional de contatos é essencial para quem quer crescer no mercado e ter ainda mais chances de trabalho. Isso serve para trocar informações e se atualizar. Outro ponto relevante é ter foco em suas ações e planos, pois só com um olhar amplo e focado o profissional pode ir longe em sua carreira.  Por fim, e também bastante importante, tenha um mentor, alguém que você possa confiar e se espelhar para crescer ainda mais em sua vida profissional. Afinal de contas, nesse mundo que vivemos, é fundamental ter alguém que possa lhe dar um feedback, além de orientá-lo em seu caminho.

Pois bem, seguindo essas dicas e não parando de estudar e se atualizar, certamente muitas chances surgirão e, sem sombra de dúvida, você terá uma carreira de sucesso e conquistas como poucos já alcançaram. Vale dizer que as dicas aqui ditas são pautadas em ideias de especialistas sobre o assunto.  Aproveite essas dicas e tenha uma carreira de sucesso.


Atualmente, todos nós temos preferência por um bom emprego em capitais e regiões próximas. Porém o que mais se vê são cidades interioranas precisando de trabalhadores em diversas áreas.

A procura por essas cidades é pequena comparada ao número de vagas existentes.

Por isso a remuneração para quem se dispõe a “mudar de ares”, literalmente, é muito melhor do que as ofertadas em capitais e regiões metropolitanas.

Sendo assim, na hora de fazer concursos públicos ou procurar oportunidades de trabalho, leve em consideração cidades mais afastadas. Poderá valer muito a pena!

Por José Alberi Fortes Junior.


Uma das coisas que promete o mundo futuro é a grande recompensa das produções intelectuais inéditas.

Tudo o que é novo chama a atenção, pode até ser um pouco assustador, dependendo do grau de entendimento de quem o aprecia, e tem a possibilidade de mudar muitas coisas.

Exemplo tem aos milhares. A história nos conta. Quem imaginaria o homem chegando à lua, e isso  já faz um bom tempo…

O homem necessita de novidades e de melhorar as suas condições de vida, a partir daí, emerge uma demanda inesgotável de quem quer produzir coisas novas e queira assistir à evolução da humanidade, em todas as áreas do conhecimento e conseqüentemente do trabalho.


A MRS é uma concessionária que controla, monitora, e opera a Malha Sudeste da Rede Ferroviária Federal.

O Programa de Trainees é uma boa oportunidade para jovens que querem ter um bom inicio de carreira, ele tem duração de um ano e tem foco no desenvolvimento de competências e treinamentos técnicos, gerenciais e comportamentais.

Requisitos: Podem se candidatar profissionais graduados nos cursos de Engenharia, Administração de Empresas, Economia ou Contabilidade entre dez 2007 e dez/2009, é preciso também ter inglês avançado, disponibilidade para viagens.

Benefícios: Além do salário, compatível com o do mercado, a empresa oferece benefícios como plano de saúde, odontológico, previdência privada, plano de participação nos resultados, seguro de vida, vale alimentação, cesta de natal, incentivo a educação entre outros.

As inscrições vão até o dia 11 de novembro e podem ser feitas no site www.dreves.com.br/mrs.

Por Levi Rocha


Algumas pessoas se sentem mais cômodas quando ficam muito tempo na mesma função, sabendo que tem sua posição e seu salário estará estável e seguro.

Porém a maioria das pessoas espera que o tempo e a produtividade gerasse promoções, gratificações e aumento de salário. Mas, e quando não se percebe que nem a longo prazo isso ocorrerá?

A transparência é importante, pois se a ambição e a vontade de crescer não poderá ser conquistada, o funcionário tem a opção de continuar no emprego, consciente disso, o que vai gerar uma insatisfação e uma frustração futura; ou ainda, o que parece ser a melhor opção, partir para outra empresa.

Por José Alberi Fortes Junior

Os profissionais de Tecnologia da Informação são muito valorizados atualmente, pois as empresas de médio e grande porte perceberam a sua importância para o desenvolvimento de processos tecnológicos e a grande agilidade que estes profissionais geram para a empresa.

Toda a parte de informática, rede de computadores, sistemas integrados são algumas das funções desta carreira. Normalmente contratados por empreitadas, eles fornecem serviços e manutenções que podem ser mensais, semestrais e por demanda variável.

É um ótimo ramo de trabalho para quem gosta de informática, para quem é esforçado e não tem medo de desenvolvimento e de estudo diários.

Por José Alberi Fortes Junior

Cada vez mais a moda invade o noticiário, o espaço para o mundo do glamour é maior a cada dia, e as celebridades são consideradas formadores de opinião, devido ao status cada dia maior.

Mas para os que vêem na moda um campo de trabalho e oportunidades é uma forma de enriquecer e de gerar muita fama. Estilista de modelo/manequim, desenvolvimento de produtos, consultoria de imagem, modelismo, direção de desfiles, produção de moda, agenciamento de modelos, fotografia de moda, figurino e edição de moda são apenas alguns ramos de abrangência.

Independentemente da área de atuação, havendo interesse, esforço, dedicação e talento é um campo de trabalho em desenvolvimento e que remunera muito bem.

Por José Alberi Fortes Junior

Se existe uma área com índice de desemprego próximo de zero, é a de Design. Presente em praticamente todos os setores da economia, em escritórios de design, agências de publicidade, emissoras de TV, empresas de produção de conteúdo para internet, editoras, gráficas, produtoras de material didático, indústrias do setor de interatividade, sem esquecer das empresas que fazem animação gráfica, e ainda sem contar os setores de entretenimento por excelência, como games, cinema e música e na internet, é claro! Ufa, é praticamente todo lugar!

E as universidades já se ligaram, tanto que os cursos de artes gráficas são os campeões de procura entre os jovens, dispostos a trabalhar com a febre do momento: a criação de jogos eletrônicos.

De olho nesse mercado, a Universidade Anhembi Morumbi lançou o curso de Design de Games e a PUC Minas, PUC São Paulo, Estácio de Sá e Uninove lançaram o curso de Jogos Digitais. Interessado? Acesse www.pucsp.br e comece a planejar um futuro vencedor.

Por Cris Keller

A informática é hoje um dos campos de trabalho de maior crescimento no Brasil e no mundo. As empresas procuram cada vez mais softwares específicos para auxiliar nos controles e auxiliar no levantamento de dados de todos os processos da produção.

Profissionais que têm a capacidade de inventar e criar estes softwares conseguem um grande nicho de clientes entre as pequenas e médias empresas, pois programas mais complexos, além de ter ferramentas que não são utilizadas, são muito caros e de custo de manutenção muito altos.

Controle de estoque, registro de vendas, emissão de contracheques, controle de ponto são alguns dos controles que alguns programadores conseguem vincular em somente um software, o que gera agilidade e simplicidade para o empresário.

Por José Alberi Fortes Junior

A relação entre a vida profissional e vida pessoal está ficando cada vez mais estreita, as empresas estão começando a observar que a vida fora da empresa influencia o trabalhador e seu desempenho. As corporações estão levando isso tão a sério que algumas chegam a olhar perfil de candidatos a emprego em sites de relacionamentos para ver realmente como é a personalidade do mesmo.

Segundo um site especializado em Recursos Humanos, RHCentral, existem seus prós e contras nessa prática, porém, deixa um conselho para os candidatos desavisados : “É importante que os profissionais atendem às suas atividades não somente dentro da organização, mas também quanto às questões virtuais. Como se percebe, às vezes o profissional já está a beira da contratação, mas pode ser cerceado por pertencer a uma comunidade como ‘ Eu Odeio Trabalhar‘ ”

Num mundo onde a privacidade é cada vez mais restrita estamos em um grande reality show onde tudo é filmado seja por câmeras de segurança em ruas, prédios a câmeras portáteis e celulares. Foi o que aconteceu com uma professora de uma escola particular de Salvador, que foi a um show e estava dançando sensualmente, mas alguém gravou no celular e postou o vídeo no site Youtube. O vídeo virou uma febre na rede com milhares de acessos e no fim a professora foi demitida da escola.

Fica então a lição, é bom ser um profissional exemplar dentro da empresa, mas cuidar bem da vida pessoal é muito importante e geralmente as pessoas não atentam para isso.


Todos nós sabemos o quanto a sociedade vem mudando, se tornando cada vez mais competitiva, e a concorrência no mercado de trabalho é cada vez mais acirrada. Nas duas últimas décadas o perfil do profissional brasileiro mudou drasticamente, desde meados dos anos 80 o diferencial no currículo vem mudando desde então.

Para se ter um bom emprego antigamente o candidato tinha que ter noções de datilografia, no começo dos anos 90, a graduação universitária era o principal diferencial, que começou a cair em meados da mesma década onde saber falar outro idioma, de preferência o inglês, passou a contar como fator determinante para uma contratação.

No século XXI não basta apenas ter isso tudo no currículo, além do candidato ter boas noções de informática, graduação universitária e falar outro idioma, e, claro, experiência, atualmente um curso de pós-graduação é um grande diferencial para um “bom” emprego.


Quais são os sonhos de quem luta por um bom futuro profissional? Fazer o que gosta, ter conforto e acesso a tudo que acha bom além momentos de folga alegres com a família e os amigos? Se você sonha em ter essas coisas e não sabe o que fazer pra chegar lá preste atenção nas dicas a seguir e torne sua carreira muito mais produtiva e de fácil crescimento.

Algumas pessoas apostam tudo em grandes faculdades, renomados cursos e especializações, muitos esquecem, porém de pontos fundamentais para viver bem em uma empresa no mundo corporativo de hoje.

As empresas precisam de funcionários multifuncionais, pessoas dispostas a aprender tudo sobre todos os departamentos da empresa, pessoas que são capazes de boa comunicação e de liderar grupos. Por isso se você quer alcançar uma posição maior dentro da empresa, precisa mostrar que é capaz de motivar, de contagiar as pessoas a sua volta e acima de tudo que é capaz de levar a empresa a bons resultados.

Saber cuidar de seu próprio tempo usando essa ferramenta para fazer novos cursos e para descansar, também pode ser muito útil para sua produtividade, pois com mais tempo, você poderá desenvolver projetos que poderão ser vistos com bons olhos pela empresa.

Por fim, vale à pena lembrar que todos temos que nadar conforme a maré, ou seja, estar de olho nas tendências de mercado e projetar nossa carreira a elas. Quem tem grandes sonhos, não precisa necessariamente dar sempre grandes passos, mais precisa fazer as coisas da melhor forma possível  e colher os frutos no tempo certo.





CONTINUE NAVEGANDO: