No mercado, um profissional que sabe falar inglês, espanhol, francês ou qualquer outro idioma destaca-se. Atualmente, muitas empresas exigem nos processos seletivos fluência em idiomas específicos. Mas, você tem dificuldades em aprender uma língua nova? Confira algumas dicas, que vão auxiliar a superar o bloqueio.

Por que aprender?

É preciso que você tenha uma motivação para estudar. Pode ser pelo emprego ou por você mesmo. Assim, vai ficar mais fácil permanecer nos estudos. Por exemplo, não adianta você se matricular em um curso, frequentar de forma assídua as aulas durante um mês e faltar nos outros. É preciso que a motivação permaneça com o passar do tempo. Desta forma, saiba o porquê é tão importante estudar um outro idioma e mantenha firme no seu objetivo.

Mergulhe fundo!

Começou a estudar? Mergulhe de corpo e alma na atividade. Pratique o idioma todos os dias, veja filmes, leia música, textos, enfim, busque alternativas que vão contribuir para o seu aprendizado. Envolva-se fundo na cultura nova que está conhecendo!

Pratique com os amigos!

Você tem algum amigo que fala com fluência o idioma que está aprendendo? Então comece a praticar com ele. Peça para o seu amigo te corrigir e ensinar vocabulários novos. Converse com ele frequentemente. Desta forma, o seu aprendizado será mais divertido e eficiente.

Não fique na zona de conforto!

Saia da zona de conforto e não tenha medo de praticar o idioma. O medo é normal, mas ele não pode te vencer. Se possível, viaje para praticar e aperfeiçoar o seu aprendizado. Dedique-se ao estudo o máximo que puder. É saindo da zona de conforto que se vence na vida. Que tal experimentar? No início, vai ser uma sensação de medo, mas depois você vai colher todos os frutos! Acredite.

Gostou das dicas? Já sabe qual idioma vai fazer? Lembre-se: mantenha firme no seu objetivo, até ficar fluente na língua que deseja.

Boa sorte!

Por Babi


Já pensou em turbinar a sua carreira com idiomas? Atualmente, para se conseguir bons cargos nas empresas de trabalho, é imprescindível que o profissional saiba falar inglês. Em muitas empresas, por exemplo, como as multinacionais, existem reuniões que são feitas em inglês. Ou seja, tudo é realizado normalmente, por isso, o candidato deve conhecer e ter fluência no idioma, uma vez que é um diferencial para a carreira.

Como está o seu inglês? Você sabe apenas o básico ou intermediário? A preocupação fundamental é que você conheça o idioma de forma fluente. Por isso, é imprescindível que você treine até que fique bom.

Você já sabe falar inglês? Então, que tal investir em outra língua? O espanhol pode ser uma boa opção. Muitas empresas nos processos seletivos de trainee solicitam como pré-requisito que o candidato tenha nível avançado em inglês e desejável conhecimento em espanhol.

Outra dica para aumentar o conhecimento no idioma é viajar. Que tal juntar uma grana e ir para o exterior? Faça isso nas suas próximas férias! Pode ser uma boa ideia, não acha?

Se você gosta de estudar língua e tem facilidade para aprender idiomas, então aproveite! Quanto mais você souber, melhor. Mas, saiba investir no tempo certo. Coloque no currículo qual nível do idioma você sabe, é importante que o recrutador conheça. Porém, não coloque dados falsos: você sabe o básico, mas coloca que conhece o avançado.

Muitas entrevistas de emprego, o recrutador pede testes em inglês ou mesmo pode realizar uma conversa informal em outro idioma. Por isso, coloque apenas informações verdadeiras no seu currículo.

Se você já sabe inglês e espanhol fluente, outra dica é investir em uma pós-graduação, que pode turbinar a sua carreira.

Sabia que é possível aprender inglês pela internet, também? Que tal ficar craque no idioma treinando sem sair de casa? Gosta de estudar línguas? Qual a sua favorita? O inglês é importante ou foi para a sua carreira? 

Por Babi


Atualmente falar uma segunda língua é muito importante para uma boa colocação no mercado de trabalho, pois te coloca na frente em uma concorrência pelas vagas mais cobiçadas, assim como abre outras possibilidade de vagas onde exigem como critério básico saber se comunicar com estrangeiros.

E como se isso não bastasse, pesquisadores escoceses do Centre for Cognitive Ageing and Cognitive Epidemiology, monitorados pelo professor Thomas Bak, concluíram que  saber outras línguas aumenta a inteligência dos jovens.

A pesquisa aponta que mesmo quando a segunda língua é aprendida na fase adulta, a fluência verbal e de leitura influenciam significativamente na inteligência das pessoas.

Os estudos foram desenvolvidos na Universidade de Edimburgo, na Escócia. Na oportunidade foram estudadas 262 pessoas, aproximadamente. Num primeiro momento, o grupo foi submetido a um teste quando tinham onze anos de idade, já o segundo momento quando os mesmos tinham mais de 70 anos.

A conclusão do estudo que foi publicado na revista científica Annals of Neurology,  foi que as habilidades cognitivas na fase adulta foram significativamente melhores do que as registradas na infância. Todos no grupo garantiram que consigam se comunicar facilmente com outras pessoas em outra língua além do inglês.

Anteriormente, uma outra pesquisa concluiu que ser bilíngue poderia atrasar em vários anos o desenvolvimento de demência. Ou seja, garantiria mais inteligência para qualquer pessoa ajudando no desenvolvimento até em casos mais graves. Todos os participantes disseram ser capazes de se comunicar em pelo menos uma outra língua além do inglês.

Das 262 pessoas, 195 aprenderam a segunda língua antes dos 18 anos de idade e 65 aprenderam depois dos 18 anos de idade. A pesquisa foi feita entre os anos de 2008 e 2010.

O professor que comandou a pesquisa afirma que os resultados são bastante consideráveis, e que milhões de pessoas que aprenderem um segundo idioma, em qualquer idade poderão tirar proveito desse aumento de inteligência.

Por Vivian Schetini


Falar bem ou mal, eis a questão. Você acha que se comunica bem na sua língua nativa? Se a resposta for sim, então, parabéns! Agora, se sua resposta for não, saiba que existem muitas pessoas na mesma situação, mas elas não sabem. Ter fluência em outras línguas é muito importante hoje em dia, mas de que adianta ser bilíngue ou trilíngue se você não souber dominar a sua própria língua?

Que a língua portuguesa é considerada uma das mais difíceis do mundo isso todos já sabem, a escrita então, pior ainda. E ainda há as conjugações dos verbos, figuras e vícios de linguagens, concordâncias, etc. Enfim, há um vasto campo de palavras e coisas com significados próprios e um tanto complicados de se entender. O nosso idioma português!

O que muitas pessoas não sabem é que o principal motivo da maioria das reprovações em processos seletivos e provas de concursos são os erros de português. E muitos desses erros acontecem em redações ou até mesmo nas questões de avaliações dissertativas. Infelizmente isso prova que as pessoas não estão se preocupando nenhum pouco com a nossa gramática.

Hoje em dia as pessoas estão mudando totalmente a forma de se comunicar por redes sociais e mensagens de textos, e isso é um problema crucial para a educação da nossa língua. De repente você deixa escapar aquele simples hábito de digitar "vc" nas mensagens de texto nas provas de concursos ou na redação de um processo seletivo. Desatenção total.

São várias desculpas para justificar a situação. Mas querendo ou não, a internet foi o que mais contribuiu para o prejuízo da nossa escrita. Cada vez mais a comunicação por códigos e abreviações acaba se tornando um vício informal entre os jovens.

A única pessoa que pode mudar isso é você mesmo. Tente manter a atenção na sua escrita o tempo todo, principalmente nas mensagens instantâneas, e-mails e redes sociais. Procure se acostumar a escrever corretamente, crie seu próprio vício em pontuações e conjugações de verbos corretamente, pois assim você estará praticando a sua gramática.

Outra dica importantíssima é ler bastante. Quem tem o hábito de ler amplia o vocabulário e a capacidade de escrita, além de se comunicar bem.

Por Daniela Almeida da Silva


A rede de franquias Seven Idiomas está com diversas vagas de emprego disponíveis para variados cargos.

A rede que já conta com mais de duas décadas de atuação no mercado de idiomas, abriu processo seletivo.

Os candidatos aprovados irão passar por treinamento e terão contrato CLT, bolsa integral em um de seus cursos e também para familiares que tenham cursado ou estejam cursado o nível fundamental.

Para a cidade de São Paulo, são oferecidas 10 vagas para Consultor de Vendas Internas, 6 vagas para Assistente de Atendimento, 10 vagas para Consultor ou Consultora de Vendas Externas e 6 vagas para Gestor de Atendimento aos alunos.

Há vagas também para a cidade de Vinhedo, em São Paulo, entre elas estão para o cargo de Consultor de Vendas Internas, Consultor de Vendas Externas e Gestor de Atendimento aos Alunos.

Os interessados deverão cadastrar seu currículo no site:www.sevenidiomas.com.br/site/trabalhe_conosco.asp

Há ainda 5 vagas para Professores que irão ministrar cursos nas empresas.

Destas, 4 oportunidades são para a cidade de São Paulo e 1 vaga é para a cidade de Cotia.

Os interessados a estes cargos deverão encaminhar o currículo para o e-mail:danielapioli@sevenidiomas.com.br

 

Por Russel


 





CONTINUE NAVEGANDO: