Saiba aqui mais detalhes sobre o saque do PIS/PASEP 2018 para idosos com mais de 60 anos.

O Ministério do Planejamento criou um cronograma dos saques referentes ao Fundo PIS/Pasep para trabalhadores com idade a partir de 60 anos. A previsão é de que na segunda- feira dia 08 de janeiro, o calendário seja divulgado.

Como todos já sabem, o governo criou uma Medida Provisória que entrará em vigor no próximo sábado, dia 6 de janeiro. De acordo com essa medida, beneficiários com idade mínima de 60 anos, tanto homens quanto mulheres, terão direito a sacar o fundo do PIS/Pasep.

A Caixa Econômica Federal se responsabiliza pelo pagamento dos recursos referentes ao PIS, que se refere aos trabalhadores do setor privado e que representam 70% dos saques. Já o Pasep, se refere a contribuintes que foram servidores públicos e correspondem a 30% do total de saques, sendo que quem administra esses recursos é o Banco do Brasil, que se responsabiliza pelo pagamento.

Para quem ainda está em dúvida se possui ou não direito ao abono, ele é concedido a trabalhadores do setor privado ou público, que tenham realizado contribuição para o PIS/Pasep até a data de 04 do mês de outubro do ano de 1988 e que ainda não tenham resgatado totalmente o saldo do fundo.

De acordo com os levantamentos do governo, 12,5 milhões de contribuintes dos programas serão beneficiados, o que representa algo em torno de R$ 23,6 bilhões de reais que serão injetadas na economia.

Foram contabilizados até o dia 1º do mês de janeiro deste ano, um total de R$ 2,22 bilhões já sacados do PIS/Pasep, o que representa algo em torno de 1.7 milhão de beneficiários.

Tirando essa parcela que sacou o benefício até o último dia 1º de janeiro, estarão disponíveis para saque o total de R$ 21,4 bilhões, que serão distribuídos entre cerca de 10,9 milhões de beneficiários.

O governo do presidente Michel Temer criou essa Medida Provisória, que libera o PIS/Pasep para idosos, mais uma série de ações que compõem a agenda positiva do governo, que busca formas de aumentar a sua popularidade, que segundo as pesquisas, anda em baixa em decorrência dos vários problemas pelos quais o Brasil vem passando, inclusive por uma crise política. Como parte dessa agenda positiva o governo também liberou no ano passado o saque dos recursos de contas inativas do FGTS, ação esta que permitiu que algo em torno de R$ 44 bilhões fossem injetados na economia do país.

Caso o cotista já tenha falecido seus herdeiros possuem o direito de sacar o benefício.

Neste caso, não é necessário seguir o calendário que ainda vai ser publicado no dia 08. A Caixa Econômica e o Banco do Brasil têm autorização para liberar o saque para herdeiros, mediante apresentação da documentação correta.

Quem deseja saber se existe saldo disponível deve realizar uma consulta, se for cotista do setor privado deve acessar o endereço www.caixa.gov.br/cotaspis, onde será solicitado a data de nascimento e o número do CPF do contribuinte já falecido ou número da sua inscrição de PIS.

Já para quem é herdeiro de um cotista do Pasep, a consulta pode ser realizada por meio do endereço www.bb.com.br/, de modo que serão solicitados os mesmos documentos.

Quem já sabe que possui direito ao saque do benefício do PIS/Pasep para idosos, deve aguardar que o calendário seja publicado e deve comparecer a uma agência da Caixa ou do Banco do Brasil levando os seguintes documentos:

– Documento para identificação que possua foto ( RG, CNH, passaporte)

– Número do NIS.

Quem desejar transferir seu saldo para contas de outros bancos poderá fazê-lo sem custos extras.

Se você possui saldo a ser resgatado do benefício PIS/Pasep, aguarde o calendário no dia 08 e não deixe de fazer o seu saque na data correta.

Sirlene Montes


Confira aqui mais informações sobre o saque do Pis Pasep para Idosos 2017.

Governo vai liberar o saque do PIS/Pasep para os idosos ainda esse ano. Serão pagos 16 bilhões de Reais para 8 milhões de pessoas. E o valor médio do benefício sacado será de R$ 750 até R$ 1.200, em média a cota.

Pagamento do benefício está previsto para outubro desse ano

Ainda não é certa a data para a liberação do saque do PIS/Pasep para os idosos, porém, já falam por aí que será em outubro, ainda não é uma informação oficial.

Entenda a liberação do PIS/Pasep nos dias de hoje

As cotas do PIS e do Pasep foram acumuladas por trabalhadores que estiveram empregados do ano de 1971 a 1988. Na nossa regra atual, em casos especiais essas cotas podem ser sacadas. Veja abaixo as situações em que pode-se sacar o PIS/Pasep:

– Invalidez

– Ter 70 anos completos

– Ser portador de HIV

– Câncer de titular ou de dependentes

– Aposentadoria

– Amparo assistencial a portadores de deficiência da Previdência

– Ter amparo social ao idoso, concedido pela Previdência

– Falecimento e em casos de doenças graves

Liberação do saque do PIS/Pasep para idosos liberada

O presidente Michel Temer assinou no dia 23/08 (quarta-feira), a medida provisória que prevê a liberação do saque do PIS/Pasep para os idosos. Essa liberação foi assinada em uma cerimônia no Palácio do Planalto. Temer falou que essa decisão foi tomada para dar um estímulo à economia do Brasil, que não se encontra em sua melhor fase.

Qual o critério para receber o benefício?

O presidente afirmou que tem direito ao saque homens com idade a partir de 65 anos e mulheres com idade a partir de 62 anos. Temer ainda disse que tem investido pessoalmente na articulação política entre os parlamentares para tentar aprovar as regras de aposentadoria. Porém, o congresso resiste em votar nas medidas impopulares, principalmente as vésperas de um ano eleitoral.

Quando sai o calendário de pagamento do PIS/Pasep para idosos?

A data oficial do calendário do pagamento do benefício para os idosos ainda não saiu. A estimativa é que até o dia 15 de setembro a data já possa ser confirmada. Tudo indica que os pagamentos comecem a ser feito em outubro.

Pagamento de PIS/Pasep para pagar dívidas

O presidente Michel Temer disse que a princípio a ideia de liberar o abono é para ajudar os idosos a liquidar dívidas gerais. Já que esse grupo de pessoas tem sofrido muito com o problema da economia do Brasil, já que nessa faixa etária eles possuem gastos que não podem pagar apenas com a aposentadoria.

Proposta de pagamento do PIS/Pasep aos idosos vai ajudar ambos os lados

Michel Temer disse que essa proposta foi pensada para ajudar ambos os lados. Com o pagamento do PIS/Pasep aos idosos que estão na faixa etária para o recebimento, eles podem usar esse valor para pagar contas pendentes e estimular também o consumo próprio. Por outro lado, o pagamento do PIS/Pasep vai ajudar a economia fazendo o dinheiro ser movimentado. Temer comparou o pagamento do benefício aos idosos ao pagamento das contas inativas do FGTS, que ajudou muito a economia do país.

Pagamentos mais rápidos para quem tem conta na Caixa Econômica e no Banco do Brasil

Para quem possui conta em 1 desses Bancos, o pagamento será bem mais prático. Assim que sair o calendário oficial, procure se informar na sua agência sobre todas as informações de saque.

Fique de olho dos veículos de comunicação

Todas as informações oficiais sobre o pagamento do PIS/Pasep aos idosos serão dadas em telejornais e jornais impressos. Então se você estiver na faixa etária para receber o benefício ou conhece alguém que está, fique de olho nos veículos de comunicação!

Cristiane Amaral


Receita Federal libera consulta aos contemplados no 2º lote de restituição do Imposto de Renda 2017.

1,3 milhões de contribuintes serão contemplados na rodada de restituições. Nesta segunda-feira, dia 10 de julho, a Receita Federal liberou consulta ao 2º lote de restituição do imposto de renda do ano de 2017. O valor a ser restituído chega a R$2,5 bilhões.

Declarações que estarão sendo contempladas no lote

Nesta etapa de restituição, sendo o 2º lote, serão contemplados por volta de 1,3 milhões de contribuintes do imposto de renda, os quais terão direito a receber valores que estão inseridos na cifra de R$2,5 bilhões.

Neste 2º lote de restituição do IR estarão as declarações transmitidas até o dia 4 de março de 2017. Para a consulta também estarão disponíveis as restituições residuais relacionadas aos anos de 2008 até 2016.

Como pode ser feita a consulta

A consulta relacionada à restituição do Imposto de Renda do ano de 2017 começou a ser feita a partir das 9:00h desta segunda-feira, dia 10 de julho, pelo site da Receita Federal, também pelo número 146 do Receita Fone ou também pelo aplicativo para smartphones.

O contribuinte ainda poderá corrigir possíveis inconsistências existentes utilizando para isto a declaração retificadora.

Pagamento aos contribuintes

O pagamento da restituição está programado para dia 17 de julho, próxima segunda feira. A disponibilidade da restituição para saque terá como prazo máximo 1 ano após a liberação. Após isto, aqueles contribuintes que não fizerem o saque ou que não tenham indicado contas para crédito deverão solicitar novo depósito através do site da Receita Federal.

Se porventura o dinheiro esperado não for creditado, o contribuinte deverá dirigir-se à uma agência do Banco do Brasil, onde será verificada a questão ou entrar em contato utilizando os seguintes números de telefone:

  • 4004-0001 (para capitais)

  • 0800-729-0001 (para demais locais)

  • 0800-729-0088 (número exclusivo para deficientes auditivos)

Calendário das restituições

  • 1º lote – 14 de julho de 2017, sexta-feira

  • 2º lote – 17 de julho de 2017, segunda-feira

  • 3º lote – 15 de agosto de 2017, terça-feira

  • 4º lote – 15 de setembro de 2017, sexta-feira

  • 5º lote – 16 de outubro de 2017, segunda-feira

  • 6º lote – 16 de novembro de 2017, quinta-feira

  • 7º lote – 15 de dezembro de 2017, sexta-feira

Link do site da Receita Federal do Brasil: http://www.receita.fazenda.gov.br.

Por Silvano Andriotti


Os pagamentos do PIS 2018 começam no final de julho de 2017. Confira as datas abaixo:

Confira aqui todas as informações que você precisa saber sobre o PIS 2018.

O Programa de Integração Social (PIS) caracteriza as contribuições sociais de natureza tributárias feitas pelas pessoas jurídicas, sendo administrada e fiscalizada pela Secretaria da Receita Federal, é regida pela lei trabalhista Nº 9.715, de 25 de Novembro de 1998.

O programa é destinado para empregados do setor privado. Para ter acesso ao programa o empregado deverá ter cadastro, o cadastro é feito pelo empregador no ato da admissão, podendo ser feito em qualquer agência da Caixa Econômica Federal. Ao cadastrar o empregado, o mesmo receberá um cartão com o número de inscrição. Esse cartão deverá ser entregue ao empregado. A importância desse cadastro ocorre, pois sem ele o empregado ficará impossibilitado de receber seus direitos trabalhistas como Fundo de Garantia e o Seguro-Desemprego.

O Cartão Cidadão é necessário para que o empregado possa ter acesso ao valor do PIS, caso o cidadão não tenha o cartão poderá se cadastrar comparecendo a uma agência da Caixa Econômica Federal, levando seus documentos pessoais como carteira de identidade ou Certidão Civil, Carteira de Habilitação, número de cadastramento do PIS e comprovante de residência. O empregado poderá ir a uma agência bancária da Caixa Econômica Federal ou se preferir ligar para a central de atendimento 0800-726-0207.

Para ter seu direito garantido é necessário que o trabalhador esteja cadastrado no PIS em um período mínimo de cinco anos e que tenha prestado serviço remunerado com carteira assinada pela empresa, pelo tempo mínimo de 30 dias no ano anterior ao benefício. Ao passar a informação para o empregador é necessário que passe corretamente os dados, importante também conferir na sequência se realmente ocorreu o cadastro na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS).

O valor a ser recebido pelo empregado é referente ao cálculo correspondente ao número de meses trabalhados, esse valor é multiplicado por um doze avos (1/12) referente ao valor do salário mínimo vigente na data do pagamento do benefício. Lembrando que conforme a Lei nº 13.152/2015, o reajuste do valor do salário mínimo nacional em 2017 foi de R$ 937,00 reais.

Para sacar o dinheiro, o empregado poderá comparecer na data estabelecida, que normalmente corresponde à data de aniversário, em uma agência da Caixa Econômica Federal, apresentando no ato o número do PIS e documentos de identificação. Importante destacar que algumas empresas possuem convênio com a Caixa Econômica Federal e o benefício poderá ser pago direto na folha de pagamento do empregado.

Gisele Alves de Brito


Confira aqui as regras para realizar Empréstimo Consignado com FGTS como Garantia.

Para quem está pensando em realizar um empréstimo consignado, acaba de surgir uma novidade que pode interessar a muitos. Pois bem, a Caixa Econômica Federal, que se responsabiliza por todas as questões que envolvem o Fundo Garantidor por Tempo de Serviço, anunciou que a partir de agora está liberado a realização de empréstimos do tipo consignado utilizando como garantia os saldos de FGTS.

O pronunciamento oficial sobre a liberação do FGTS para este tipo de operação, bem como suas regras, foram publicados no dia 04 de março, última terça-feira. Nesse sentido, já está liberado para as agências bancárias já realizarem convênios com empresas.

O empréstimo consignado já existe e muita gente já se utiliza dele, contudo, quando realizado tendo o FGTS como garantia, as vantagens são melhores quando comparado aos outros empréstimos do tipo, beneficiando os trabalhadores.

Dessa forma, com o uso do FGTS, os juros dos empréstimos são bem mais baixos, caindo pela metade do que é cobrado nos outros empréstimos. Além disso, a carência pode chegar a 48 meses.

Dessa forma, com juros 50% mais baratos, os trabalhadores brasileiros poderão ter acesso a financiamentos que sejam realmente viáveis e assim tornar seus sonhos possíveis.

Mas não somente os trabalhadores irão se beneficiar com essa nova modalidade de empréstimo consignado, as empresas em que eles estejam contratados e que possuírem convênios com as instituições financeiras também poderão ter diversas vantagens, assim como as próprias instituições financeiras que não correm o risco de não terem estes empréstimos quitados em casos em que o trabalhador não permaneça empregado. Pois caso isso ocorra o valor emprestado pode ser recuperado.

As regras são simples. Qualquer trabalhador que possua carteira registrada poderá realizar o empréstimo, contudo, o valor desse empréstimo vai depender dos recursos que ele possui depositados em seu FGTS.

Outra regra está relacionada à porcentagem destes recursos para serem usados como garantia. Nesse sentido, a regra é que 10% dos recursos de FGTS e 40% quando ocorrer demissão em que não exista a situação de justa causa.

Dessa forma, caso o vínculo empregatício seja rompido, as instituições financeiras poderão reter esses valores.

Com certeza, muitos trabalhadores optarão por esse empréstimo, que irá trazer benefícios a todos, evitando principalmente a inadimplência que causa prejuízo e negativa o nome.

Sirlene Montes


Caixa Econômica afirma que saques das contas inativas só poderão ser feitos dentro do prazo estipulado.

Milhares de brasileiros aguardavam a publicação oficial do Calendário que prevê as datas dos vencimentos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço de Contas Inativas, que foi anunciado nesta última terça-feira, dia 15 de fevereiro.

Segundo o calendário, os pagamentos terão início no próximo dia 10 do mês de março e se encerram no dia 31 do mês de julho de 2017.

Como é possível observar, a previsão é de que no prazo de 5 meses, cerca de 40 bilhões sejam pagos a milhões de brasileiros.

Assim como funciona o Calendário de Pagamentos do PIS, os vencimentos do FGTS Inativo serão de acordo com as datas de nascimento daqueles que tiverem o direito ao saque.

Como o tempo é relativamente pequeno e o número de cidadãos a receber é grande, a Caixa Econômica Federal (que é a responsável pelos pagamentos do Fundo Garantidor por Tempo de Serviço) pretende aumentar o horário de atendimento e ainda abrir suas agências aos finais de semana, para agilizar esse processo de forma que todos consigam realizar o saque dentro do prazo em que ele estará disponível.

Contudo, a Caixa enfatiza que aqueles que possuem o direito de receber saldos oriundos das contas inativas de FGTS e não realizarem o saque até a data limite do dia 31 do mês de julho de 2017 irão perder esse benefício, sem possibilidade de retomarem.

Chegando o dia 01 de agosto os pagamentos do FGTS de contas inativas serão suspensos e o saldo total que restar (de quem não realizou o saque) será transferido para o Fundo de Amparo ao Trabalhador.

Dessa forma, a Caixa Econômica Federal recomenda que os brasileiros que já trabalharam com carteira registrada e que pediram demissão ou forma demitidos por justa causa no período que vai até o dia 31 do mês de dezembro de 2015, devem consultar uma página criada exclusivamente para informar sobre todos os detalhes que envolvem o tema e assim verificarem se possuem ou não o direito ao saque.

O novo site da Caixa é www.caixa.gov.br/contasinativas.

Fique atento em relação as datas determinadas para os saques.

O saldo de contas inativas do FGTS é um direito seu, informe-se e faça-o valer.

Sirlene Montes


Confira aqui todas as informações sobre o Saque do FGTS Inativo.

Na hora de sacar o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) de contas inativas, muitas dúvidas vem à cabeça das pessoas, o que é perfeitamente natural, mediante o bombardeio de informações soltadas pela imprensa.

Todo trabalhador que foi dispensado do emprego com carteira assinada ou pediu demissão até a data de 31/12/2015 tem direito ao saque das contas inativas do FGTS.

Trabalhadores nascidos nos meses de janeiro e fevereiro podem sacar o dinheiro a partir de 10/03, os nascidos em março, abril e maio podem sacar o FGTS a partir de 10/04, os nascidos em junho, julho e agosto podem fazer o saque a a partir de 12/05, os nascidos em setembro, outubro e novembro podem sacar a partir de 16/06 e os nascidos em dezembro podem efetuar o saque a partir do dia 14/07.

A Caixa Econômica Federal ainda disponibiliza o site www.caixa.gov.br/contasinativas ou o telefone para tirar possíveis dúvidas, que é o 0800 726 2017.

As formas de pagamento podem variar com o perfil do cidadão e podem ser como crédito em conta corrente ou poupança (desde que autorizado pelo trabalhador), saques realizados nos caixas eletrônicos (para valores de até R$ 3.000,00, desde que o trabalhador tenha cartão cidadão e senha), nas casas lotéricas (para valores até R$ 3.000,00, o cidadão deverá estar munido de RG, cartão cidadão e senha) ou na própria agência da CEF.

Lembrando que o trabalhador que quiser sacar o FGTS em qualquer agência da Caixa Econômica Federal deverá estar munido dos seguintes documentos: cartão do PIS/PASEP, Carteira de Trabalho e Previdência Social, carteira de identidade e termo de rescisão do contrato de trabalho (TRCT) ou qualquer outro documento que comprove o término do vínculo empregatício. Para agilizar o atendimento nas agências, a CEF está trabalhando no objetivo da melhora de todo o processo de liberação, aumentando o efetivo de atendimento, sistemas de operação para as transações, entre outras. Lembrando que se o cidadão for autorizado para fazer o saque do FGTS em qualquer agência da CEF, esse poderá fazer em qualquer agência do Brasil.

Rodrigo Souza de Jesus


Caixa deve transferir diretamente para correntistas saldo de conta inativa do FGTS.

O governo está estudando para dar aos clientes do banco Caixa Econômica a alternativa de transferir automaticamente o saldo das contas inativas do FGTS diretamente para a conta-corrente dos clientes.

Na terça-feira, dia 14, provavelmente será divulgado o calendário de saque das contas inativas do Fundo, que são aquelas as quais deixaram de ter depósitos depois de rescindir o contrato. O critério a ser utilizado para definir o período para que seja feita a retirada dos recursos será o aniversário do cidadão. O titular desta conta inativa poderá utilizar seu saldo com qualquer fim.

A Caixa é a instituição que administra o FGTS, o que irá permitir à empresa migrar os valores destas contas que possuem o fundo, de forma automática para as contas-correntes. O correntista terá o direito de informar à CEF qual a forma preferida para receber o valor.

A finalidade da medida é diminuir as filas em agências da CEF no período de saques, que ocorrerá entre o mês de março e julho. Com esse recurso da transferência, o governo acredita que serão tirados 10 milhões de cidadãos das filas. A Caixa analisa a abertura de certas agências durante o final de semana, mas ainda não está certo.

A liberação dos valores das contas inativas de FGTS foi anunciada no mês de dezembro por Michel Temer e tem como objetivo reaquecer a economia interna. Com esta alternativa, o governo esperar colocar R$ 34 bilhões em circulação. Para os analistas, esse valor não irá prejudicar a saúde das finanças do FGTS, que hoje possui um patrimônio em cerca de R$ 130 bilhões.

O governo estima que 30,2 milhões dos cidadãos brasileiros possuem contas inativas do Fundo, inicialmente era de 10 milhões. Do total de 30,2 milhões, aproximadamente 10 milhões deles possuem conta-corrente na Caixa Econômica.

O Governo Federal reviu também a estimativa do valor das contas inativas, que era de R$ 41 bilhões e foi para R$ 43,6 bilhões. A expectativa para o valor total dos saldos a serem sacados, inicialmente era de R$ 30 bilhões, e hoje já está em R$ 34 bilhões.

FILIPE R SILVA


Confira aqui o calendário de saque oficial do FGTS Inativo.

O calendário para saque de contas inativas do FGTS já está disponível. Dessa forma, o dinheiro referente a esse fundo poderá ser sacado de março a julho de 2017. Nesse sentido, o valor será liberado de acordo com o mês de nascimento dos beneficiados. O calendário completo pode ser conferido abaixo:

· Março (a partir do dia 10) – quem nasceu nos meses de janeiro e fevereiro.

· Abril (a partir do dia 10) – quem nasceu nos meses de março, abril e maio.

· Maio (a partir do dia 12) – quem nasceu nos meses de junho, julho e agosto.

· Junho (a partir do dia 10) – quem nasceu nos meses de setembro, outubro e novembro.

· Julho (a partir do dia 14) – quem nasceu no mês de dezembro.

Em tempos de crise e desemprego, o governo anunciou no fim de 2016 que permitiria esse tipo de transação para estimular a economia. Nas regras anteriores, isso só poderia ser feito por pessoas demitidas sem justa causa ou que tivessem conta inativa do FGTS por três anos seguidos.

Sendo assim, podem resgatar o dinheiro de contas inativas do FGTS trabalhadores demitidos com justa causa ou que pediram demissão até 15 de dezembro de 2015. Após esse período, quem perdeu o emprego nessas ocasiões não terá acesso ao montante.

Existem várias formas de saber o saldo de contas inativas do FGTS:

· Cadastrando no site da Caixa, na aba “consulte suas contas inativas”. É preciso ter o número do PIS e do título de eleitor. No local, há um tutorial completo sobre como acessar informações referentes ao fundo.

· Através do aplicativo FGTS, que está disponível para download no próprio site do banco. A ferramenta pode ser instalada tanto em aparelhos com sistema Android quanto IOS.

· Internet Banking de correntistas da Caixa.

· Agências da Caixa em qualquer cidade.

É importante ter cuidado no momento de consultar o saldo do FGTS na internet, para evitar possíveis fraudes ou roubos. Assim, isso deve ser feito somente nos endereços eletrônicos oficiais da Caixa Econômica. Senhas e demais dados pessoais não devem ser repassados a terceiros. O banco também não solicita informações por telefone ou e-mail.

Até o momento, não foi anunciado se o dinheiro poderá ser retirado em caixas eletrônicos do banco. No entanto, é certo que isso poderá ser feito diretamente em suas agências bancárias.

Camilla Silva


Saiba aqui quem tem direito e como sacar o FGTS de Contas Inativas.

Atualização: o cronograma de saques foi divulgado. Confira:

  • nascidos em janeiro e fevereiro sacam em março (saques a partir do dia 10)
  • nascidos em março, abril e maio sacam em abril (saques, também, a partir do dia 10)
  • nascidos em junho, julho e agosto sacam em maio (a partir do dia 12)
  • nascidos em setembro, outubro, novembro, sacam em junho (a partir do dia 10)
  • nascidos em dezembro sacam a partir de 14 de julho

Atenção trabalhador, agora você já pode consultar o seu saldo de recursos de contas inativas do Fundo Garantidor por Tempo de Serviços. E a partir de 2017, os recursos poderão ser sacados.

Nesta quinta-feira, dia 22 de dezembro, o presidente Michel Temer fez um anúncio de que a partir do ano que vem os trabalhadores brasileiros podem fazer a retirada de recursos oriundos de contas inativas do FGTS.

Até então, a única forma de poder sacar esse dinheiro era após a aposentadoria do trabalhador, para ajudar na aquisição da casa própria ou em casos de desemprego pelo período de 3 anos consecutivos, sem trabalho com a carteira de trabalho assinada pelo contratante.

O anúncio provocou uma avalanche de consultas ao site da Caixa Econômica Federal, que este se manteve instável diante de tantos acessos de trabalhadores que queriam consultar se possuem o direito ao saque desses recursos.

Para quem não sabe, as contas chamadas Inativas são aquelas contas pelas quais o trabalhador já recebeu recursos como FGTS, abonos e outros benefícios, quando se rompia oficialmente o vínculo empregatício com seus contratantes. Como os trabalhadores costumam trabalhar em muitas empresas, essas contas que antes recebiam o depósito dos empregadores passam a ficar inativas. Mas apesar de inativas, pode ocorrer de restarem alguns recursos que atualizados e somados com outros de outras contas inativas podem render uma quantia considerável.

Dessa forma, segundo Michel Temer, esses recursos serão liberados para saque a partir de 2017. Porém, serão consideradas contas inativas aquelas cujos contratos foram encerrados até 31 de dezembro de 2015.

A Caixa disponibiliza um site para que o trabalhador verifique se possui esse direito.

É só acessar https://servicossociais.caixa.gov.br e fazer um cadastro usando o número do PIS/PASEP e criando uma senha para acessar o sistema.

A Caixa também já oferece um aplicativo, que pode ser baixado em http://www.caixa.gov.br/atendimento/aplicativos/fgts/ .

O prazo para o recebimento destes recursos começarão em março e seguirão um cronograma estabelecido de acordo com a data de nascimento do trabalhador (veja informação no topo deste post). Além disso, assim como é feito no recebimento de PIS/PASEP, um calendário deve ser criado e os trabalhadores poderão sacar seus recursos a partir da data de nascimento.

Sirlene Montes


Nos dias de hoje alguns microempreendedores se preocupam com o fator “ganhar dinheiro rápido”. Isso se dá seja pela inexperiência, seja pelo fator tempo, que, em alguns casos, é crucial. Sendo assim, vamos dar algumas dicas nesse artigo de empresários de sucesso que conseguiram ganhar dinheiro em um tempo inferior ao que a maioria dos empreendedores leva.

O primeiro princípio que deve ser levado em consideração é ter uma reserva financeira antes de abrir o próprio negócio, para que não haja preocupação com o tempo do retorno financeiro, pois ele virá se você tomar as atitudes certas de empresários de sucesso.

Em seguida, precisamos dizer que tudo depende do nosso esforço e dedicação. Ninguém fará por nós o que é o nosso dever, que tem de vir pelo nosso próprio esforço. Assim, valorize-se e não deixe ninguém se subestimar, porém, é importante salientar que isso não quer dizer que você tem de se achar superior aos outros. No momento em que você se valoriza, as coisas começam a melhorar, ainda que esteja em uma situação difícil.

Em certo momento você precisa descobrir sua melhor habilidade e verificar o que você gosta de fazer. Toda pessoa tem uma habilidade que domina melhor que outras pessoas. No entanto, é necessário que você acredite em sua expertise e dê valor a esse talento. Pode ser também que ele ainda não tenha sido descoberto.

Um próximo passo é ter em mente que você precisa da ajuda de outras pessoas, independente do que você esteja passando. Esqueça aquela ilusão de que irá ganhar na loteria, pois isso, em certos casos, é grande ilusão e perda de tempo e dinheiro.

Você é capaz de caminhar com suas próprias pernas. Assim, quando você não tiver medo, o dinheiro virá naturalmente.

Por fim, você precisa colocar em prática suas habilidades e dar valor a elas e é isso que fará seu retorno chegar até você. 

Por Luciana Viturino





CONTINUE NAVEGANDO: